Olá Visitante, seja bem vindo
Voltar
Newsletter
Cadastre-se e receba novidades em seu email:
Atalhos rápidos

IFRS PMES Pequena Demonstração
Programa do CURSO IFRS PMEs


1678 - Dicionário Comercial - Palavras mais comuns
GAB - GRUPO DE AMIGOS DO BARRETO

DICIONÁRIO COMERCIAL
=================
---------------------------------------------------------------------------------------

[A]

ABROAD - Exterior. No exterior, para o exterior, no estrangeiro.

ACC - Adiantamento de Contrato de Câmbio. Trata-se de uma antecipação feita ao exportador, relativa a moeda estrangeira comprada por um banco comercial operador de câmbio, para entrega ou liquidação futura.

Ação - Título negociável, que representa a menor parcela em que se divide o capital de uma sociedade anônima.

Ação Aquário - Aquela que move os índices e altera o comportamento de outros papéis.

Ação Cheia - Ação cujos direitos (dividendos, bonificação e subscrição) ainda não foram exercidos.

Ação com valor nominal -Ação que tem um valor impresso, estabelecido pelo estatuto da companhia que a emitiu.

Ação Endossável - Ação que pode ser transferida mediante simples endosso no verso da cautela.

Ação Escritural - Ação nominativa sem a emissão de certificados, mantida em conta de depósito de seu titular, na instituição depositária que for designada.

Ação de Indenização - Também chamada ação de perdas e danos. É a que visa restabelecer a situação existente antes do ato ilícito ocorrer. Ação indenizatória.

Ação listada em bolsa - Ação negociada no pregão de uma bolsa de valores.

Ação Nominativa - Ação cuja cautela é nominal ao seu proprietário, que é registrado no Livro de Registro de Ações Nominativas da empresa.

Ação-objeto - Ação que proporciona nos resultados econômicos de uma empresa,; confere a seu titular o direito de voto em assembléia.

Ação Ordinária (ON) - Permite o direito de eleger a diretoria (conselho) da empresa que o emitiu. No entanto, quando ocorre uma distribuição de dividendos da empresa, os proprietários de ações ordinárias só receberão os mesmos depois que os proprietários de ações preferenciais tenham recebido o seu percentual fixo.

Ação ao Portador - Atualmente este tipo de ação não existe mais, foi revogada pela lei 8201/90. Esta ação não trazia o nome do seu proprietário. Portanto, pertencia a quem a tivesse em seu poder

Ação Preferencial (PN) - Ação que oferece a seu detentor prioridade no recebimento de dividendos e ou, no caso de dissolução da empresa, no reembolso de capital. Em geral não concede direito a voto em assembléia.

Ação sem valor nominal - Ação para a qual não se convenciona valor de emissão, prevalecendo o preço de mercado por ocasião do lançamento.

Ação vazia (ex) - Ação cujos direitos (dividendo, bonificação e subscrição) já foram exercidos.

Aceitante - O devedor quando reconhece a dívida ao subscrever a letra de câmbio que lhe foi enviada para aceite, ou a duplicata nas mesmas condições.

Aceptilação - Liberação do devedor, mediante entrega do recibo ou quitação do pagamento. Perdão da dívida. Remissão de dívida não paga. Quitação de dívida que se dá a um devedor, com efeito extintivo dos demais coobrigados.

Acionista - Possuidor de ações representativas do capital de uma sociedade. Nas sociedades por ações o capital social é fracionado através dos títulos chamados ações. Sócio de sociedade por ações.

Acionista majoritário - Aquele que detém uma quantidade tal de ações com direito a voto que lhe permite manter o controle acionário de uma empresa.


Acionista minoritário - Aquele que é detentor de uma quantidade não expressiva (em termos de controle acionário) de ações com direito a voto.

Accomodation Bill - Letra de câmbio a favor. Mesmo que Accomodation Note.

Account - Conta. O freguês ou cliente de uma firma que compra regularmente e paga mediante acordo prévio em conta corrente. Também títulos contábeis. Current Account ? Conta Corrente.

Acquirer - É a administradora que pode afiliar estabelecimentos ao sistema de cartões de crédito da bandeira da qual é associada. Este tipo de administradora, tem a função de gerenciar, pagar e dar manutenção aos estabelecimentos afiliados da bandeira.

Actual Weight (A/W) ? Peso Real.

Addition - Adição, Acréscimo.

Administration - Administração.

ADLIC - Operação financeira com duração de um dia, na qual aplica-se dinheiro a uma taxa previamente combinada entre as partes.

ADR (American Depositary Receipts) - São certificados, emitidos por bancos norte-americanos, que representam ações de empresas sediadas fora dos Estados Unidos. Esses papéis podem ser negociados no mercado americano ? alguns deles, chamados ADRs de nível 3, podem até ser vendidos na Bolsa de Valores de Nova York. As empresas buscam o mercado americano porque lá podem encontrar um mercado maduro e compradores capazes de elevar o preço das suas ações. Assim, a empresa passa a valer mais caso seus controladores resolvam vendê-la. O mercado americano também é interessante para as empresas que precisam de dinheiro para lançar um projeto ou ampliar sua linha de produção e querem fugir dos empréstimos.

Advanced Freight - Frete antecipado, pago adiantadamente.

Aforo - Capacidade. Em determinados países da América Latina é o valor base para as mercadorias sujeitas a imposto de importação.

After Date - Depois da data, ou do dia. Usado em título de crédito ou cambial para indicar que o mesmo é pagável em um certo número de dias depois da data de emissão.

After Sight - Depois de vista. Significa que o título terá como prazo de pagamento logo depois de visto, ou pagamento à vista.

Age - Idade, vencimento.

Ágio - É a diferença entre o preço oficial e o preço pago pelo comprador em uma operação qualquer. Se este preço final ficar acima do inicial, houve ágio; se ficar abaixo, houve deságio. O termo popularizou-se no Brasil na época do Plano Cruzado, quando vários artigos eram vendidos por preços superiores aos de tabela. Hoje em dia, é mais aplicado aos leilões (de privatização, por exemplo). Nesse caso, o vendedor estipula um preço mínimo, e o ágio é a parcela que excede esse preço mínimo.

Agreement - Acordo, contrato, pacto. Trade Agreement ? acordo comercial. Tarif Agreement: acordo tarifário

Air Freight - Frete aéreo.

All Charges To Goods - Todas as despesas incluídas na mercadoria

All Risks - Todos os riscos. Cláusula de seguro que abrange a cobertura de todos os riscos a que pode estar sujeita uma mercadoria embarcada. O mesmo que Against All Risks.

Allotment - Designação. Parcelamento.

Allowance - Concessão. Abatimento. Crédito concedido em lugar de reembolso em dinheiro à parte insatisfeita. Usado no sentido de tolerância, e às vezes, de desconto, sobretudo nos créditos documentários

Área de livre comércio - Associação comercial de vários países, entre os quais são extintas todas as tarifas de importação e subsídios de exportação.

Anatocismo - É a incidência de juros sobre os juros acrescidos ao saldo devedor em razão de não terem sido pagos. Os juros obtidos, por meio desta prática, são somados ao capital e será a base para o cálculo da nova contabilização de juros.

Âncora cambial - Valorização da taxa de câmbio e abertura comercial, com o objetivo de aumentar as importações, que, ao concorrer com os produtos nacionais, permitem estabilizar os preços internos.

Âncora monetária - Política monetária contracionista (por exemplo, juros elevados, crédito restrito), utilizada com o objetivo de controlar a inflação.

Administração ativa - O administrador compra e vende ações tentando obter uma rentabilidade que supere a do índice estabelecido como referência (benchmark). A diferença com a administração passiva é que na ativa não há uma réplica da carteira do índice: este é tomado apenas como um referencial que deve ser atingido ou superado.

After Market - Nome do pregão eletrônico realizado na Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) à noite, após o fechamento do pregão normal, até as 22 horas.

Agenda 21 - Documento assinado entre os governos de 170 países com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável no mundo a partir do ?século XXI. Estes países reuniram-se durante a Conferência Mundial do Meio Ambiente, a Eco 92, no Rio de Janeiro.

Agente Econômico - Indivíduos, grupos de indivíduos ou organismos que constituem, do ponto de vista dos movimentos econômicos, os centros de decisão e de ações fundamentais.

Agiota - Pessoa que empresta dinheiro a juros excessivos em operações ilegais. No Brasil, somente instituições financeiras podem emprestar dinheiro.

Ajuste Fiscal - É a tentativa do Governo federal de gastar menos do que arrecada.

Alavancagem - É o poder de comprar um ativo sem ter dinheiro em caixa. As opções e contratos futuros são exemplos de operação para obter alavancagem. Quanto maior o grau de alavancagem, maior o risco. Possibilidade de controle de um lote de ações, como o emprego de uma fração de seu valor (nos mercados de opções, termo e futuro), enquanto o aplicador se beneficia da valorização desses papéis, que pode implicar significativa elevação de sua taxa de retorno

ALCA - Área de Livre Comércio das Américas. Tratado de livre Comércio que abrange todas as Américas.

Alienação - Segundo o marxismo, é a perda sofrida pelo trabalhador de uma parte de seu ser, quando o capitalista se apropria do fruto de seu trabalho. Para Marx, os frutos do trabalho humano passam a ser meras mercadorias que subjugam o homem.

Alienação fiduciária - Transferência ao credor do domínio e posse de um bem, em garantia ao pagamento de uma obrigação que lhe é devida por alguém. O bem é devolvido a seu proprietário depois que ele resgatar a dívida.

AMEX (American Stock Exchange) - A segunda maior bolsa de valores nos Estados Unidos (a primeira é a Bolsa de Nova York), transacionando cerca de 10 % de todas as ações negociadas no país.

Amendment - Emenda. Correção. Aditivo de alteração em Carta de Crédito.

Amortização - Redução gradual de uma dívida por meio de pagamentos periódicos. As hipotecas e empréstimos bancários são, geralmente, pagos desta forma.

Amortização acelerada - Forma de amortização de um ativo a uma velocidade superior à vida útil desse ativo. Esta forma de depreciação é usada para inflar custos ou para obter benefícios fiscais.

Amortização negativa - Aumento de uma dívida quando os pagamentos parciais da mesma são insuficientes para cobrir o montante correspondente aos juros.

Amount - Importância. Valor.

Ana ( Aviso de Negociação de Ações) - Comprovante de operação enviado pela Bolsa de Valores ao comitente (investidor).

Análise Econômica - Aplicação à realidade econômica do método científico de decomposição em elementos mais facilmente compreensíveis que o todo, visando a inseri-los em um esquema explicativo.

Análise Fundamentalista - Projeção do comportamento de preços de ações a partir do estudo de características particulares de cada empresa. Utiliza-se das demonstrações financeiras divulgadas pela empresa assim como de informações setoriais e macro econômicas para fundamentar recomendações sobre quais papéis devem ser comprados ou vendidos

Análise Grafista - Projeção do comportamento de preços de ações a partir de cotações passadas para se chegar a uma opinião de compra ou venda destes títulos. A expressão grafista vem do fato de que essas análises são baseadas em gráficos construídos a partir da variação das cotações passadas, procurando-se identificar padrões gráficos que sinalizem o comportamento futuro do papel. Também conhecida por análise técnica.

Análise de Balanço - Tem por fim observar e confrontar os elementos patrimoniais de uma empresa, visando o conhecimento minucioso de sua composição qualitativa e de sua expressão quantitativa, de modo a revelar os fatores antecedentes e determinantes da situação atual e delinear o comportamento administrativo futuro.

ANBID (Associação Nacional dos Bancos de Investimento) - Entidade formada por várias instituições financeiras com sede no Rio de Janeiro.

Andar de lado - Mercado fraco, sem tendência definida, estagnado.

ANDIMA - (Associação Nacional das Instituições do Mercado Aberto) - Reúne bancos comerciais, múltiplos e de investimento, sociedades corretoras e distribuidoras de valores.

Ano fiscal - Período correspondente a 12 meses, no final do qual as contas são fechadas para determinar resultados das operações financeiras, tributárias e orçamentárias.

Antecipate ? Antecipar.

Anuidade - Tarifa paga pelos clientes anualmente. Como se fosse uma renovação do contrato entre cliente e instituição

Aplicação - Emprego da poupança na aquisição de títulos, com o objetivo de auferir rendimentos.

Apólice - Documento emitido pelo Segurador após aceitação da cobertura de risco proposta pelo Segurado.

Aposta - Jargão utilizado pelos profissionais do mercado financeiro. Significa decisão de investimento baseada em expectativas de ganho ou retorno, porém com certo grau de incerteza. Ex.: é impossível determinar a cotação de um papel no futuro, mas é possível fazer uma estimativa baseada em análises. Muitas vezes essas análises indicam claramente o que deve ser feito; muitas vezes não, apenas sinalizam tendências, mas a situação exige uma decisão. Nesses casos, o profissional de mercado deve utilizar sua experiência e competência para decidir se toma esta ou aquela decisão. Daí vem a expressão "aposta".

Appraisal Report - Laudo de Avaliação.

Apregoação - Ato de apregoar a compra ou venda de ações, mencionado-se o papel, o tipo, a quantidade de títulos e o preço pelo qual se pretende fechar o negócio, executado por um operador, representante de sociedade corretora, na sala de negociação (pregão).

Aquecimento - Fase de expansão na economia, provocada por uma política econômica favorável aos investimentos.

Arbitragem -
1. Operação na qual em investidor aufere um lucro sem risco, realizado transações simultâneas em dois ou mais mercados.
2. Sistemática que possibilita a liquidação física ou jurídica, atuando no mercado a vista, poderá comprar em uma bolsa e vender em outra, a mesma ação, em iguais quantidades, desde que haja convênio firmado entre as duas bolsas.

Arbitragem Cambial - É a operação de compra de uma quantidade de moeda local e na venda de outra quantidade de moeda estrangeira, de tal forma que, aplicando-se a paridade entre elas, obtenha-se equivalência.

Armadilha da liquidez - Se a economia estiver com desemprego em alta, e com um nível de taxa de juros muito baixo, toda eventual expansão monetária será retida, para fins especulativos, não sendo aplicada na atividade produtiva. Trata-se de uma situação, apontada por Keynes, na qual a política monetária seria totalmente ineficaz para promover aumento da renda e do emprego.

Arrangement - Ajuste. Acordo. Combinação.

Arrendamento - Contrato pelo qual o proprietário de um imóvel passa para uma pessoa ou empresa o direito de uso e exploração do mesmo durante certo período, mediante o pagamento de uma taxa.

Assembléia - Reunião dos acionistas, convocada e instalada na forma de lei e dos estatutos, afim de deliberar sobre qualquer matéria de interesse social. Sua convocação não é obrigatória, dependendo das necessidades específicas da empresa.

Assembléia Geral Extraordinária (AGE) - Reunião dos acionistas, convocada e instalada na forma da lei e dos estatutos, a fim de deliberar sobre qualquer matéria de interesse social. Sua convocação não é obrigatória, dependendo das necessidades específicas da empresa.

Assembléia Geral Ordinária (AGO) - Convocada obrigatoriamente pela diretoria de uma sociedade anônima para verificação de resultados, leitura, discussão e votação dos relatórios de diretoria e eleição do conselho fiscal da diretoria. Deve ser realizada até quatro meses após o encerramento do exercício social.

Asset - Tradução de "Ativo". Bens, direitos e valores pertencentes a uma empresa ou pessoa. Ex: Imóveis, dinheiro aplicado, ações, jóias, etc.

Asset Allocation - Expressão em inglês para alocação de recursos, utilizada pelos profissionais do mercado financeiro para fazer referencia à escolha de ativos para a sua carteira administrada. É o ato do administrador do fundo selecionar, entre os diversos tipos de ativos, aqueles que farão parte da carteira do fundo e em que percentual de participação.

Assignable - Transferível. Diz-se para créditos documentários.

Ataque especulativo - Situação em que os investidores vendem moeda ostensivamente, com o objetivo de forçar o governo a promover uma desvalorização. Foi o que aconteceu com o real no início de 1999, obrigando o governo brasileiro a adotar o câmbio livre. Normalmente acontece quando o país está enfrentando condições econômicas desfavoráveis, com déficits comerciais sucessivos.

Atividade Econômica - Conjunto de atos pelos quais as pessoas satisfazem às suas necessidades, através da produção e troca de bens e de serviços.

Ativos - Conjunto de bens, valores e créditos que formam o patrimônio da empresa. Existem três tipos principais de ativos: Ativo circulante: é o dinheiro em caixa, os saldos bancários e os valores que podem ser transformados em dinheiro imediatamente; Ativo fixo: é tudo que é essencial para ao funcionamento da empresa - como imóveis, patentes, ferramentas, máquinas; Ativo financeiro: são os bens que a empresa detém no mercado financeiro, como títulos públicos, certificados de depósitos bancários, debêntures etc.

Ativo financeiro - Todo e qualquer título representativo de parte patrimonial ou dívida.

Ativos não Financeiros - Compreendem os ativos fixos e os ativos circulantes. Os primeiros participam de vários ciclos de produção, enquanto os últimos são consumidos ou transformados num ciclo específico de produção ou de distribuição.

Atuário - Tipo de cálculo matemático. Muito utilizado pelas companhias de seguro para determinar o preço das apólices de seguro a partir do estudo das probabilidades de que ocorram acidentes ou sinistros.

Aumento de capital - Incorporação de reservas e/ou novos recursos ao capital da empresa. Realizado, em geral, mediante bonificação, elevação do valor nominal das ações e/ou direitos de subscrição pelos acionistas, ou também pela incorporação de outras empresas.

Auditoria - Análise completa e minuciosa da contabilidade de uma empresa ou instituição. É feita por peritos que analisam as operações contábeis do começo até o balanço final e apontam correção ou incorreção delas. As auditorias podem ser feitas por funcionários da empresa ou instituição (interna) ou por uma empresa prestadora de serviços (externa).

Aumento do valor nominal - Alteração do valor nominal da ação em conseqüência de incorporação de reservas ao capital de uma empresa sem emissão de novas ações.

Autarquia - Serviço estatal descentralizado e com autonomia econômica, embora tutelado pelo poder público.

A/V (Ad Valorem) ? De acordo com o valor. Expressão latina usada para significar que os cargos e taxas são calculados em razão do valor da mercadoria.

Aval - Ato pelo qual uma terceira pessoa, distinta do sacado, do sacador e dos endossantes, garante o pagamento de um título na data de seu vencimento.

Avaliação privada - É a avaliação financeira dos custos e rendimentos de uma empresa especifica.

Avaliação social - É a avaliação de custos (e benefícios) para toda a sociedade, derivada da produção das empresas. Ou seja, inclui as externalidades positivas e negativas decorrentes da atividade produtiva das empresas.

Average - Em linguagem de seguros significa avaria. Em linguagem matemática e estatística: média. Average Adjustment ? em seguros, o documento que fixa o desconto indenização devida ao segurador; Average Bond ? carta de garantia para pagamento de avaria; Average Cost ? custo médio; Average Price ? preço médio; Average Rate ? taxa média.

Averbadora - Pessoa jurídica contratante de plano de seguro de previdência privada, que não é participante do custeio do mesmo.

Averbação - Documento utilizado pelo Segurado para informar à Seguradora sobre verbas e objetos a garantir nas apólices abertas. Muito utilizado no Seguro de Transportes.

---------------------------------------------------------------------------------------

[B]

Back To Back - Na expressão back to back credit , trata-se de um crédito documentário vinculado a um primeiro crédito chamado ?Crédito Principal?. O beneficiário do primeiro crédito é geralmente um intermediário que abre, por sua vez, um segundo crédito a favor do fornecedor da mercadoria.

Balança de Capital - Conta estatística que recapitula a movimentação do ativo e do passivo, ocorrida entre um país e o resto do mundo, no decurso de um determinado período.

Balança Comercial - Conta do balanço de pagamentos de um país. O saldo da balança comercial é a diferença entre o volume de exportações e o volume de importações de produtos e serviços realizadas pelo país em determinado período. Quando o valor das exportações supera o das importações, dizemos que há um superávit comercial. No caso contrário, temos um déficit comercial.

Balance - Saldo em conta, diferença. Balance of payment ? diferença entre exportações e importações de um país

Balancete - Balanço parcial da situação econômica e do estado patrimonial de uma empresa, referente a um período de seu exercício social.

Balance Transfer - É a transferência do saldo da dívida de um cartão para outro. O cartão novo líquida a dívida do outro cartão, sendo a dívida refinanciada à taxa mais baixa

Balanço - Conjunto de dados econômicos e financeiros de uma entidade jurídica, apresentado ao mercado de forma periódica, relativo a um exercício social completo (balanço do trimestre, do semestre ou do ano). O balanço deve incluir todos os bens, créditos, dívidas e obrigações da companhia.

Balanço de Pagamentos - É o resumo, expresso em unidades monetárias (US$), das transações ocorridas entre o país e o resto do mundo. Ele apresenta duas grandes contas: o saldo em transações correntes, que se refere às transações de bens e serviços realizadas pelos brasileiros com o exterior; e, o saldo de capitais que reflete o fluxo de moedas entre o país e o resto do mundo. A estrutura do Balanço de Pagamentos é a seguinte:
1. Saldo da Balança Comercial
2. Saldo do Balanço de Serviços (que engloba pagamento de juros ao exterior, fretes, dólares gastos em turismo, etc)
3. Transferências unilaterais (que envolve transferências de pessoas/instituições entre o Brasil e outros países, sem contrapartida, ou seja, sem a necessidade de pagamento posterior)
4. Saldo em transações correntes ( que equivale a 1+2+3)
5. Conta de Capital
6. Erros e Omissões
7. Resultado (que equivale a 4+5+6, e reflete a variação das Reservas Cambiais)

Balanço de Serviços - É o item do balanço de pagamentos em que são lançadas as transações com serviços, como fretes, seguros, viagens internacionais, juros, lucros, royalties, assistência técnica etc.

Balanço de Transações Correntes - É a parte do balanço de pagamentos relativa à soma da balança comercial, balanço de serviços e transferências unilaterais. Também chamado de saldo em conta corrente do balanço de pagamentos.

Banco Central do Brasil (BACEN) - O Banco Central do Brasil foi criado em 1964, para atuar como orgão executivo central do sistema financeiro nacional. Suas principais atribuições são :
(1) Emitir papel moeda e moeda metálica;
(2) Executar compra e venda de Títulos Federais (através de operações de Open Market) tanto para executar Política Monetária como para o próprio financiamento do Tesouro Nacional;
(3) Receber depósitos compulsórios e voluntários do sistema bancário, assim como realizar operações de redesconto e outros tipos de empréstimos às instituições financeiras.
(4) Ser o depositário das Reservas Internacionais do País.
(5) Autorizar o funcionamento, fiscalizar e aplicar as penalidades previstas a instituições financeiras. Todas essas atividades do Banco Central, no Brasil, são reguladas pelo CMN (Conselho Monetário Nacional).

Bancos de Desenvolvimento - Instituições voltadas para o financiamento de programas específicos, vinculados ao desenvolvimento de um país de uma região. Destina-se ao suprimento de recursos a médio e longo prazos para programas e projetos do estado no qual está sediado.

Bancos de Investimento - Bancos voltados para captações e financiamentos de médio e longo prazos. Volta-se, normalmente, para o investimento das empresas, bem como para operações diversas na área de sociedades anônimas como a colocação de ações.

Bancos Múltiplos - São bancos que operam com mais de uma carteira.

Banco Mundial - É o nome pelo qual é mais conhecido o Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), uma instituição financeira ligada à ONU e criada em 1944. O objetivo inicial do Banco Mundial era ajudar na recuperação dos países europeus cuja economia havia sido aniquilada pela Segunda Guerra Mundial. Atualmente, o Banco Mundial tem como objetivos principais o combate à pobreza e a melhoria nas condições de vida em todo o mundo. O número de países-membros é de 181.

Banco de Títulos CBLC ? BTC - Serviço de empréstimo de títulos, disponível por meios do sistema eletrônico, no qual os participantes da Custódia Fungível da CBLC, atuando como doadores e tomadores, podem registrar suas ofertas, bem como efetuar o fechamento de operações de empréstimo.

Bandeira - É a instituição que autoriza o emissor a gerar cartões com sua marca e que coloca estabelecimentos no mundo inteiro à disposição do portador para utilização deste cartão. Ex: Visa, MasterCard e American Express.

Banking - Operação ou negócio bancário. Banking charges ? taxas bancárias; Banking expenses ? despesas bancárias.

Base monetária - É o nome dado ao conjunto de toda a moeda existente em um país. Os economistas dividem a base monetária em quatro grupos: Base monetária M-1: são os meios de pagamento, ou seja, a soma das cédulas e moedas em poder do público e dos depósitos à vista no sistema bancário; Base monetária M-2: é o M-1 mais o total de depósitos a prazo no sistema bancário, incluindo os Certificados de Depósito (CDB e CDI) e parte dos títulos públicos (inclui apenas aqueles títulos que não estão em poder de bancos e fundos de investimento) ; Base monetária M-3: é formado pelo M-2, somado ao total dos depósitos em caderneta de poupança; Base monetária M-4: equivale ao M-3 mais o restante dos títulos públicos, além de alguns títulos privados, como letras hipotecárias e letras de câmbio.

BBC - Bônus do Banco Central. Papel com taxas prefixadas com prazo mínimo de 28 dias. Os bancos dizem qual a taxa que querem para comprar o papel e o Banco Central aceita ou não. Serve para fazer política monetária.

BDR (Brazilian Depositary Receipts) - São documentos emitidos por bancos brasileiros que representam ações de companhias estrangeiras. Os BDRs podem ser negociados livremente no Brasil, inclusive nas bolsas de valores.


Bens - Para os economistas, qualquer coisa com alguma utilidade, que seja capaz de cumprir uma função ou satisfazer uma necessidade é um bem. Há, porém, bens com valor econômico e bens sem valor claro. O exemplo clássico é o ar: tem uma função tão importante para o ser humano que ninguém é capaz de sobreviver sem respirá-lo. No entanto, é abundante e não requer trabalho para obtê-lo. Por isso não tem valor econômico. Os bens econômicos recebem várias classificações, quase sempre por sua função na produção. As principais são: bens de capital (ou de produção): máquinas e equipamentos usados na produção, comércio ou prestação de serviço; bens de consumo: aqueles que, depois de um processo de produção ou industrialização, podem ser comprados pelos consumidores finais; bens de consumo durável: aqueles que só são trocados após períodos longos de uso; bens de consumo semi-durável: aqueles que precisam ser trocados periodicamente; bens de consumo não-durável: aqueles consumidos imediatamente.

Bens Aloidias - São bens dos quais um indivíduo pode dispor livremente, sem necessidade de licença de qualquer outra pessoa.

Bens de Capital - São bens que servem para a produção de outros bens, como máquinas e equipamentos.

Bens Complementares - São bens consumidos conjuntamente.

Bens de Consumo Duráveis - São bens de consumo que prestam serviço durante um período de tempo longo, como um automóvel, por exemplo.

Bens de Consumo Saciado - Dada uma variação na renda do consumidor, a quantidade demandada não se altera, coeteris paribus. A elasticidade-renda da demanda é nula. Exemplo: alimentos como arroz, sal etc.

Bens Econômicos - São aqueles relativamente escassos ou que demandam trabalho humano.

Bem (ou serviço) Final - É um bem destinado ao consumo ou investimento final, não sofrendo nenhuma transformação ao longo do processo produtivo.

Bens de Giffen - Trata-se da única exceção à Lei Geral da Procura. A quantidade demandada de um bem varia diretamente com o preço do bem, coeteris paribus (curva de procura positivamente inclinada). É um tipo de bem inferior.

Bens Inferiores - São um tipo de bem em que a quantidade demandada varia inversamente com o nível de renda do consumidor, coeteris paribus. Assim, se a renda aumenta, a quantidade procurada diminui, se a renda cai, a quantidade procurada aumenta. A elasticidade-renda da demanda é negativa.

Bens (ou serviços) Intermediários - São bens manufaturados ou matérias primas processadas que entram na composição de outro bem. São transformados ao longo do processo produtivo para a obtenção de outros bens ou produtos finais.

Bens livres - Bens que satisfazem necessidades e suprem carências, mas são tão abundantes na natureza que não podem ser monopolizados nem exigem trabalho algum para serem produzidos, Exemplos: ar ou a luz do sul.

Bens Normais - São um tipo de bens em que a quantidade demandada varia diretamente com o nível de renda do consumidor, coeteris paribus. Assim, se a renda aumenta, a quantidade procurada aumenta, se a renda cai, a quantidade demandada também cai. A elasticidade-renda da demanda é positiva e menor que 1.

Bens Públicos - Refere-se ao conjunto de bens gerais fornecidos pelo setor público: educação, justiça, segurança etc. São bens de consumo coletivo, que se caracterizam pela impossibilidade de excluir determinados indivíduos de seu consumo, uma vez delimitado o volume disponibilizado para a coletividade. O consumo do bem é não rival (ou não excludente).

Bens-Salário - Conjunto de bens que em cada país constitui a cesta de consumo básico do trabalhador, segundo seu padrão de vida. São formados pelos artigos de primeira necessidade para o trabalhador e sua família.

Bens Semi - Públicos ou Meritórios - Bens de consumo coletivo, que satisfazem o princípio da exclusão (o consumo pelo indivíduo A exclui o consumo pelo indivíduo B), produzido pelo Estado (saúde, saneamento, nutrição).

Bens e Serviços - Produtos da atividade econômica, elementos constitutivos da produção.

Bens Substitutos (ou concorrentes) - O consumo de um bem substitui o consumo de outro.

Bens Superiores ou de Luxo - A quantidade demandada varia mais que proporcionalmente a variações na renda do consumidor, coeteris paribus. A elasticidade-renda da procura é maior que 1.

Benchmark - É um índice de referência usado para orientar o desempenho de um fundo de investimentos. Para definir qual é o melhor benchmark em uma análise, leva-se em consideração a composição da carteira de investimento em questão. No mercado de fundos de Renda Variável (ações), por exemplo, o índice BOVESPA é o benchmark mais utilizado

Benchmarking - É um processo gerencial desenvolvido e sistematizado no Ocidente, mas cujas origens encontram-se em práticas ancestrais adotadas pelos japoneses e copiadas e adaptadas pelas empresas norte-americanas. É um processo contínuo e sistemático para avaliar, medir e comparar produtos, serviços, processos e funções de empresas identificadas como "melhores da classe" com a finalidade de melhoria da organização, comparação com os concorrentes, desenvolver objetivos produto e processo e estabelecer prioridades e metas. A idéia básica é de que, ainda que não haja um modelo ideal a ser seguido, existem muitas empresas excelentes com as quais se pode aprender coisa relevante.

Beneficiário - Pessoa física ou jurídica a quem o segurado reconhece o direito de receber a quantia correspondente a determinada indenização derivada da apólice do seguro. Em princípio, o segurado é o beneficiário do seguro, mas também há casos em que ele indica um beneficiário (plano de previdência privada e seguros de vida), onde o risco coberto é a morte do próprio segurado. Pessoa em cujo proveito se faz o seguro

Benefícios - Dividendos, bonificações e/ou direitos de subscrição distribuídos, por uma empresa, a seus acionistas.

Beta - Medida de risco de um ativo, que mede a sensibilidade do ativo em relação a determinado índice. Ex.: Se uma ação se comporta exatamente como o Ibovespa, dizemos que ela tem beta=1. Se a ação variar mais que o Ibovespa, mas no mesmo sentido, ela terá beta>1 (beta maior do que um). Se variar menos, mantendo o mesmo sentido, o beta será menor do que um (beta < 1).

Bid - Preço de compra de um título no mercado.

BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) - Organização internacional criada em 1959 para prestar ajuda financeira e fomentar o desenvolvimento nos países da América Latina e do Caribe. A sede fica em Washington, nos Estados Unidos

Bilhete de Seguro - É um documento jurídico, emitido pelo Segurador, que substitui a apólice de seguro. Foi criado com o objetivo de facilitar a contratação do seguro, dispensando o preenchimento da proposta

Bill - Nota; conta; fatura; Bill of charges ? Nota de despesas. Bill of exchange - Letra de câmbio. Título de crédito emitido pelo credor contra o devedor, em cobertura de operação financeira ou comercial. A letra de câmbio é indispensável nas operações de exportação, figurando entre os documentos apresentados aos bancos na liquidação de carta de crédito.
Bill payable ? Conta a pagar. Bill receivable ? conta a receber. Bill of sale ? Contrato de venda. Documento fazendo constar que a venda é perfeita.

BIRD - Órgão internacional de ajuda a países subdesenvolvidos e em desenvolvimento no Mundo. Também conhecido como Banco Mundial, o BIRD foi criado logo após a 2ª Guerra Mundial para a ajudar a Europa

Block-trade - Leilão de grande lote de ações nas bolsas de valores

Bloqueio de posição - Operação pela qual um aplicador impede o exercício de sua posição mediante a compra, em pregão, de uma opção da mesma série da anteriormente lançada.

Blue-Chips - Termo utilizado nas Bolsas de Valores para designar as ações mais negociadas, as mais valorizadas pelo público, São também chamadas de ações de primeira linha. Em geral, ações de empresas tradicionais e de grande porte, com grande liquidez e procura no mercado de ações.

BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros) - Sediada em São Paulo, a bolsa abriga dois tipos de negociações. As negociações a vista abrangem o ouro e mercadorias agropecuárias, como café, gado, açúcar, feijão e soja. Os negócios futuros baseiam-se em previsões sobre como determinados mercados se comportarão nos próximos dias, semanas ou meses. Essas previsões são transformadas em contratos, que são comprados e vendidos livremente na BM&F. Existem contratos futuros de dólar, do índice Bovespa, de boi gordo, soja e café, por exemplo. Quem recorre a esses mercados normalmente tem um objetivo: proteger-se de flutuações nos preços dos produtos ou mercadorias.

BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) - É a principal instituição financeira de fomento no Brasil. Criado na década de 50 tem como objetivo impulsionar o desenvolvimento econômico do país - estimulando, via financiamento, com taxas de juros e prazos de pagamento especiais, a implementação de políticas de investimentos empresariais de longo prazo.

Bolha de Consumo - Acontece quando o consumo cresce muito, sem que haja condições para que essa prosperidade continue por muito tempo. Foi o que ocorreu no Brasil logo depois do Plano Cruzado, quando os juros caíram e os salários tiveram uma pequena alta. Os consumidores não se sentiam estimulados a guardar o dinheiro e passaram a gastar mais em compras - uma situação que não se manteve nos meses subseqüentes.

Bolsa em Alta - Quando o índice de fechamento de determinado pregão é superior ao índice de fechamento anterior.

Bolsa em Baixa - Quando o índice de fechamento de determinado pregão é inferior ao índice de fechamento anterior.

Bolsa de Chicago - É uma das três bolsas de mercadorias mais importantes do mundo (as outras duas são as de Nova York e de Londres). Seu forte são os negócios com grãos, como soja e trigo.

Bolsa Estável - Quando o índice de fechamento de determinado pregão está no mesmo nível do
Índice de fechamento do anterior.

Bolsa de Futuros - Mercado de commodities onde os contratos de futuros em instrumentos financeiros ou as mercadorias físicas, como trigo e soja, são comercializadas.

Bolsa de Mercadorias - Mercado centralizado para transações com mercadorias, sobretudo os produtos primários de maior importância no comércio internacional e interno, como café, açúcar, algodão, cereais, etc. Realizando negócios tanto com estoques existentes quanto com mercados futuros, as bolsas de mercadorias exercem papel estabilizador no mercado, minimizando as variações de preço provocadas pelas flutuações de procura e reduzindo os riscos dos comerciantes.

Bolsa de Valores - Instituição em que se negociam títulos e ações. As Bolsas de Valores são importantes nas economias de mercado por permitirem a canalização rápida das poupanças para sua transformação em investimentos. E constituem, para os investidores, um meio prático de jogar lucrativamente com a compra e venda de títulos e ações, escolhendo os momentos adequados de baixa ou alta nas cotações.

Bolsa de Valores Organizada - Local em que ocorre a compra e a venda de uma seleta lista de valores mobiliários que geralmente são comercializados em grandes volumes diários. Trata-se de uma instituição com um número limitado de membros (corretores), que podem negociar entre si.

Bolsa de valores de Nova York (NYSE) - A maior e mais importante bolsa de valores do Mundo. Também conhecida como Big Board, de onde é apurado o índice Dow-Jones que é composto por 30 empresas.

Bonificação - Ações distribuídas gratuitamente aos acionistas, em decorrência de aumento de capital realizado por incorporação de reservas.

Bonificação em ações (filhotes) - Ações emitidas por uma empresa em decorrência de aumento de capital, realizado por incorporação de reservas e/ou de outros recursos, e distribuídas gratuitamente aos acionistas, na proporção da quantidade de ações que já possuem.

Bonificação em dinheiro - Distribuição aos acionistas, além dos dividendos, de valor em dinheiro referente a reservas até então não incorporadas.

Bônus - Também chamado de obrigação, é qualquer título de dívida pública ou privada (debênture) emitido por uma empresa ou governo para levantar dinheiro com o objetivo de financiar seus gastos.

Bônus Conversível - Bônus cujas cláusulas permitem que seja convertido em ação da empresa que o emitiu a uma razão fixa de troca.

Bônus Descontado - Obrigação cujo valor de emissão, ou preço de cotização, é inferior ao valor facial do título.

Bônus de Subscrição - Certificado emitido junto a uma obrigação que outorga ao subscritor o direito de adquirir, em uma data e a um preço determinados, uma ou várias ações da sociedade emissora. O bônus de subscrição pressupõe um aumento da rentabilidade das obrigações às quais acompanha.

Boom - Fase no mercado de ações em que o volume de transações ultrapassa, acentuadamente, os níveis médios em determinado período, com expressivo aumento das cotações.

Bradies - Papéis da dívida externa de países em desenvolvimento, emitidos a partir de 1994, renegociados de acordo com as regras do Plano Brady. O plano tem esse nome em referência ao ex-secretário do Tesouro Americano, Nicholas Brady, idealizador desse processo.. O reescalonamento baseou-se na emissão de títulos para substituir a dívida externa desses países. Na conversão foi aplicado um desconto no valor dos empréstimos.

Brand ? Marca, marca de fábrica, marca registrada

Break-even (ponto de equilíbrio) - É a quantidade da produção que iguala receitas a despesas, a partir da qual a empresa passa a auferir lucros.

Broker ? Corretor de negócios, de mercadorias, de seguros, de cambio.

BTC - (Banco de Títulos Calispa ) - Serviço oferecido pala Calispa, no qual os investidores tem a possibilidade de disponibilizar suas ações custodiadas na BOVESPA (doadores) para empréstimo a outros investidores interessados(tomadores).

BTN (Bônus do Tesouro Nacional). Este título não existe mais. O Governo emitia as BTNs para captar recursos no mercado financeiro para execução e financiamento das suas dívidas.

Budget ? Orçamento; programa financeiro.

Business ? Negócio, atividade comercial.

Buy ? Compra, comprar

---------------------------------------------------------------------------------------

[C]


Cadastro de Clientes - Conjunto de dados e informações gerais sobre a qualificação dos clientes das sociedades corretoras.

Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) - Órgão ligado ao Ministério da Justiça, encarregado da defesa da concorrência e da repressão ao abuso de poder econômico. O Cade analisa, por exemplo, todas as operações de fusão e aquisição de empresas, para garantir que não haverá prejuízos para o consumidor.

Caderneta de Poupança - Contas bancárias especiais, cujos depósitos recebem correção monetária e juros definidos em 6% ao ano. Desde a sua criação, em 1966, os recursos das cadernetas deveriam ser destinados a programas de crédito imobiliário. Isto é, o dinheiro que fosse depositado nas cadernetas deveria ser emprestado pelas instituições financeiras aos seus clientes que estivessem interessados em comprar a casa própria. A partir de meados dos anos 80, essa característica de instrumento para financiar a habitação foi desaparecendo.

Caixa de Registro e Lquidação - Empresa responsável pela liquidação e compensação das negociações a vista, a termo e de opções, realizadas em bolsa.


Caixa 2 - Expressão usada para descrever o dinheiro que entra em uma empresa sem o devido registro, e que por isso pode ser utilizado sem que sobre ele incidam impostos. O caixa 2 é ilegal e que usa esse subterfúgio pode ser enquadrado criminalmente por sonegação de impostos. Como os recursos do caixa 2 não existem oficialmente, é comum que sejam destinados a finalidades também irregulares, como o pagamento de propinas a políticos e funcionários públicos corruptos.

Calendar Year ? Ano Civil.

Call - Veja Opção de compra de ações.

Câmara de Compensação - Organização que reúne vários bancos de uma localidade com o objetivo de liquidar os débitos entre eles, conpensando todos os cheques emitidos contra cada um dos seus membros mas apresentados para cobrança em qualquer um dos outros.

Câmbio Flutuante, Operação de - Realizar a conversão de Reais por dólar no mercado flutuante. Vide dólar flutuante.

Câmbio Negro ou Câmbio paralelo, Operação de - Realizar a conversão de reais por dólar no mercado paralelo. Vide dólar paralelo.

Câmbio, Operação de - Uma operação de câmbio envolve a negociação de moeda estrangeira através da troca da moeda de um país pela de outro. Uma pessoa que pretende viajar para o exterior precisa fazer uma operação de câmbio, trocando seus reais pela moeda do país a ser visitado.

CANDF ?(Cost And Freight) ? custo e frete. O mesmo que C & F. Condição de preço que inclui o custo da mercadoria e o do frete até o destino.

CANDFC ?(Cost And Freight And Comission) ? Custo, frete e comissão, incluídos no preço. O mesmo que ?C & FC?.

Capital - É um dos fatores de produção formado pela riqueza e que gera renda. Representado em dinheiro, também pode ser definido como todos os meios de produção que foram criados pelo trabalho e que são utilizados para a produção de outros bens. O conceito de capital abrange somente os meios de produção social, aqueles usados na produção de bens e serviços destinados à venda. Fundo de longo prazo com o qual a empresa é financiada. A soma de todos os recursos, bens e valores, mobilizados para a construção de uma empresa

Banco Mundial - É o nome pelo qual é mais conhecido o Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), uma instituição financeira ligada à ONU e criada em 1944. O objetivo inicial do Banco Mundial era ajudar na recuperação dos países europeus cuja economia havia sido aniquilada pela Segunda Guerra Mundial. Atualmente, o Banco Mundial tem como objetivos principais o combate à pobreza e a melhoria nas condições de vida em todo o mundo. O número de países-membros é de 181.

Capital Autorizado - Limite estatutário, de competência de assembléia geral ou do conselho de administração, para aumentar o capital social de uma empresa.

Capital Circulante - Parte do capital destinado às despesas correntes de uma empresa com matérias-primas, salários, estoques de mercadorias, entre outros.

Capital Especulativo - Diz-se do capital que só procura obter vantagens de uma determinada situação, não trazendo benefícios para a economia ou setor no qual se acha investido

Capital Externo - Capital de origem estrangeira

Capital Fechado - Característica do tipo de sociedade anônima em que o capital, representado por ações, é dividido entre poucos acionistas.

Capital Fechado (companhia de) - Empresa com capital de propriedade restrita, cujas ações não podem ser negociadas em bolsas de valores ou no mercado de balcão.


Capital Financeiro - Todas as parcelas do capital de uma empresa que se encontram em estado de liquidez, isto é, podem ser transformadas em qualquer ativo físico de forma imediata. É o capital representado por títulos, obrigações, certificados e outros papéis que podem ser convertidos em dinheiro com rapidez.

Capital Fixo - É aquele representado por imóveis, máquinas e equipamentos.

Capital Humano - Conjunto dos investimentos destinados à formação educacional e profissional de determinada população. O índice de crescimento do capital humano é considerado um dos indicadores do desenvolvimento econômico.

Capital Intensivo - Forma de produção em que a proporção de capital empregado é muito elevada em relação aos demais insumos ou fatores de produção. Neste sentido, mede-se a intensidade de emprego de capital por pessoa empregada.

Capital de Giro - Parte dos bens de uma empresa representados pelo estoque de produtos e pelo disponível (imediatamente e a curto prazo). Capital utilizado pela empresa para financiar sua produção, suas vendas, seu estoque

Capital de Risco - É o dinheiro investido em atividades em que existe possibilidade de perdas. Normalmente estes investimentos são feitos por empresas ou instituições privadas.

Capital Social - Montante de capital de uma sociedade anônima que os acionistas vinculam a seu patrimônio como recursos próprios, destinados ao cumprimento dos objetivos da mesma.

Capital Social Subscrito a Integralizar - Parcela de subscrição que o acionista deverá pagar, de acordo com determinação do órgão que autorizou o aumento de capital de uma sociedade.

Capital Social Subscrito e Realizado - Montante de capital social acrescido da parcela de subscrição paga pelo acionista.

Capital de Terceiros - Valor dos recursos de terceiros utilizados para a manutenção da atividade de uma empresa.

Capitalismo - Sistema econômico baseado na propriedade privada dos meios de produção e sua utilização com fins lucrativos. Por extensão regime fundamentado na dissociação entre os proprietários dos meios de produção, que os utilizam com o objetivo de lucro, e os trabalhadores, que efetivamente realizam a produção mediante o pagamento de um salário que remunera sua força de trabalho.

Capitalização - É a ampliação do patrimônio de uma empresa ou instituição com a injeção de dinheiro novo. Pode ser feita de várias maneiras. As principais são a emissão de ações ou títulos (que são vendidos, e o dinheiro resultante é incorporado ao capital da empresa) ou a venda de parte da companhia a um novo sócio (conhecido como sócio estratégico).

Captação - Obtenção de recursos para aplicação a curto, médio e/ou longo prazos.

Carência - Período de tempo adotado nos seguros de Vida e Saúde em substituição ao exame médico. Período em que a responsabilidade do segurador, em relação ao contrato de seguro, fica suspensa, a não ser por morte acidental. Falecendo o segurado de morte natural durante o referido período, sem que seja devida indenização, total ou parcial, os prêmios pagos são restituídos ao beneficiário indicado.

Carga Tributária - É o esforço fiscal do governo. O montante de impostos arrecadados no país. A carga é medida em percentual do PIB. No Brasil, a arrecadação de impostos representa cerca de um terço das riquezas produzidas no país

Carregamento - É o percentual incidente sobre as contribuições pagas, para atender às despesas administrativas, de corretagem e colocação do plano de previdência. Acréscimo; Margem adicionada.

Carta de Crédito - Carta cujo signatário autoriza o destinatário a entregar a uma terceira pessoa certa importância em dinheiro ou determinada quantidade de mercadorias.

Cartão de Débito - É um cartão em que você é debitado em conta corrente no ato da compra

Cartão Co-Branded - É uma variação do cartão de afinidade. O cartão carrega o logotipo da empresa associada e a bandeira, trazendo vantagens específicas para seus associados como, por exemplo: milhagem aérea e descontos progressivos na anuidade.

Carteira - É o valor que uma determinada pessoa física ou jurídica possui em um tipo de investimento. Uma pessoa que investe na bolsa de valores, por exemplo, possui uma carteira de ações. Do mesmo modo, um banco pode ter uma carteira de títulos públicos ou uma carteira imobiliária (formada pelos contratos de financiamento que ele disponibiliza), entre outras.

Carteira de ações - Conjunto de ações de diferentes empresas, de propriedade de pessoas físicas ou jurídicas.

Carteira de títulos - Conjunto de títulos de rendas fixa e variável, de propriedade de pessoas físicas ou jurídicas.

Cartel - Grupo de empresas que fazem um acordo para agir coordenadamente, visando seus interesses comuns. O tipo de cartel mais comum é o de empresas que produzem artigos semelhantes e/ou operam em mercados semelhantes. O cartel fixa os preços e as quotas de cada empresa.

Cartel Imperfeito (ou modelo de liderança de preço) - É o cartel em que existem empresas líderes, que têm maior tamanho e/ou custos menores e que fixam os preços no mercado, ficando com a maior quota. A empresa (ou empresas) líder(es) fixa(m) um preço que lhe(s) garante um lucro de monopólio, e as demais empresas do mercado consideram esse preço dado (como em concorrência perfeita).

Cartel Perfeito - É o cartel no qual todas as empresas têm a mesma participação ou quota de produção. A administração do cartel fixa um preço comum, agindo como um bloco monopolista. E a chamada solução de monopólio do cartel.

Casa da Moeda - É a instituição encarregada de fabricar moedas e cédulas no Brasil. Ela também detém o monopólio sobre a impressão de passaportes e selos postais e imprime dinheiro também para outros países, como o Paraguai, a Venezuela e a Guiné Bissau. Não deve ser confundida com o Banco Central: a Casa da Moeda apenas fabrica o dinheiro, cumprindo ordens do Banco Central, que é o responsável pela política monetária do país.

Cash ? Dinheiro contado à vista; pagamento em dinheiro. Cash Basis ? venda à dinheiro, Cash Discount ? desconto para pagamento à vista.

Certificado de Depósito - Colocação de fundos por tempo determinado em uma instituição financeira. Estes títulos são negociáveis no mercado secundário e, portanto, podem ser comprados e vendidos antes de seu vencimento.

Cash Flow - É o fluxo de caixa, as previsões e o registro do movimento de entrada e saída de dinheiro de uma empresa, órgão governamental ou mesmo de uma família.

Cautela - Certificado que materializa a existência de um determinado número de ações; também chamada título múltiplo.

Caução - Compromisso assumido por uma pessoa de tomar a si a responsabilidade de cumprir uma obrigação subscrita por outra pessoa, no caso desta falhar. Depósito de títulos ou valores efetuados para o credor, visando garantir o cumprimento de obrigação assumida.O beneficiário da caução é normalmente chamado devedor principal.

C-Bonds - Título da dívida externa do governo brasileiro mais negociados no mercado internacional.

CBLC ( Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia) - Sociedade anônima com capital fechado, com sede na capital do estado de São Paulo, que provê serviços de compensação, liquidação e controle de risco das operações. A CBLC também presta o Serviço de Custódia Fungível de ativos e administra o Banco de Títulos CBLC ? BTC. É uma organização auto-reguladora, supervisionada pela Comissão de Valores Mobiliários - CVM.

CC5 - São as contas correntes mantidas por pessoas físicas e jurídicas que não residem no Brasil. Em momentos de crise, grande parte dos recursos saem por essas contas

CDB ( Certificado de Depósito Bancário) - É um título de captação de recursos do setor privado, cujas taxas são expressas em % ao ano. É o mais procurado pelo fato de ser transferível por endosso nominativo, ou seja poder ser vendido a qualquer hora dentro do prazo contratado com pequeno deságio. É conhecido como depósito a prazo.

CDC (Crédito Direto ao Consumidor) - Financiamento pessoal concedido para aquisição de bens e serviços. O crédito é geralmente utilizado para a aquisição de eletrodomésticos e veículos.

CDI (Certificado de Depósito Interbancário) - Assim como o CDB, esta é uma modalidade de aplicação que pode render tanto uma taxa de juros fixa quanto variável. No entanto este certificado é negociado exclusivamente entre bancos. Essas transações são fechadas por meio eletrônico e registradas nos computadores das instituições envolvidas e nos terminais do CETIP (Central de Custódia e Liquidação de Títulos Privados).. A maioria das operações são negociadas por um dia. A taxa média diária do CDI de um dia é utilizada como referencial para o custo do dinheiro (juros). Por este motivo, esta taxa também é utilizada como referencial para avaliar a rentabilidade das aplicações em fundos de investimento.

Certificado - Documento que comprova a existência e a posse de determinada quantidade de ações.

Certificado de Depósito - Título representativo das ações depositadas em uma instituição financeira. Algumas empresa do Mercosul são negociadas nas bolsas de valores brasileiras por meio desse mecanismo.

Certificado de Desdobro - Comprovante do desdobramento de um certificado de ações em vários outros.

Certificado do Participante - É o documento particular do participante que elenca as características principais do plano de previdência contratado, em especial as cláusulas e critérios relativos aos benefícios.

Cessão de Cotas - Ceder a titularidade das cotas de um fundo para outra pessoa.

Cesta Básica - Conjunto de bens que satisfazem as necessidades básicas de uma família de trabalhadores. O conceito de necessidades básicas varia conforme o nível médio de renda da população alvo. Como exemplo pode-se citar a cesta básica elaborada pelo Procon- São Paulo, que computa o preço médio de uma cesta de produtos alimentares, de higiene e limpeza consumidos por uma família padrão de quatro pessoas com renda de 10,3 salários mínimos, na região metropolitana de São Paulo.

CETIP (Central de Custódia e Liquidação de Títulos) - Local onde se custodiam, registram e liquidam financeiramente as operações feitas com todos os papéis privados e os títulos estaduais e municipais que ficaram de fora das regras de rolagem. Na CETIP ficam garantidas as operações, pois quem compra tem certeza da validade do título e quem vende tem certeza do recebimento do valor.

Chamada de Bônus - Resgate de bônus pelo emitente, mediante o pagamento antes do vencimento.

Chamada de Capital - Subscrição de ações novas, com ou sem ágio, para aumentar o capital de uma empresa.

Change ? Mudança, alteração, variação. O mesmo que Exchange ? câmbio.

Charm Price ? Preço de promoção.

Circuit Breaker - Artifício de segurança usado nas bolsas de valores para evitar que o pânico provocado por uma queda momentânea cause perdas muito acentuadas a empresas e investidores. No Brasil, quando o índice Bovespa cai em 10%, soa uma sirene que interrompe o pregão durante 30 minutos. Se a queda persistir, o sistema é acionado novamente quando a queda atinge 15%.

CIF (Cost, Insurance And Freight) ? custo, seguro e frete. Condição de venda cuja menção é seguida do nome do porto de destino; expressão utilizada na cotação de preços, significa por preço se entende a mercadoria posta no porto de destino, frete pago e seguro coberto.

Cisão - É o processo de transferência, por uma empresa, de parcelas de seu patrimônio a uma ou mais sociedades, já existentes ou constituídas para esse fim, extinguindo-se a empresa cindida se houver versão de todo o sue patrimônio.

City - A City é uma região, no centro de Londres, que concentra as principais instituições financeiras do país e onde se situa também o banco central inglês (o Bank of England). É o similar europeu de Wall Street, o centro financeiro de Nova York.

Clearance Sale ? Venda de liquidação.

Clearing Compensação. - Nos pagamentos internacionais, os acordos de clearing são mecanismos de pagamento por compensação que admitem, contudo, modalidades diferentes, segundo os países e as épocas.

Clube de Investimentos - Grupo de pessoas físicas (máximo de 150), que aplica recursos de uma carteira diversificada de ações, administrada por uma instituição financeira autorizada.

Clusters - Aglomerado de indústrias de um setor e de seus fornecedores de matéria-prima.

Cobertura - Garantia de indenização ao Segurado ou aos seus beneficiários dos prejuízos decorrentes da ocorrência de um dos riscos previstos no contrato do seguro.

COD (Cash On Delivery) ? Entrega de mercadoria contra pagamento.

Coeficiente Técnico de Produção - Mede o que determinado setor de atividade adquire de outro setor como insumo de produção, em relação ao valor total de sua produção. É obtido a partir da matriz insumo-produto.

Coeteris Paribus - Expressão latina que significa tudo o mais constante.

COFECON (Conselho Federal De Economia) - É uma autarquia federal criada por lei com a finalidade de disciplinar e normatizar o exercício da profissão de economista, em todo território nacional.

Cofins ( Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) - É uma taxa cobrada pelo governo federal, cujos recursos são destinados à Previdência Social. A Cofins equivale a 3% da receita bruta mensal das empresas.

Colocação Indireta - Aumento de capital realizado mediante subscrição, no qual a totalidade das ações é adquirida por uma instituição financeira ou por um grupo reunido em consórcio, para posterior colocação no mercado secundário.

Colocação Direta - Aumento de capital realizado mediante subscrição de ações, pelos acionistas, diretamente em uma empresa.

Combinação de Opções - Compra ou venda de duas ou mais séries de opções sobre a mesma ação- objeto, porém com preços de exercício e/ou datas de vencimento diferentes.

Comission Fee ? Taxa de comissão.

Comissão (Cartão de Crédito) - É a comissão paga pelo estabelecimento à instituição que o afiliou pela utilização do cartão por parte do usuário. Esta comissão varia de acordo com a negociação entre a instituição e o estabelecimento.

Comissão Nacional de Bolsas de Valores ( CNBV ) - Associação civil sem fins lucrativos, que tem a função de representar os interesses das bolsas de valores do País perante as autoridades monetárias e reguladoras do mercado.

Comitente - Pessoa que encarrega uma outra de comprar, vender ou participar de qualquer ato, sob suas ordens por sua conta, mediante certa remuneração a que se dá o nome de comissão.

Commercial Paper - Nota promissória emitida por uma empresa no mercado externo para captação de recursos à curto prazo, gerando portanto uma dívida de curto prazo para a empresa. Uma modalidade de captação de recursos no exterior para atender necessidades financeiras de uma empresa (expansão, investimentos, etc).

Commodity - Palavra geralmente utilizada no plural - commodities. Palavra inglesa que significa mercadoria, mas no mercado financeiro é utilizada para indicar um tipo de produto, geralmente agrícola ou mineral, de grande importância econômica internacional porque é amplamente negociado entre importadores e exportadores. Estes negócios se referem a entrega futura de mercadorias, mas não significa necessariamente que há movimento físico de produtos nas bolsas. O que se negocia são contratos. Existem bolsas de valores específicas para negociar commodities. Alguns exemplos de commodities seriam: café, algodão, soja, cobre, petróleo.

Companhia aberta - Veja em capital aberto.

Compra em margem - Aquisição de ações a vista, com recursos obtidos pelo investidor por meio de um financiamento com uma sociedade corretora que opere em Bolsa. É uma modalidade de operação de conta margem.

Compulsório - Parte dos recursos aplicados em depósitos à vista e a prazo que ficam retidos no Banco Central, por determinação do mesmo. "Recolher o compulsório" significa a obrigação que as instituições financeiras têm de depositar no BACEN o percentual por este determinado, sobre o montante de seus depósitos à vista e à prazo. Quando os responsáveis pela política econômica decidem "enxugar o mercado", ou seja, retirar dinheiro de circulação, uma forma bastante comum de fazer isso é aumentar o percentual do recolhimento compulsório.

Compulsório sobre Fundos de Investimento - Por determinação do Banco Central, os fundos de investimento também recolhem compulsório sobre os valores aplicados no fundo. Atualmente, os fundos de curto prazo recolhem 50% de compulsório, os fundos de trinta dias recolhem 5% e os fundos de 60 dias ou mais, não recolhem compulsório. Essas diferenças nos percentuais explicam, em parte, a diferença de rentabilidade entre essas modalidades de fundos. É importante ressaltar que esses recolhimentos não afetam o investidor do fundo, pois a quantia por ele aplicada é transformada em cotas do fundo, podendo ser resgatada a qualquer momento, respeitadas as carências e independente dos valores recolhidos ao Banco Central.

Concordata - Benefício concedido por lei à empresa insolvente, que não tem condições momentâneas de saldar seus compromissos, para evitar ou suspender a declaração de sua falência, ficando obrigada a liquidar suas dívidas dentro de um prazo estabelecido judicialmente.

Concorrência Monopolística (ou imperfeita) - É a estrutura de mercado com inúmeras empresas, produto diferenciado, livre acesso de firmas ao mercado.

Concorrência perfeita - É a estrutura de mercado com número infinito de firmas, produto homogêneo, não existindo barreiras à entrada de firmas.

Condições Gerais de um Seguro - Conjunto de cláusulas contratuais que obrigam e dão direitos tanto ao Segurado como ao Segurador. Dizem respeito a todos os contratos de um mesmo ramo de seguro.

Condições Particulares de um Seguro - Conjunto de cláusulas contratuais que obrigam e dão direitos tanto ao Segurado como ao Segurador. Dizem respeito às diferentes modalidades de cobertura que possam existir dentro de um mesmo ramo de seguro

Condomínio - O conceito de condomínio é análogo ao de condomínio de um prédio residencial. Todo fundo de investimento é um condomínio, aberto ou fechado. Os fundos de investimento disponíveis para os investidores aplicarem são condomínios abertos, no sentido de que qualquer investidor que possua a quantia para a aplicação mínima definida e que deseje aplicar, pode ser um cotista do fundo, tornando-se então um "condômino" com direitos e obrigações estabelecidos pelo regulamento específico daquele fundo.

Confirmação - Aviso que o corretor dá ao cliente da efetivação de uma negociação com ações.

Confirmed Credit - Crédito confirmado. Diz-se quando o banco correspondente assegura ao beneficiado o pagamento do crédito que lhe for aberto por terceiros.

Conjuntura - Elementos constitutivos da situação econômica de um setor, de um ramo de atividade, de uma região ou de um país em um determinado momento.

Conselho Monetário Nacional (CMN) - Instituição formada por representantes dos ministérios da área econômica, de órgãos públicos e entidades privadas que reúne-se uma vez por semana. Atua como uma espécie de fiscal da política econômica e é responsável pelas normas dos ajustes dos meios de pagamento de acordo com as necessidades do país, devendo regular o valor interno da moeda, corrigir surtos inflacionários ou deflacionários e coordenar as políticas creditícia, monetária, fiscal, orçamentária e da dívida pública. É responsável pelas emissões de papel-moeda, pela fixação de normas para a política cambial, pela aprovação de orçamentos monetários e pela limitação das taxas de juros.

Conservador - Característica do investidor ou do fundo de investimento que procura aplicações com menor risco e portanto com retornos mais estáveis ao longo do tempo.

Consumer ? Consumidor. Consumer goods ? produtos de consumo freqüente.

Contabilidade Social - É o registro contábil da atividade econômica de um país, num dado período (normalmente um ano). Preocupa-se com a definição e os métodos de quantificação dos principais agregados macroeconômicos, como Produto Nacional, Consumo Global, Investimentos, Exportações etc.

Contra-Cheque - É a denominação carioca do recibo de salário.

Contrato de Futuros - Obrigação de entregar e receber produtos ou serviços em data futura.

Controle de Câmbio - Situação na qual um governo regula as negociações cambiais, estabelecendo certo tipo de câmbio, cujo objetivo é controlar as entradas ou saídas excessivas de capital do país.

Controles de Preços e Salários - Situam-se em categoria própria de política econômica. A característica especial é que, nesses controles, os agentes econômicos ficam proibidos de levar a cabo o que fariam, em resposta a influências econômicas normais do mercado (tabelamentos e congelamentos, fixação da política salarial).

Conta Margem - Forma de negociação de ações que possibilita ao investidor obter, em uma sociedade corretora, financiamento para a compra dos títulos e/ou empréstimo dos papéis para a venda. Essas operações são feitas no mercado a vista de bolsa. O custo e liquidação dos títulos e sua devolução, são pactuados diretamente entre o investidor e a corretora.

Contas Públicas - O resultado das contas do setor público é conhecido como déficit público - que representa o excesso de gastos do Governo (em suas diferentes instâncias: Governo Federal e Banco Central ; Estados e Municípios, ainda, empresas estatais) frente as suas receitas. Entretanto, esta contabilidade pode ser dividida em três níveis: (1) Déficit Nominal: corresponde ao resultado nominal das contas do setor público, ou seja, não é excluído o efeito da inflação sobre o fluxo de receitas e despesas do governo. (2) Déficit Operacional: corresponde ao resultado real das contas públicas, ou seja, exclui-se do resultado nominal o efeito da inflação. (3) Déficit Primário: corresponde ao resultado fiscal das contas públicas, ou seja, exclui-se do resultado operacional a despesa com juros que o Governo tem que pagar sobre as suas dívidas. Assim, o resultado puro das contas do Governo é representado pelo déficit primário, que diz, sem o efeito da inflação e dos juros pagos sobre as suas dívidas, se ele gastou mais ou menos do que a sua receita permitia. Entretanto, com as altas taxas de juros praticadas e o crescimento da dívida mobiliária, o acompanhamento do déficit no conceito operacional vem sendo cada vez mais relevante, uma vez que a despesa com juros representa uma grande fonte de gastos para o Governo. À medida que a estabilidade de preços for se firmando no país, o conceito de déficit nominal ganhará maior relevância, pois o efeito diminuto da inflação deverá dar novo sentido a esta estatística - tendendo a substituir a relevância do conceito operacional. O Banco Central divulga estes três conceitos de déficit público, só que sob a ótica da necessidade do seu financiamento. Ou seja, é divulgada a série de necessidades de financiamento do setor público, que é o mesmo que dizer: se o governo tem necessidade de financiamento, é por que tem déficit; enquanto que, se apresentar uma necessidade de financiamento "negativa", isso quer dizer que ele teve um superávit, ou seja, gastou menos do que arrecadou.

Conta de Serviços - Além das receitas e despesas com viagens internacionais, registra também os gastos sobre a dívida, a contratação de fretes e seguros e as remessas de lucros e dividendos das empresas brasileiras.

Conta Turismo - Mostra os gastos de brasileiros em viagens internacionais e as receitas obtidas pelo país quando estrangeiros visitam o Brasil.

Contrato de Câmbio - Contrato para troca de moedas. O contrato de câmbio entre dólar e real fixa a quantidade de reais que devem ser trocados por uma quantidade de dólares. Empresas exportadoras e importadoras utilizam frequentemente contratos de câmbio, que têm suas regras estabelecidas pelo Banco Central.

Contrato Futuro - São contratos padronizados pela BM&F e através dos quais são negociados diferentes ativos financeiros.

Contrato de Opção - É o contrato pelo qual se firma o direito de uma parte comprar ou vender a outra parte, até(ou em) determinada data, uma quantidade de um ativo-objeto a um preço pré-estabelecido.

Contribuição - É o valor de aporte efetuado ao plano de previdência.

Controle acionário - Posse, por um acionista ou grupo de acionistas, da maior parcela de ações, com direito a voto, de uma empresa, garantindo o poder de decisão sobre ela.

Convênio - Ato administrativo que permite a liberação do recurso previsto no OGU. Quando o Governo vai, por exemplo, financiar uma obra em um município, assina um convênio com o prefeito

Conversão - Mudança das características de um título. No caso de ações, pode ser sua transformação, quanto à forma (de nominativa para escritural ou de ordinárias em preferenciais ou vice-versa), dependendo de deliberação de assembléia geral extraordinária e do disposto no estatuto social de uma sociedade anônima.

Conversibilidade - É a possibilidade de converter a moeda de um país por outra, estrangeira. É o que acontece na Argentina, onde a conversibilidade é lei: qualquer pessoa pode trocar um peso, a moeda local, por um dólar. No Brasil, o real é uma moeda de curso forçado. Ou seja, por lei, é a única moeda aceita no país, e não é conversível.

Copom - (Conselho de Política Monetária) Órgão governamental encarregado de formular a política monetária do País.

Corporativismo - Sistema que confere papel de direção e poder regulamentador a sindicatos únicos( patronais ou de trabalhadores), constituídos por profissão.

Corretagem - É o ato de intermediar uma transação entre comprador e vendedor de títulos, ações, imóveis e outras mercadorias. Taxa de remuneração de um intermediário financeiro na compra e venda de títulos.

Corretor - Faz a ponte entre o comprador e o vendedor, recebendo comissões sobre a transação como remuneração por seu trabalho.

Corretora - Veja Sociedade Corretora.

Correção Monetária - É o reajuste periódico de certos preços na economia pelo valor da inflação passada, com o objetivo de compensar a perda do poder aquisitivo da moeda. Desde a implantação do Plano Real, em 1994, a correção monetária está oficialmente extinta no país. A lei permite que apenas uns poucos tipos de contrato, todos com duração superior a um ano, possam sofrer correção monetária.

Cost ? Custo, gasto, encargo.

Costumer ? Cliente.

Cota - Fração de um fundo. Todo valor aplicado em um fundo é transformado em uma quantidade de cotas que irão evoluir de acordo com o desempenho da carteira do fundo. Todo investidor de um fundo é proprietário de cotas desse fundo. Multiplicando a quantidade de cotas pelo valor atualizado da cota, o investidor obtém o valor atualizado do seu investimento inicial.

Cotação - Preço registrado no ato da negociação com títulos em bolsa de valores.

Cotação de Abertura - Cotação de um título na primeira operação realizada em um dia de negociação.

Cotação de Fechamento - Cotação de fechamento. Última cotação de um título em um dia de negociação.

Cotação Máxima - A maior cotação atingida por um título no decorrer de um dia de negociação.

Cotação Média - Cotação média de um título, constatada no decorrer de um dia de negociação.

Cotação Mínima - A menor cotação de um título, constatada no decorrer de um dia de negociação.

CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) - Contribuição federal que é cobrada sobre todo dinheiro que sai de uma conta corrente, não importando o motivo da retirada, seja para pagar uma conta, seja para aplicar em um fundo de investimento.

Crash - Denominação dada a uma forte queda nas bolsas de valores. Por extensão desastre financeiro.

Crawling Peg - Sistema de desvalorização progressiva e controlada de uma moeda, implementado pelas autoridades monetárias de um país na tentativa de ajustar o tipo de câmbio às variáveis de inflação e juros.

Credit Rating ? Índice de crédito. Avaliação ou classificação de pessoas ou firmas quanto a sua capacidade de cumprir obrigações financeiras e comerciais assumidas.

Credit Terms ? Condições de crédito ou forma de pagamento a crédito.

Crescimento Econômico - É o crescimento contínuo da renda per capita ao longo do tempo.

Critério de Desempenho - São as metas do acordo com o FMI pelas quais o Brasil é avaliado. O descumprimento destas metas significa a interrupção dos repasses das parcelas de empréstimos e necessidade de nova renegociação.

Cupom - Valor pago periodicamente atrelado a algum título.

Cupom Cambial - É a taxa de juros relevante para o investidor estrangeiro. Corresponde à taxa de juros doméstica (Selic) líquida de impostos (de renda, IOF, CPMF), corrigida pela variação esperada na taxa de câmbio.

Currency Board (Comitê da moeda) - Método de administração monetária em que um país só pode emitir moeda quando possui reservas em igual valor de moeda estrangeira. É um sistema que parte da idéia da conversibilidade - ou seja, da possibilidade de trocar moeda nacional por dólar ou outra moeda forte. Nesse caso, a confiança que a população tem na moeda vem do fato de ela estar vinculada ao dólar. Atualmente, há currency boards em funcionamento em Cingapura, Brunei, Hong Kong e na Estônia.

Currency Rate ? Taxa de câmbio vigorante por ocasião do fechamento de uma operação cambial.

Curto Prazo - É o período de tempo no qual existe pelo menos um fator de produção fixo.

Curva (fronteira) de Possibilidades de Produção (C) - Representa a fronteira máxima que a economia pode produzir, dados os recursos produtivos limitados. Mostra as alternativas de produção da sociedade, supondo os recursos plenamente empregados.

Curva IS - É a curva que representa o conjunto de pontos de equilíbrio da taxa de juros e do nível de renda no mercado de bens e serviços.

Curva LM - É a curva que representa o conjunto de pontos de equilíbrio da taxa de juros e do nível de renda no mercado monetário.

Curva de Phillips - É a curva que revela que há uma relação inversa entre taxas de inflação e taxas de desemprego.

Custeio - São as chamadas despesas do dia-a-dia do Governo. As despesas necessárias para que possam funcionar os ministérios, departamentos e órgãos da administração pública. No OGU, essas despesas aparecem com o nome de "outras despesas correntes". Não entram aí as despesas com o folha de pagamento.

Custódia fungível - Serviço de custódia do qual os valores mobiliários retirados podem não ser os mesmos depositados, embora sejam das mesmas espécie, qualidade e quantidade. Deixa de existir a necessidade de ser retirar exatamente o mesmo certificado depositado.

Custódia infungível - Serviço de custódia no qual os valores mobiliários depositados são mantidos discriminalmente pelo depositante.

Custódia de Títulos - Serviço de guarda de títulos e de exercício de direitos, prestado aos investidores.

Custos contábeis - Envolvem dispêndio monetário. E o custo explícito, considerado na contabilidade privada.

Custo Fixo Médio (CFMe) - É o custo fixo total dividido pela quantidade produzida.

Custo Fixo Total (CFT) - É a parcela do custo que se mantém fixa, quando a produção varia (por exemplo, aluguéis); ou seja, são os gastos com fatores fixos de produção.

Custo de longo prazo - É a parcela do custo que varia, quando a produção varia (salários e matérias-primas). Depende da quantidade produzida.

Custo Marginal (CMg) - É a variação do custo total, dada uma variação na quantidade produzida.

Custo de oportunidade - É o grau de sacrifício que se faz ao optar pela produção de um bem, em termos da produção alternativa sacrificada. Também chamado de custo alternativo ou custo implícito (por não envolver desembolso monetário).

Custo Total (CT) - É o gasto total da empresa com fatores de produção. Compõe-se de custos variáveis e custos fixos.

Custo Total Médio (CTMe ou CMe) - É o custo total dividido pela quantidade produzida. Também chamado de custo unitário.

Custo Variável Médio (CVMe) - É o custo variável total dividido pela quantidade produzida.

Custo Variável Total (CVT) - É a parcela do custo que varia, quando a produção varia (salários e matérias-primas). Depende da quantidade produzida.

CVM - (Comissão de Valores Mobiliários) .A CVM é o órgão regulador dos mercados de bolsa e de balcão, criado em 1976, , semelhante à SEC norte-americana. especificamente voltada para o desenvolvimento, a disciplina e a fiscalização desses mercados.

---------------------------------------------------------------------------------------

[D]


D+ - Jargão utilizado no mercado financeiro que expressa o dia da operação e o dia da sua liquidação. D+0= hoje; D+1= amanhã; D+2= depois de amanhã; e assim por diante. Ex.: o cliente enviou um DOC hoje, mas ele será creditado apenas amanhã. O crédito do DOC ocorre em D+1. O "D" significa o dia em que a operação foi comandada ou combinada verbalmente (tal como uma ordem de resgate de um fundo, pelo telefone). O "+ seguido de um número" significa o número de dias necessário para que a instituição financeira efetive realmente a operação. Ex.: as ordens de resgate em fundos de ações ocorrem geralmente em D+3. O investidor ordena o resgate hoje (em "D") e o crédito em sua conta corrente ocorrerá três dias depois, com o valor da cota de "D".

Data de Exercício da Opção - Data de registro em pregão da operação de compra ou venda a vista das ações-objeto da opção.

Data Ex-Direito - Data em que uma ação começará a ser negociada ex-direito (dividendo, bonificação e subscrição), na bolsa de valores.

Data de Inscrição - É a data do registro, pela EAPP, da proposta de inscrição do interessado em participar do plano de previdência, concomitantemente à comprovação do pagamento da primeira contribuição.


Data de Vencimento da Opção - O dia em que se extingue o direito de uma opção.

Day-Trade - Conjugação de operações de compra e de venda realizadas em um mesmo dia, dos mesmos títulos, para um mesmo comitente, por uma mesma sociedade corretora, liquidadas por meio de um único agente de compensação, cuja liquidação é exclusivamente financeira. As operações de day trade só podem ser efetuadas no mercado futuro e no mercado de opções, vedadas mo mercado à vista.

Deal ? Negócio, Transação.

Dealer - São as instituições credenciadas pelo Banco Central a participar dos leilões informais Os dealers são escolhidos dentre os bancos mais ativos no mercado. Uma espécie de clube fechado. Por esse privilégio, a instituição dealer têm algumas obrigações, como transmitir ao mercado financeiro as comunicações do BACEN sobre leilões, juros, etc. E apresentar lance em todos os leilões de títulos. Esse clube tem periodicamente instituições entrando e outras saindo. A lista de instituições dealers não está formalizada mas o mercado sabe quem são elas.

Debênture - É um dos tipos de títulos que uma empresa pode lançar no mercado, e assim captar dinheiro para seus investimentos. Quem possui debêntures tem direito a um rendimento garantido. Debêntures podem ser comprados e vendidos, como se fossem ações, ao final de um prazo definido pela empresa O portador de um debênture é um credor da empresa que a emitiu, ao contrário do acionista, que é um dos proprietários dela.

Debêntures conversíveis em ações - Aquelas que, por opção de seu portador, podem ser convertidas em ações, em épocas e condições predeterminadas.

Debit ? Débito, obrigação de pagar alguém.

Deduções estatuárias - Parte dos lucros de uma empresa que, conforme determinação de seu estatuto social, não é distribuída aos acionistas.

Default - Palavra de origem francesa, que pode ser traduzida por calote, falta, omissão, negligência. Ocorre quando um devedor deixa de honrar seus compromissos no prazo e nas condições previstas.

Déficit - Saldo que ocorre quando os pagamentos superam as entradas.

Déficit de Caixa ou Execução Financeira do Tesouro - É a parcela do déficit público financiada pelas Autoridades.

Déficit Comercial - Reflete a diferença entre o que o país arrecadou com as exportações e o que gastou com as importações. Quando o resultado é negativo (as importações são maiores que as exportações) denominamos déficit comercial. Se o resultado positivo chamamos de superávit comercial.

Déficit em Conta Corrente - É o resultado das transações comerciais do país como o mundo (incluindo as exportações e as importações), mais os serviços e as chamadas transferências unilaterais. Reflete a quantia, em dólares, que falta ao Governo para quitar seu saldo negativo na balança comercial. Inclui ainda outros custos, como o de seguros, fretes marítimos e os demais gastos do comércio externo.

Déficit Fiscal ou Primário- Ocorre quando os gastos do governo excedem a arrecadação com impostos. O governo é forçado a cobrir esse déficit pegando dinheiro emprestado (aumentando sua dívida) ou imprimindo dinheiro. Não inclui juros e correção da divida passada.

Déficit Nominal - Valor que se gasta acima do que se arrecada, durante um certo período de tempo. É o conceito mais abrangente de déficit, incluindo os juros e correções monetária e cambial da dívida passada. Ex: quando se declara que "o déficit nominal do Governo no ano foi de R$ 50 Bilhões", significa que as despesas do Governo foram R$ 50 Bilhões acima do valor das receitas.

Déficit Operacional (ou Necessidades de Financiamento) - Inclui os juros reais da dívida pública, não considerando a correção monetária e cambial.

Déficit Previdenciário - É a diferença entre o que o Governo arrecada com a contribuição do funcionalismo público e contribuintes da iniciativa privada e o que paga através de benefícios.


Déficit Público - Valor que o Governo gasta acima do que arrecada, durante um período de tempo, considerando-se os valores nominais, ou seja, somando a inflação e a correção monetária do período. Geralmente a expressão diz respeito ao Governo Federal, mas pode ser aplicada também a governos estaduais.

Deflação - É a queda do nível geral de preços. O oposto de inflação. Ocorre quando retiramos o efeito da inflação das séries monetárias ou nominais. É calculada baseada na divisão da série monetária por um índice de preços (chamado de deflator).

Delivery Note ? Nota fiscal.

Demanda - Quantidade de um bem ou serviço que pode ser adquirida por um preço definido, em um dado mercado, durante uma unidade de tempo determinada. A expressão "aquecimento da demanda" significa que a procura por determinado bem ou serviço aumentou consideravelmente.

Demanda de Moeda para Transações - É a parcela da demanda de moeda que o público retém com o objetivo de satisfazer a suas transações normais do dia-a-dia. Depende do nível de renda: maior o nível de renda, maior a necessidade de moeda para transações.

Demanda de Moeda por Especulação - É a parcela da demanda de moeda que o público retém, com o objetivo de auferir algum ganho futuro na compra de ativos (títulos, imóveis etc.). Depende do nível das taxas de juros de mercado: maior a taxa de juros, mais as pessoas aplicarão em ativos, e menor a retenção de moeda para especulação.

Demanda de Moeda por Precaução - É a parcela da demanda de moeda que as pessoas retêm para fazer face a imprevistos, como pagamentos inesperados ou recebimentos atrasados. Depende do nível de renda: maior a empresa, ou mais ricos os indivíduos, maior a necessidade de guardar moeda por precaução.

Demanda Total de Moeda - É a soma da demanda por transações, da demanda por precaução e da demanda especulativa de moeda.

Democratização do Capital - Processo pelo qual a propriedade de uma empresa fechada se transfere, total ou parcialmente, para um grande número de pessoas que desejam dela participar e que não mantêm, necessariamente, relações entre si, como grupo controlador ou com a própria companhia.

Depósitos à Prazo - Ingressos realizados em uma instituição financeira, a uma taxa acordada, durante tempo determinado.

Depósitos à Vista - Fundos depositados em uma instituição financeira que podem ser retirados a qualquer momento.

Depósito Compulsório - Os bancos mantém parte de seus depósitos no Banco Central. Parte destes depósitos são voluntários - para cobrir eventuais déficits na compensação bancária - , e parte são compulsórias. As Reservas Compulsórias são uma proporção dos depósitos à vista e a prazo (sendo que por um curto prazo de tempo também exigiu-se compulsórios sobre operações de empréstimos, avais e fianças) que os bancos tem que recolher no Bacen, obrigatoriamente. Quem fixa este percentual é o CMN, com o propósito de limitar a expansão das operações de crédito na economia.

Depredação - É o consumo do estoque de capital físico, em determinado período.

Depressão - Fase do ciclo econômico, característica das economias capitalistas, marcada pela diminuição da produção, uma tendência à baixa dos preços e ao aumento do desemprego.

Derivativos - São os valores mobiliários cujos valores e características de negociação estão amarrados aos ativos que lhes servem de referência.

Deságio - Diferença, para menos, entre o valor nominal e o preço de compra de um título de crédito

Desconto - Quantia deduzida do valor nominal de notas promissórias, letras de Câmbio e duplicatas, quando são pagas antes do prazo estipulado. A mais frequente operação de desconto é a realizada pelos bancos, que recebem por um preço menor as duplicatas emitidas por uma empresa contra seus clientes.

Desdobramento de Cautelas - Sistema de desdobramento de ações, efetuado pelas bolsas de valores, de modo a adequar a quantidade de ações ao lote-padrão.

Desemprego - O desemprego é um dos problemas mais graves da economia capitalista moderna. Ele sempre existiu, mas até duas décadas atrás ele era cíclico: as empresas demitiam funcionários quando passavam por uma fase de recessão econômica e recontratavam quando a economia voltava a crescer. Hoje, há uma tendência de as empresas reduzirem o número de vagas à medida em que adotam processos inovadores de trabalho. Ao fechamento dessas vagas se contrapõe a criação de novas oportunidades de emprego em outras áreas, para trabalhadores com alta qualificação. Pessoas com baixa escolaridade acabam ficando à margem dessas contratações, em um fenômeno que foi denominado desemprego estrutural. O desemprego deixou de estar vinculado a fases de recessão, por isso existem altos índices de desemprego até mesmo em países que estão crescendo. Para acompanhar a evolução do contingente de pessoas desempregadas em determinada sociedade foram criados os índices de desemprego. No Brasil, o principal índice é o do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Desemprego Disfarçado - Ocorre quando a produtividade marginal da mão-de-obra é nula. Se diminuir a mão-de-obra empregada, o produto não cai. Por exemplo, numa agricultura de subsistência, a retirada de um trabalhador da roça não afeta o produto agrícola.

Desemprego Estrutural ou Tecnológico - O desenvolvimento tecnológico do capitalismo, por ser capital-intensivo, marginaliza a mão-de-obra. Também chamado de desemprego marxista.

Desemprego Friccional (ou taxa natural de desemprego) - Dá-se em virtude da mobilidade transitória da mão-de-obra, entre regiões e setores da atividade. Por exemplo, o trabalhador que veio recentemente do interior e está procurando emprego na capital.

Desemprego Involuntário - Ocorre quando os sindicatos fixam salários acima do salário de equilíbrio, o que faz com que uma parcela de trabalhadores, querendo trabalhar, não encontre vagas disponíveis. Também é um tipo de desemprego keynesiano.

Desemprego Keynesiano ou Conjuntural - Ocorre quando a demanda agregada é insuficiente para absorver a produção de pleno-emprego.

Desenvolvimento Econômico - Estuda estratégias de desenvolvimento que levem à elevação do padrão de vida (bem-estar) da coletividade.

Despesa Financeira - Valor acumulado dos encargos financeiros dos empréstimos e financiamentos, tais como juros, mora, multas contratuais, etc.

Despesa Nacional - É o total dos gastos dos vários agentes econômicos, em termos agregados. Compõe-se das Despesas de Consumo, Despesas de Investimento, Despesas Correntes do Governo e Despesas Liquidas do Setor Externo (Exportações menos Importações).

Despoupança - Fato de transformar uma poupança em consumo.

Desvalorização Nominal do Câmbio - É o aumento da taxa cambial (reais por dólar, por exemplo

Desvalorização Real do Câmbio - Ocorre quando a desvalorização nominal supera a taxa de inflação interna. Pode ser medida pela relação entre a variação da taxa de câmbio sobre a variação da relação inflação interna - inflação externa. Também costuma ser medida pela relação câmbio - salários (que é a variação da taxa de câmbio sobre a variação da taxa de salários).

Deságio - É o desconto no preço de um título. Se o papel vale R$1mil na data de resgate, o investidor compra por R$ 950 e ganha a diferença, além dos juros e correção monetária ou correção cambial.

Desvalorização da Taxa de Câmbio - Perda de valor da taxa de câmbio. Ex: a frase "o real se desvalorizou frente ao dólar" quer dizer que agora deveremos gastar mais reais para cada dólar comprado.

DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos) - Instituto de pesquisas criado em 1955, com o objetivo de assessorar os sindicato de trabalhadores. Fornece periodicamente dados relativos a custo de vida, desemprego, produtividade e nível de salário real.

Diferencial - Combinação de possíveis compras e vendas de opções sobre a mesma ação-objeto, porém de séries diferentes

Direitos - Dividendos, bonificações e/ou direitos de subscrição distribuídos, por uma empresa, a seus acionistas.

Direito de Retirada - Direito de um acionista de se retirar de uma empresa, mediante o reembolso do valor de suas ações, quando for dissidente de deliberação de assembléia que aprovar determinadas matérias definidas na legislação pertinente.

Direito de Subscrição - Direito de um acionista de subscrever preferencialmente novas ações de uma sociedade anônima quando houver aumento de seu capital.

Disclosure - Divulgação de informações por parte de uma empresa, possibilitando uma tomada de decisão consciente pelo investitor e aumentando sua proteção.

Distribuidora - Sociedade distribuidora:. Instituição auxiliar do Sistema Financeiro, que participa do sistema de intermediação de ações e outros títulos no mercado primário, colocando-se à venda para o público.

Distribution Cost ? Custo de Distribuição.

Diversificação da Carteira - "Não devemos colocar todos os ovos numa mesma cesta". Este é o príncipio da diversificação da carteira. O administrador diversifica a carteira de investimentos para diminuir o risco, comprando uma variedade de papéis e títulos, de tal forma que o risco associado a cada um desses componentes individuais da carteira é atenuado pelo conjunto.

Dívida de Curto Prazo - Dívidas que terão que ser pagas em um prazo menor do que um ano. A expressão "curto prazo" é genérica, e pode ser usada para períodos que variam de um, dois meses, até um ano, dependendo da situação.

Dívida Externa - Somatória dos débitos de um país, garantidos pelo seu governo, resultantes de empréstimos e financiamentos contraídos com residentes no exterior. Os débitos podem ter origem no próprio governo, em empresas estatais e em empresas privadas. Neste último caso, isso ocorre com aval do governo para fornecimento das divisas que servirão às amortizações e ao pagamento de juros. . Entram na conta da dívida externa todos os débitos que devem ser quitados num prazo superior a um ano - ficam de fora, portanto, as dívidas de curto prazo.

Dívida Externa Privada - Dívida das empresas sediadas no Brasil com credores estrangeiros, sejam governos, empresas ou pessoas fora do país.

Dívida Externa Pública - Dívida do governo brasileiro com credores estrangeiros, sejam outros governos, empresas ou pessoas fora do país.

Dívida Interna - Somatória dos débitos assumidos pelo governo junto às pessoas físicas e jurídicas residentes no próprio país. Sempre que as despesas superam as receitas, há necessidade de dinheiro para cobrir o déficit. Para isso, as autoridades econômicas podem optar por tres soluções : emissão de papel- moeda, aumento da carga tributária (impostos) e lançamento de títulos

Dívida Interna Pública - Dívida do governo com empresas, bancos e pessoas dentro do país.

Dívida de Longo Prazo - Dívidas que terão que ser pagas em um prazo superior a um ano. Longo prazo é uma expressão genérica e o período de tempo à qual se refere pode variar muito, dependendo da situação. Ex.: Dívidas de longo prazo de um país, pode significar prazos de cinco ou trinta anos.

Dívida Mobiliária - É o volume de títulos que o Governo emitiu e vendeu ao mercado.

Dívida Mobiliária Federal - Dívida do governo federal com empresas, bancos e pessoas dentro do país. Esta modalidade de dívida não é exatamente igual à dívida pública interna, pois está além do governo federal pois contém as dívidas dos estados e municípios.

Dívida Pública - Tudo o que o Governo gasta com empréstimos e emissões de títulos.

Dividendo - Valor distribuído aos acionistas, em dinheiro, na proporção da quantidade de ações possuídas. Normalmente, é resultado dos lucros obtidos por uma empresa, no exercício corrente ou em exercícios passados.

Dividendos Cumulativo - Dividendo que, caso não seja pago em um exercício, se transfere para outro.

Dividendo Pro Rata - Dividendo distribuído às ações emitidas dentro do exercício social proporcionalmente ao tempo transcorrido até o seu encerramento.

Divisão do Trabalho - Distribuição de tarefas entre os indivíduos de acordo com a posição que cada um deles ocupa na estrutura social e nas relações de propriedade. A divisão do trabalho ocorre, também, na especialização da produção, que caracteriza a economia de cada país. A exemplo disso pode-se citar o caso dos países ricos que exportam tecnologia sofisticada.

Dólar Cabo - Semelhante ao dólar paralelo, com a diferença que o valor é transferido eletronicamente para uma conta corrente no exterior, portanto não ocorrendo nessa transação o manuseio físico das cédulas de dólar. A cotação é expressa em R$ por US$.

Dólar Comercial - Taxa de câmbio utilizada nas operações comerciais do país, no pagamento do serviço da dívida externa e nas remessas de dividendos das empresas com sede no exterior. A cotação é expressa em R$ por US$.

Dólar Flutuante - Taxa de câmbio utilizada nas principais operações financeiras e na conversão de dólares de residentes.

Dólar Futuro - Cotação esperada pelo mercado financeiro do valor do dólar, no futuro. A idéia básica do dólar futuro é que ao comprá-lo, o investidor esteja garantindo o valor que pagará pelo dólar no futuro, desta forma minimizando seu risco e ficando a salvo das variações do mercado, pois conhece hoje o valor que pagará pelo dólar, no futuro.

Dólar Paralelo ou Papel - Também conhecido como dólar black ou câmbio negro. Estabelece o parâmetro para operações de compra e venda de moeda adquirida fora dos meios oficiais, ou seja, via doleiros. É importante salientar que a cotação do dólar paralelo é influênciada pela cotação do ouro no mercado externo. A cotação é expressa em R$ por US$.

Dolarização - É a substituição total da moeda de um país pelo dólar americano. Quem faz isso pretende acabar com as incertezas da economia nacional e facilitar o investimento de empresas estrangeiras. O governo que decide fazer isso reduz sua capacidade de comandar a economia - além da moeda, as taxas de juros também passam a ser regidas pelas taxas dos Estados Unidos. O exemplo mais recente de dolarização é o Equador, que decidiu em fevereiro de 2000 adotar o dólar como moeda.

DOC - (Ordem de Crédito) - Ordens de depósito de dinheiro entre contas bancárias.

Dow Jones - Índice utilizado para o acompanhamento da evolução dos negócios na Bolsa de Valores de Nova York. Seu cálculo é feito a partir de uma média das cotações entre as trinta empresas industriais de maior importância na Bolsa de Valores, as vinte companhias ferroviárias mais destacadas e as quinze maiores empresas concessionárias de serviços públicos.

Draw Back ? Reembolso de direitos alfandegários. O imposto isento a determinadas mercadorias importadas para reexportação depois de sua transformação ou incorporação a outro produto.

Due Date ? Data de pagamento.

Dumping ? Venda sistemática abaixo do preço com o objetivo de submeter a concorrência. Em sentido estrito, venda efetuada no estrangeiro, por um fornecedor, a um preço nitidamente inferior ao das mesmas mercadorias em seu próprio mercado. No sentido amplo, políticas ou mediadas que tendem a rebaixar artificialmente o preço da exportação.

Dumping Social - É um termo que se aplica a países cujos custos de mão-de-obra são muito baixos (como na China Continental), o que lhes dá vantagens no comércio internacional.

Dumping Temporário - Utilizado para afastar concorrentes de determinados mercados quando um país necessita colocar neles excedentes de certos produtos sem prejudicar os preços praticados em seu mercado interno.

---------------------------------------------------------------------------------------

[E]


E-card - Cartão virtual, isto é, sem o uso do plástico, em que o cliente só possui o número do cartão. Só pode ser utilizado em compras na internet.

Economia - Pode ser definida como a ciência social que estuda a maneira pela qual os homens decidem empregar recursos, a fim de produzir diferentes bens e serviços e atender às necessidades de consumo.

Economia Centralizada (ou economia planificada) - Sistema econômico em que as questões econômicas fundamentais são resolvidas por um Órgão Central de Planejamento, e não pelo mercado. Tem também como característica a propriedade pública dos recursos produtivos.

Economia de Escala Pecuniária - Acontece quando a produtividade dos fatores varia, com a variação do custo por unidade produzida.


Economia de Escala Técnica - Acontece quando a produtividade varia, com a variação da quantidade física de todos os fatores de produção.

Economia Informal - Caracteriza-se como desobediência civil de atividades normais de mercado. Basicamente, não-registro de trabalhadores em Carteira, sonegação fiscal, ambulantes sem registro etc. Quando são incluídas as atividades ilegais (contrabando, jogo do bicho, tráfico de drogas), o conceito amplia-se para economia marginal ou subterrânea.

Economia Internacional - Estuda as relações de troca entre países, o que inclui
transações de bens e serviços e de capitais físicos e financeiros. Trata da política cambial (controle da taxa de câmbio), da política comercial (barreiras ou estímulos a exportações e importações) e das relações financeiras internacionais.

Economia de Mercado - Sistema econômico em que as questões econômicas fundamentais são resolvidas pelo mercado. Caracteriza-se também pela propriedade privada dos recursos produtivos. Pode ser uma economia de mercado pura (sistema de concorrência pura) ou com a interferência do governo (sistema de economia mista).

Economista - É o profissional que exerce as funções de economia e finanças, com formação superior em Ciências Econômicas e registro no CORECON.

Efeito / Deslocamento (ou crowding out) - Crítica dos monetaristas aos fiscalistas, segundo a qual a interferência do governo, via política fiscal (por exemplo, aumento dos gastos públicos), retira recursos do setor privado, diminuindo a participação dos investimentos desse setor.

Efeito / Preço Total - Crítica dos monetaristas aos fiscalistas, segundo a qual a interferência do governo, via política fiscal (por exemplo, aumento dos gastos públicos), retira recursos do setor privado, diminuindo a participação dos investimentos desse setor.

Efeito / Renda - Dada uma variação no preço de um bem, é o efeito sobre a quantidade demandada desse bem, derivado de uma mudança na renda real (ou poder aquisitivo) do consumidor, supondo a renda nominal e os preços dos outros bens constantes. Por exemplo, se o preço do bem X aumenta, a quantidade demandada de X cai, porque o poder aquisitivo do consumidor diminui, coeteris paribus.

Efeito / Substituição - Dada uma variação no preço de um bem, é o efeito sobre a quantidade demandada desse bem, derivado de uma alteração nos preços relativos dos bens, supondo a renda nominal e os preços dos outros bens constantes. Por exemplo, se o preço do bem X aumenta, a quantidade demandada de X cai, porque o bem X fica relativamente mais caro que os outros bens, coeteris paribus.

Eficiência Alocativa - Refere-se à escolha do conjunto de bens, de forma a empregar, da melhor maneira, os recursos produtivos juntamente com aqueles processos técnicos de produção que utilizem mais adequadamente os recursos que a sociedade tem em maior abundância.

Eficiência Econômica - Relação entre o valor comercial de um produto e o custo unitário de produção. Portanto, a eficiência econômica aumenta quando aumenta a relação entre o valor um de um produto em relação a seu custo unitário, mantendo-se as qualidades que satisfaçam as normas técnicas. Entre dois ou mais processos de produção, é aquela que permite produzir uma mesma quantidade de produto com menor custo de produção

Eficiência Marginal do Capital - É a taxa de retorno esperada sobre a compra de um bem de capital. É a taxa que iguala o valor dos retornos líquidos que se espera obter com o investimento, com o preço de aquisição do equipamento.

Eficiência Técnica (ou Tecnológica) - Entre dois ou mais processos, é aquela que permite produzir uma mesma quantidade de produto utilizando menor quantidade de fatores de produção.

Elasticidade - É a alteração percentual em uma variável, dada uma variação percentual em outra, coeteris paribus.

Elasticidade da Demanda de Moeda em Relação à Taxa - É a variação percentual da procura de moeda, dada a variação percentual da taxa de juros, coeteris paribus.

Elasticidade das Exportações em Relação à Taxa de Câmbio - É a variação percentual nas exportações, dada a variação percentual da taxa de câmbio, coeteris paribus.

Elasticidade no Ponto - É calculada em um ponto específico. Por exemplo, a elasticidade-preço a um dado nível de preço e quantidade.


Elasticidade no Ponto Médio (ou no arco) - É calculada com base nos pontos médios, e não em um ponto específico.

Elasticidade / Preço Cruzada da Demanda - É a variação percentual na quantidade demandada, dada a variação percentual no preço de outro bem, coeteris paribus. Quando for positiva, os bens são substitutos; quando negativa, os bens são complementares.

Elasticidade / Preço da Demanda - É a variação percentual na quantidade demandada, dada a variação percentual no preço do bem, coeteris paribus. Quando for maior que um (em módulo), o bem tem demanda elástica; quando menor que um (em módulo), o bem tem demanda inelástica; quando igual a um, o bem tem demanda de elasticidade unitária.

Elasticidade / Preço da Oferta - É a variação percentual na quantidade ofertada, dada a variação percentual no preço do bem, coeteris paribus. Quando for maior que um, o bem tem oferta elástica; quando menor que um, o bem tem oferta inelástica; quando igual a um,
o bem tem oferta de elasticidade unitária.

Elasticidade / Renda da Demanda - É a variação percentual na quantidade demandada, dada uma variação percentual na renda, coeteris paribus. Quando maior que um, é um bem superior ou de luxo; quando menor que um e maior que zero, é um bem normal; quando menor que zero, é um bem inferior; quando igual a zero, é um bem de consumo saciado.

Emissor - Diz-se da entidade ou instituição que emite determinado título. Ex.: Um banco, quando emite um CDB, diz-se que ele é emissor do CDB.

Emissão - Colocação de dinheiro ou títulos em circulação.

Emissão de Ações - Operação na uma Sociedade Anônima coloca no mercado suas ações.

Empenho - Antes de efetivamente fazer a liberação de recurso previsto no OGU, o Governo empenha (reserva) no Tesouro o recurso.

Empresa Privada - Organização pertencente a indivíduos ou grupos, que produz e/ou comercializa bens ou serviços com o objetivo de lucro

Empresa Pública - Organização que se destina a garantir a produção de bens e serviços fundamentais a coletividade (transporte, energia elétrica, combustível, etc...) Em geral a empresa pública é dirigida a atividades que requerem investimentos muito elevados e apresentam retorno lento, sendo por isso pouco atraente à inciativa privada. Ao mesmo tempo, a empresa pública costuma ter assegurado o monopólio de sua atividade.

Encargos Sociais - Conjunto de obrigações trabalhistas que devem ser pagas pelas empresas mensalmente ou anualmente, além do salário do empregado

Endividamento - Montante de dívidas de uma empresa, governo ou pessoa física.

Endosso - Transferência da propriedade de um título mediante escrita, geralmente feita em seu próprio verso.

Entidade Aberta de Previdência Privada - É toda entidade constituída com a finalidade única de instituir planos de pecúlios e/ou rendas, mediante contribuição regular de seus participantes.

Enxugar o Mercado - Retirar dinheiro com a venda de títulos. é como passar um rodo no mercado.

Equação de Fisher - É a relação entre a taxa de juros real (r), a taxa de juros nominal (i) e a taxa de inflação ir, dada por (1 + i) = (1 + r)(1 + ir).

Equilíbrio do Mercado - Diz-se que um mercado financeiro está em equilíbrio quando os compradores e os vendedores chegam a um consenso quanto aos preços usuais dos ativos transacionados. Para haver um equilíbrio no mercado, a oferta e a procura de um determinado ativo devem ser razoavelmente equivalentes, caso contrário um dos lados ou quer comprar barato (oferta excessiva) ou vender caro (demanda excessiva), levando ao desequilíbrio do mercado.

Equity - Patrimônio Líquido. São os direitos residuais dos acionistas sobre os ativos da empresa, calculado subtraindo-se o passivo total do ativo total

Escala de procura - Mostra quanto o consumidor deseja consumir de dado bem ou serviço, a vários preços alternativos.

Especulação - Negociação em mercado com objetivo de ganho, em geral a curto prazo.

Estabelecimento - É a loja ou prestadora de serviços que aceita os cartões de crédito da bandeira, para pagamento de bens ou serviços.

Estabilização - Estabilização significa reduzir ou diminuir a variação das taxas de algum indicador econômico para os níveis de países desenvolvidos. Ex: estabilizar a inflação é reduzir a taxa de inflação para níveis equivalentes à dos países desenvolvidos.

Estabilidade Econômica - Reúne três objetivos básicos, em que a atuação da Política Econômica é de importância vital: 1) manutenção do pleno emprego; 2) estabilidade geral de preços; 3) equilíbrio do balanço internacional de pagamentos.

Estabilizador Automático (built-in) - Ocorre quando os impostos são progressivos e a tributação é uma função do nível de renda nacional. Tem uma característica anticiclica, ou seja, de amortecedor dos ciclos econômicos: quando a renda aumenta, os impostos aumentam mais que proporcionalmente; quando a renda cai, os impostos caem menos que proporcionalmente. Assim, a renda disponível varia bem menos que a renda nacional total.

Estagflação - Situação em que a economia de um país encontra-se simultaneamente em recessão com inflação. Pode ser compreendida como um fator resultante da demanda em particular( investimento, exportação, consumo, etc.), ou da atividade econômica em geral, e, portanto da produção.

Estagnação - Situação e, que a economia de um País encontra-se em recessão. Pode ser compreendida como um fator resultante da demanda em particular( investimento, exportação, consumo, etc.), ou da atividade econômica em geral, e, portanto da produção.

Estipulante - Pessoa física ou jurídica que contrata um seguro a favor do Segurado.

Estoque - Quantidade guardada de algum ativo para venda futura. Ex: Uma loja guarda um estoque do produto que vende para caso o consumo seja maior do que o esperado, ela tenha como atender os pedidos.

Estruturalismo - Corrente econômica surgida na América Latina, que supõe que a inflação em países subdesenvolvidos está associada a tensões de custos, causadas por deficiências estruturais e por conflitos distributivos. Também chamada de corrente cepalina, devido à Cepal - Comissão Econômica para a América Latina, organismo da ONU.

Ética Profissional - Conjunto de princípios que reagem a conduta funcional de uma determinada classe ou profissão. A ética profissional deve ser sempre praticada pelo prestador de serviço, quando do desempenho das suas atividades, cujos atos poderão ser enquadrados no código de ética da respectiva profissão. Em todas as atividades devem ser seguidas as normas de conduta que deverão ser postas em prática no exercício de qualquer profissão.

Euro - Nome da nova moeda do Mercado Comum Europeu e que entrou em vigor no dia 01/01/99.

Eurobônus - Título de longo prazo (geralmente prazo superior a dois anos), equivalente às debêntures brasileiras, que em geral prevê o pagamento de parcelas periódicas de juros e o reembolso do principal apenas no vencimento do título. É emitido no euromercado, ou seja, é vendido fora do país da moeda usada.

European Common Market - Mercado Comum Europeu. Associação de países europeus ocidentais visando a proteção alfandegária e ao desenvolvimento comuns.

Ex-Direitos - Denominação dada a uma ação que teve exercidos os direitos concedidos por uma empresa.

Ex Post - Refere-se a valores a posteriori, efetivos, realizados. A Contabilidade Social trata apenas de valores expost.

Excedente Financeiro - É o resultado apurado, durante o período do benefício do plano de previdência, pela diferença entre a taxa de rentabilidade líquida obtida pela aplicação dos recursos da reserva matemática de benefícios concedidos e a remuneração garantida, nos termos do regulamento e conforme nota técnica atuaria.

Excedente Operacional Bruto - Nas contas nacionais, é a diferença entre o PIB a custo de fatores e o total de salários, ou seja, é o total de juros, aluguéis e lucro.

Exchange ? Câmbio. Exchange rate ? taxa cambial. Exchange control ? controle de câmbio; diz-se das restrições e normas impostas por um país para a renegociação de moedas estrangeiras

Exclusão do Direito de Preferência - O estatuto da empresa aberta que contiver autorização para aumento do capital pode prever a emissão, sem direito de preferência, para antigos possuidores de ações, de debêntures ou partes beneficiárias conversíveis em ações.

Execução de Ordem - Efetiva realização de uma ordem de compra ou venda de valores mobiliários.

Exercício de Opções - Operação pela qual o titular de uma operação exerce seu direito de comprar ou vender o lote de ações-objeto, ao preço de exercício.

Expansão - Situação de uma economia, em que os volumes da produção e da demanda apresentam índices de crescimento.

Exportação - Venda de produtos para fora de seu país de origem.

Externalidades (ou economias externas) - Representam influências de fatores externos nos custos e receitas das firmas. Por exemplo, uma indústria química poluidora dos rios impõe externalidades negativas à indústria pesqueira.

Extrato de Conta - Relatório de movimentações de dinheiro na conta corrente ou fundo de investimento.

---------------------------------------------------------------------------------------

[F]


FAC (Fundo de Aplicação em Cotas, de outros fundos) - Diferente dos demais fundos de investimento, o FAC não compra e vende papéis e títulos no mercado. O FAC compra e vende cotas dos demais fundos de investimentos, ou seja, é um fundo de fundos.

FAF - Sigla do antigo e extinto Fundo de Aplicação Financeira.

FED - Federal Reserve - É o Banco Central dos Estados Unidos. É a partir da atuação do FED, que sobem ou descem as taxas de juros no mercado americano, cuja tendência outros países acompanham.

FEF ( Fundo de Estabilização Fiscal ) - É o dinheiro retido pela União que deixa de ser repassado aos estados e municípios. E que deixa de ser aplicado em determinados gastos como manda a constituição.


FGV (Fundação Getúlio Vargas) - Entidade fundada em 1924 com o objetivo de se dedicar à pesquisa no campo das ciências sociais, da administração e da economia.

FGV-100 - Índice elaborado pela Fundação Getúlio Vargas, que mede o desempenho em bolsa das 100 maiores empresas privadas brasileiras.

FIESP (Federação das Indústrias do Estado de S.Paulo) - Órgão sindical de representação dos interesses dos industriais do estado. Congrega mais de 100.000 indústrias, grandes, médias e pequenas, reunidas em 106 sindicatos diferentes

FIEX (Fundo de Investimentos no Exterior) - É um fundo de investimento doméstico, que aplica no mínimo 60% de seus recursos em títulos da dívida externa brasileira.

FIF (Fundo de Investimento Financeiro) - Os FIFs englobam vários tipos de fundos de investimento, tais como: renda fixa, DI, derivativos, etc.São aplicações onde o dinheiro é investido de diversas maneiras, de acordo com o regulamento do fundo e regras de enquadramento do Bacen, tais como: títulos do governo, CDBs, mercados futuros, de opções, ações (limitado a 49% da carteira) etc

FIF de FAC (Fundo de Investimento Financeiro em Fundos de Aplicação de Cotas) - Este é um fundo que visa comprar cotas de outros fundos existentes no mercado. É uma forma de diversificar o risco, pois o dinheiro do investidor é aplicado em diversos fundos no mercado.

FIFE - É o fundo de investimento financeiro exclusivo destinado, unicamente, a receber durante o período de diferimento, a totalidade do montante dos recursos creditado à reserva matemática de benefícios a conceder.

FITVM (Fundo de Investimento de Títulos e Valores Mobiliários) - É a nova categoria onde estão concentrados todos os fundos de renda variável, em substituição aos antigos FMIA (Fundo Mútuo de Investimento em Ações) e FMIA-CL (Fundo Mútuo de Investimento em Ações - Carteira Livre).

FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) - Entidade dedicada as pesquisas de fenômenos econômicos e sociais , composta por professores da USP.

FMI (Fundo Monetário Internacional) - O FMI foi criado em 1944 e tem sede em Washington, Estados Unidos. O objetivo do fundo é promover a cooperação monetária internacional, a estabilidade cambial, fomentar crescimento econômico e elevar o nível de emprego. Suas atribuições incluem ainda a prestação de assistência financeira temporária a países em dificuldades.

FOB (Free on Board) - Abreviação utilizada nos contratos de comércio marítimo internacional, que estipula que o preço da mercadoria transacionada cubra todas as despesas de transporte até o porto de embarque, bem como todos os direitos e taxas incidentes sobre a mercadoria para poder ser posta a bordo.

Factoring - Compra de títulos (duplicatas, notas promissórias e até cheques pré-datados) de outras empresas ou de pessoas físicas. Essa compra é feita com um desconto (10% ou 20%, por exemplo). Na prática, as factorings pagam adiantado o valor das duplicatas ou dos cheques pré-datados, de modo a dar às empresas que detinham esses documentos disponibilidade imediata do dinheiro. Sistema de financiamento, largamente usado em comércio exterior, que consiste na compra, pela empresa financiadora, das contas a receber de uma firma, sem direitos de regresso no caso de devedores não cumprirem o pagamento

Falência - Condição jurídica decretada através de sentença judicial, pela falta de cumprimento de obrigações assumidas. Pode ser voluntária ou involuntária, como resultado de ações dos credores da empresa, quando esta é declarada insolvente.

Fator de Renda - É o valor numérico, calculado mediante utilização de uma tábua biométrica e uma taxa de juros, utilizado para obtenção do valor do benefício do plano de previdência.

Fatura - É o extrato enviado para o cliente com o valor a ser pago.

Faturamento - É o valor total recebido por uma empresa com a venda de seus produtos ou serviços. em um período determinado (um mês ou um ano, por exemplo). O faturamento não deve ser confundido com a receita da empresa (que inclui valores obtidos de outras maneiras, como aplicações financeiras e venda de ativos, por exemplo) nem com o lucro (que é a receita total menos a despesa).

Fechamento em Alta - Quando o índice de fechamento for superior ao índice do fechamento do pregão anterior


Fechamento em Baixa - Quando o índice de fechamento for inferior ao índice de fechamento do pregão anterior.

Fechamento de Posição - Operação pela qual o lançador de uma opção, pela compra em pregão de uma outra da mesma série, ou titular, pela venda de opções adquiridas, encerram suas posições ou parte delas. A expressão também é utilizada quando há a realização de operações inversas no mercado futuro.

Fed Funds Rate - É o juro pago pelos títulos do governo dos Estados Unidos, que corresponde à taxa básica da economia americana. Quem define a taxa é o Federal Open Market Comitee (Comitê Federal para o Mercado Aberto), vinculado ao Banco Central americano, que é chamado de Federal Reserve.

Filhote - O mesmo que Bonificação em ações.Ações emitidas por uma empresa em decorrência de aumento de capital, realizado por incorporação de reservas e/ou de outros recursos, e distribuídas gratuitamente aos acionistas, na proporção da quantidade de ações que já possuem.

Financiamento Oficial Compensatório - É o item do balanço de pagamentos que mostra como o saldo foi financiado ou alocado. É composto dos itens Haveres e Obrigações no Exterior, Operações de Regularização com o FMI e Atrasados Comerciais. Também chamado de Movimento de Capitais Oficiais.

Fiscalismo - É a corrente econômica que considera os instrumentos de política fiscal mais eficazes no combate ao desemprego e à inflação do que os instrumentos de política monetária. Os fiscalistas são também chamados de neokeynesianos ou ativistas.

Flutuação - Subida e descida das trocas nos valores e divisas decorrente dos efeitos da oferta e demanda.

Fluxo de Caixa - É o fluxo de entradas e saídas de dinheiro do caixa de uma empresa. Importante medida para se determinar o valor de uma empresa, através do método do fluxo de caixa descontado.

Fluxo Circular de Renda - É o fluxo que se estabelece entre as unidades produtoras e unidades apropriadoras de renda, no mercado de bens e serviços e no mercado de fatores de produção.

Forecasting ? Previsão, estimativa. Forecasting sales ? estimativa de vendas.

Franchise ? Franquia, parcela não coberta pelo seguro. Concessão para exploração de um serviço sob condições prefixadas.

Franquia - Valor calculado matematicamente, até o qual o segurador não se responsabiliza a indenizar o segurado em caso de sinistro. Participação do segurado nos prejuízos em caso de sinistro, em geral de acordo com a cobertura estipulada no contrato de seguro.

Freight ? Frete. Preço do transporte da mercadoria até o destino.

Função de Produção - É a relação técnica entre a quantidade física de fatores de produção e a quantidade física do produto, em determinado período de tempo.

Funções da Moeda - São as seguintes: meio ou instrumento de troca, unidade de medida (ou unidade de conta), reserva de valor.

Funções do Banco Central - São: banco emissor, banco dos bancos, banco do governo, banco depositário das reservas internacionais.

Fundo Agressivo - Expressão que normalmente designa fundos de investimento que operam com derivativos. Estes fundos são conhecidos por terem expressivas variações das cotas, por isso são apontados como fundos de maior risco.

Fundo de Derivativos - Fundo composto por ativos primários e também por seus derivativos. São fundos de investimento que apresentam maior risco do que fundos tradicionalmente compostos apenas pelos ativos primários dos derivativos. São mais conhecidos atualmente como fundos genéricos ou livres.

Fundos Genéricos - São fundos que possuem uma grande liberdade na composição de sua carteira. Podem utilizar derivativos para alvancar rentabilidade e não precisam ter pelo menos 80% da carteira composta por títulos públicos federais ou títulos privados de baixo risco de crédito. São fundos mais agressivos, também conhecidos como livres, obrigando seu administrador a entregar o prospecto e exigir adesão ao regulamento quando da primeira aplicação de um cotista.

Fundo Imobiliário - Fundo investimentos constituído sob a forma de condomínio fechado, cujo patrimônio é destinado a aplicações em empreendimentos mobiliários. As quotas desses fundos, que não podem ser registradas, são registradas na CVM, podendo ser negociadas em bolsa de valores ou no mercado de balcão.

Fundos de investimento - São uma das modalidades de investimento mais práticas para as pessoas físicas e jurídicas. Eles permitem que os investidores participem de mercados complexos sem a necessidade de investir valores muito altos, de maneira simples e direta. Os fundos dão a todos os investidores um tratamento igual. Não importa se o aplicador tem 1 milhão de reais ou 100 reais em um fundo, ambos terão a mesma rentabilidade. É como se fosse um condomínio de investidores: quando entra para um fundo de investimento, o investidor entrega a um profissional a administração de seu dinheiro. Mesmo que a instituição financeira que administra o fundo passe por dificuldades, o dinheiro do investidor estará seguro porque o fundo de investimento é uma empresa separada, cujos resultados não estão vinculados a uma instituição financeira.

Fundos Multicarteira - São aqueles cuja composição mistura renda fixa e renda variável e, por esta razão, possuem um grau de risco maior do que os fundos de Renda Fixa Referenciados.

Fundo Mútuo de Ações - Conjunto de recursos administrados por uma distribuidora de valores, sociedade corretora, banco de investimento, que os aplica em uma carteira diversificada de ações, distribuindo os resultados aos cotistas, proporcionalmente a número de quotas possuídas.

Fundo Mútuo de Ações ? Carteira Livre - Constituído sob forma de condomínio aberto ou fechado, é uma comunhão de recursos destinados á aplicação em carteira diversificada de títulos e valores mobiliários. Deverá manter, diariamente, no mínimo 51% de seu patrimônio aplicado em ações de emissão das companhias abertas, opções de ações, índices de ações e opções sobre índices de ações.

Fundo Mútuo de Investimento em Empresas Emergentes - Constituído sob a forma de condomínio fechado, é uma comunhão de recursos destinados a aplicação em carteira diversificada de valores mobiliários de emissão de empresa emergente, a companhia que satisfaça os seguintes parâmetros:
? Tenha faturamento líquido anual inferior ao equivalente a R$ 60 milhões.
? Não seja integrante do grupo de sociedades com patrimônio consolidado maior ou igual a R$ 120 milhões.

Fundos não Referenciados - São fundos que não possuem o mínimo exigido de 95% da carteira composta por títulos que acompanhem a variação de um determinado indicador de mercado.

Fundos Referenciados - Fundos que seguem a variação de um determinado indicador de mercado (benchmark). Estes fundos, por lei, devem estipular que pelo menos 95% de sua carteira seja composta por ativos que acompanham o indicador de referência.

Fundo Referenciado em Câmbio - Fundos que estão vinculados à variação do dólar, em no mínimo 95% de sua carteira. Este fundo acompanha o comportamento de desvalorização e valorização do dólar comercial.

Fundo Referenciado em DI - Fundo cuja carteira é composta por pelo menos 95% de títulos que acompanham a variação do CDI. Estes fundos não podem usar derivativos para alavancar rentabilidade e sim apenas para fazer "hedge". Têm de possuir 80% da carteira aplicada em títulos públicos federais ou títulos privados classificados como de baixo risco de crédito.

Fundo de Renda Fixa - Muitas vezes usado como sinônimo de Fundo de Investimento Financeiro (FIF). Um fundo de renda fixa pode ter até 49% de sua carteira composta por ações, mas basicamente aplicam em títulos públicos federais, títulos privados (debêntures) e CDBs. Dependendo do enquadramento do fundo, podem usar derivativos para proteção ou para alavancar rentabilidade.

Fundo de pensão - Conjunto de recursos ? provenientes de contribuições de empregados e da própria empresa ? administrados por uma entidade a ela vinculada, cuja destinação é aplicação em uma carteira diversificada de ações, outros títulos mobiliários e imóveis.

Fundo de Renda Variável - Sinônimo de fundo de ação.

Fusão - Ocorre quando duas companhias decidem unir seus negócios. Muitas vezes, as ações das duas empresas são trocadas por papéis de uma terceira empresa, resultando da fusão.

---------------------------------------------------------------------------------------

[G]


GAP - Representa um hiato nas cotações de ações. É um intervalo na cotação do preço de uma determinada ação, onde não foram registrados negócios naquele intervalo de preços.

GATT (General Agreement on Tariffs ans Trade) - Tratado multilateral de comércio internacional firmado em 1947. O GATT rege-se por tres princípios básicos : tratamento igual, não discriminatório, para todas as nações comerciantes; redução de tarifas por meio de negociações e eliminação das cotas de importação.

Globalização Financeira - É o processo iniciado principalmente a partir dos anos 80, com o crescimento do fluxo financeiro internacional baseado no mercado de capitais, através de inovações como a securitização de dívidas, e do desenvolvimento dos mecanismos de diminuição de risco (derivativos, hedge, opções etc.). Representou uma queda do poder do sistema bancário internacional, e crescimento dos chamados investidores institucionais, como os fundos de pensões.

Globalização Produtiva - É representada pela produção e distribuição de valores dentro de redes em escala mundial, com o acirramento da concorrência entre grupos multinacionais. O crescimento tecnológico acelerado gerou maior eficiência produtiva e maiores condições de competitividade.


Go Around - É um leilão informal ou secundário de títulos públicos. Descreve o processo pelo qual a mesa de negociação do BACEN pede que seus dealers (bancos autorizados a agir em seu nome) obtenham cotações de compra e venda. Pode haver aviso desses leilões por telefone do BACEN para os bancos ou, mais freqüentemente, pela rede de computadores do BACEN.

Goodwill - Conjunto dos elementos não- materiais provenientes de fatores tais como reputação, relação com clientes e fornecedores, localização, etc, que contribuem para a valorização de um estabelecimento comercial.

Grau de Verticalização - Quando uma empresa passa também a produzir componentes que antes comprava no mercado. Quanto maior o grau de verticalização da economia, menor a necessidade de moeda, já que as transações são fechadas apenas contabilmente.

Grace Period ? Prazo de carência. Período durante o qual uma conta pode ser paga sem incorrer em penalidades, mesmo depois de vencida. Período de carência.

Gross Income ? Renda Bruta.

Gross Loss ? Perda Bruta.

Gross Profit ? Lucro Bruto.

Gross Receipt ? Recebimento bruto.

Gross Sales ? Venda Bruta Total

G-7 - É o nome dado à reunião periódica (três vezes por ano) dos sete países mais ricos: Alemanha, França, Estados Unidos, Japão e Inglaterra, Itália e Canadá, com o objetivo de discutir assuntos relevantes e decidir, se for o caso, uma ação coordenada de ajuda aos países mais pobres. O G-7 se reuniu pela primeira vez em 1975, por iniciativa do então primeiro-ministro alemão Helmut Schimidt, e do presidente francês à época, Valéry.

---------------------------------------------------------------------------------------

[H]


Hard Cash ? Dinheiro em espécie; dinheiro em moeda.

Hard Money ? Moeda forte, moeda com boa cotação cambial.

Hedge ? Hedging Operação de câmbio, a prazo, realizada com o objetivo de proteger-se contra as alterações do preço de uma mercadoria, devido às variações eventuais na cotação de uma moeda. Transação realizada com o fim de eliminar ou reduzir o risco em outra transação. O ato de vender contra compras prévias ou comprar contra vendas previamente feitas, a fim de eliminar tanto quanto possível prejuízos devidos a alteração de preços dos produtos envolvidos na operação.

Hiato Deflacionário - É a insuficiência da demanda agregada, em relação à oferta agregada de pleno emprego. Tem-se uma situação de desemprego de recursos. Mostra de quanto a demanda agregada deve ser aumentada para que possa atingir o equilíbrio de pleno emprego.


Hiato Inflacionário - É o excesso de demanda agregada, em relação à oferta agregada de pleno emprego. Tem-se aqui uma inflação de demanda. Mostra de quanto a demanda deve diminuir, para restabelecer o equilíbrio de pleno emprego.

Hiato do Produto - É a diferença entre a renda de equilíbrio (quando a oferta agregada é igual à demanda agregada) e a renda de pleno emprego.

Hiperinflação - É um caso extremo de inflação, em que os preços aumentam tanto e tão rápido que a população gasta seu dinheiro tão logo o recebe, com medo de que ele perca o valor de compra. Com isso, a confiança da população na estabilidade da moeda é destruída e as pessoas buscam acumular valores em outro tipo de bem: moedas estrangeiras, ouro, imóveis, jóias. O caso mais famoso de hiperinflação é o da Alemanha dos anos 20 (tempo em que o país era chamado de República de Weimar). A inflação alemã entre agosto de 1922 e novembro de 1923 chegou a 1.000.000.000.000% (um trilhão por cento). O Brasil enfrentou um processo semelhante, embora não tão grave, entre 1989 e 1990 - em um único mês, em março de 1990, a inflação foi de mais de 80%.

HOLDING - Empresa que mantém controle sobre outras empresas mediante a posse majoritária de ações desta. Em geral, a holding não produz nenhuma mercadoria ou serviço específicos, destinando-se apenas a centralizar e realizar o trabalho de controle sobre um conjunto de empresas subsidiárias.

Holding Company ? Companhia que controla os interesses de outras, de funções similares ou não.

Home broker - É um moderno canal de relacionamento entre os investidores e as sociedades corretoras, que torna ainda mais ágil e simples as negociações no mercado acionário, permitindo o envio de ordens de compra e venda de ações pela Internet, e possibilitando o acesso às cotações, o acompanhamento de carteiras de ações, entre vários outros recursos.

Homogeneidade (produto homogêneo) - Acontece quando todas as firmas oferecem um produto semelhante, homogêneo. Não há diferenças de embalagem ou qualidade nesse mercado.

Homologação - Ato pelo qual a autoridade judicial ou administrativa reconhece um ato, para que tenha força de decisão, força executória. Ratificação. Aprovação. Aprovação dada por autoridade judicial ou administrativa a certos atos particulares para que produzam os efeitos jurídicos que lhes são próprios.

Hot Money - Dinheiro quente, dinheiro errante. Capital de curto prazo, que se desloca de um país para outro e, consequentemente, de uma divisa à outra, com fins especulativos.

---------------------------------------------------------------------------------------

[I]


IBGE (Instituto Brasilleiro de Geografia e Estatistica) - Órgão vinculado a Secretaria de Planejamento da Presidência da República. Sua atribuição básica consiste em fornecer informações e estudos de natureza estatística, geográfica, cartográfica, demográfica, de recursos naturais, etc. necessários ao conhecimento da realidade física, econômica e social do país para fins de planejamento econômico e social e segurança nacional.

IBOVESPA ( Índice da Bolsa de Valores de São Paulo) - Número que exprime a variação média diária dos valores das negociações na Bolsa de Valores de S.Paulo, de uma carteira de ações de cerca de cem empresas selecionadas.

IBV (Índice da Bolsa de Valores ) - Número que exprime a variação média diária dos valores das negociações na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro, de uma carteira de ações de cerca de cem empresas selecionadas.

IBX - Um dos índices que espelham a valorização das ações na Bolsa de Valores de São Paulo. O IBX acompanha os valores das 100 ações mais negociadas na Bolsa. (ver também Ibovespa).


ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) -Imposto cobrado pelos Estados brasileiros, que está incluído no preço que os consumidores pagam por qualquer mercadoria ou serviço. O percentual cobrado varia conforme o produto (ou serviço) e o Estado. Cada Estado tem uma relativa liberdade para definir suas próprias alíquotas. As alterações, no entanto, precisam ser aprovadas por unanimidade no Conselho de Política Fazendária (Confaz), um colegiado composto pelos secretários da Fazenda de todos os Estados.

ICOTERMS - Regras internacionais para a interpretação dos termos comerciais.

Índice IPC/FIPE - Índice de preços ao consumidor medido na cidade de S.Paulo com o universo de pessoas que ganham de 2 a 6 salários mínimos. A composição dos grupos de despesas para o cálculo do índice é o seguinte: Alimentação (30,81%), Despesas Pessoais (12,52%), Habitação (26,52%), Transportes (12,97%), Vestuário (8,65%), Saúde e Cuidados Pessoais (4,58%) e Educação (3,95%).
O índice é calculado pela FIPE - uma instituição de pesquisa ligada à Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (USP) e foi criado pela Prefeitura do Município de S.Paulo com o objetivo de reajustar os salários dos servidores municipais.
O período de coleta vai desde o primeiro dia de cada mês até o último dia do mesmo e a divulgação ocorre próximo ao dia 10 do mes subsequente ao da coleta. Semanalmente ocorrem divulgações prévias, chamadas quadrissemanais que simplesmente comparam os preços das últimas quatro semanas apuradas, em relação às quatro semanas imediatamente anteriores, auferindo um índice mensalisado para cada semana do mês.

Índices de Preços - O termo "índice de preços" se refere a um número que permite acompanhar a evolução do preço de um determinado produto (ou uma cesta de produtos) no tempo. A taxa de inflação, tradicionalmente chamada por índice de inflação, expressa a variação de um número índice que é calculado a partir da média ponderada de preços de vários bens (previamente estabelecidos por um instituto de pesquisa).

IGP ( Índice Geral de Preços) - Existem dois tipos de IGP e ambos são calculados pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). O primeiro é o IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado), cuja coleta de dados é efetuada entre o dia 21 do mes anterior ao dia 20 do mes de referência. É formado por três taxas: Índice de Preços por Atacado (IPA) - que corresponde a 60% do IGP-M; Índice de Preços ao Consumidor (IPC) - que responde por 40% do IGP-M total; e o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) - que é 10% do IGP-M.
A cada decêndio do período de coleta ocorrem divulgações de prévias. O IGP-M foi criado com o objetivo de se possuir um indicador confiável para as operações financeiras, especialmente as de longo prazo, sendo utilizado para correções de Notas do Tesouro Nacional (NTN) dos tipos B e C e para os CDB pós fixados com prazos acima de um ano.
O segundo é o IGP-DI (Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna), se refere ao mês "cheio", ou seja, o período de coleta vai do primeiro ao último dia do mês de referência e a divulgação ocorre próxima ao dia 20 do mês posterior. Sendo calculado ininterruptamente desde 1947 o IGP-DI foi criado com o objetivo de balizar o comportamento de preços em geral na economia.
Ambos tem a mesma estrutura e são compostos pelos seguintes sub-índices :
Índice de Preços no Atacado (IPA) - onde entram preços praticados do mercado atacadista e representa 60 % do IGP-DI.
Índice de Preços ao Consumidor (IPC) - a coleta de dados ocorre nas cidades de S. Paulo e Rio de Janeiro dentre as famílias que tem uma renda de 1 a 33 salários mínimos). Representa 30 % do IGP-DI.
Índice Nacional de Construção Civil (INCC) - onde são avaliados os preços no setor de construção civil, não só de materiais como de mão-de-obra. representa 10 % do IGP-DI.

IGP-10 - Índice de inflação calculado pela Fundação Getúlio Vargas. Fazem parte dessa conta três indicadores que têm pesos diferentes. São eles, o Índice de Preços por Atacado (IPA), que participa com 60%, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da cidade do Rio de Janeiro, com 30%, e o Índice Nacional de Custo de Construção Civil (INCC), com 10%.

IGP-M/FGV (Índice Geral de Preços - Mercado) - O IGP-M é a média ponderada dos números de três indicadores, sendo eles: IPA-M (60%), IPC-M (30%) e INCC-M (10%). É calculado desde maio de 1989 pela Fundação Getúlio Vargas. O IPA-M e INCC-M são pesquisados nas principais capitais do país, enquanto que o IPC-M abrange os municípios do Rio de Janeiro e São Paulo. Os preços pesquisados pertencem a uma cesta de consumo de famílias com renda de até 33 salários mínimos. Para elaboração do IGP-M, a coleta de preços é realizada entre o dia 21 do mês anterior e o dia 20 do mês de referência

IIF (Institute of International Finance) - Organização que representa os maiores 200 bancos privados do mundo.

Ilusão monetária - Segundo Keynes, dado um aumento de preços e salários, os trabalhadores não `sentem` o aumento de preços, percebem melhor seus salários e pensam que estão em situação melhor do que realmente estão. Isso faz com que aumentem a oferta de mão-de-obra. Os trabalhadores percebem mais o salário nominal que o salário real.

Import Trade ? Comércio de importação.

Imposto Direto - Incide diretamente sobre a renda das pessoas (por exemplo, o imposto de renda.

Imposto Específico - É um imposto indireto, com valor (em R$) fixado, independente do preço da mercadoria.

Imposto Indireto - Incide sobre o preço das mercadorias (por exemplo, o ICMS, IPI). Pode ser específico e ad valorem.

Imposto Progressivo - Quanto maior o nível de renda, maior a proporção paga do imposto em relação à renda.

Imposto Proporcional - A proporção arrecadada do imposto é a mesma para todos os níveis de renda.

Imposto de Renda - Tributo cobrado anualmente de pessoas físicas, empresas e instituições financeiras sobre seus rendimentos com salários, atividades comerciais ou aplicações financeiras. Pode ser cobrado diretamente da folha de pagamento ou lançado em declaração feita todos os anos pelo contribuinte.

Imposto Regressivo - Quanto maior o nível de renda, menor a proporção paga do imposto relativamente à renda.


Imposto ad Valorem - É um imposto indireto, com alíquota (percentual) fixada e com valor (em R$) variando de acordo com o preço da mercadoria.

Inadimplência - É o descumprimento de um contrato, em especial no que se refere aos prazos de pagamento. Uma pessoa ou empresa pode ser considerada inadimplente sempre que deixar de pagar uma taxa ou prestação no prazo previsto.

In Bond ? Diz-se das mercadorias armazenadas até o pagamento das taxas alfandegárias.

Income ? Receita, renda.

Income Tax ? Imposto de renda.

Incorporação - É a operação pela qual uma ou mais sociedades são absorvidas por outras que lhes sucedem em todos os direitos e obrigações.

Indexação - Ato que consiste em ligar o valor de um capital ou de um rendimento à evolução de uma variável de referência ( preço, produção, produtividade, por exemplo).

Índice da Carga Tributária Bruta - É a porcentagem do total da arrecadação tributária sobre o PIB a preços de mercado.

Índice da Carga Tributária Líquida - É a porcentagem do total da arrecadação tributária, excluídas as transferências e subsídios ao setor privado, em relação ao PIB a preços de mercado.

Índice de Preços - É um número que reflete o crescimento dos preços de um conjunto de bens, servindo para medir a taxa de inflação e deflacionar séries monetárias ou nominais.

Índice de Sharpe - Índice que mostra a relação entre o risco oferecido por um fundo de investimento e o prêmio que paga ao investidor.

Initial Mark Up ? Valor adicionado ao custo para fixar um preço. Também é chamado MARK ON.

Inflação - É o aumento persistente dos preços em geral. Os teóricos apontam várias causas para o surgimento da inflação, como os gastos excessivos do Estado (que levam o governo a emitir mais dinheiro para pagar suas dívidas, sem que haja aumento da atividade econômica), a elevação exagerada dos salários (devida à pressão de sindicatos fortes), reajuste freqüente do câmbio. A inflação gera perdas de poder aquisitivo para a população do país onde ocorre. Para medir a inflação foram criados vários índices, elaborados a partir da coleta de preços em vários segmentos da economia. No Brasil, os principais são o IPC (medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de São Paulo, a Fipe), o INPC (medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, um órgão ligado ao governo federal) e o IGP (Índice Geral de Preços, elaborado pela Fundação Getúlio Vargas).

Inflação de Custos - Ocorre quando o nível de demanda agregada permanece o mesmo, mas os custos de produção aumentam, diminuindo a oferta agregada. Também chamada de inflação de oferta.

Inflação de Demanda - Diz respeito ao excesso de demanda agregada, em relação à produção disponível (oferta agregada) de bens e serviços.

Inflação Inercial - Inflação decorrente dos reajustes de preços e salários provocada pelo mecanismo de indexação ou de correção monetária.

Inflation Targeting - É um sistema de administração monetária em que o governo define uma meta para o índice de inflação em um determinado período. Outras variáveis, como a taxa de juros e o câmbio, podem ser manipuladas para que o país cumpra o objetivo.

Injeções ao Fluxo Circular de Renda - Referem-se a todo recurso adicionado ao fluxo de renda, que não tenha saído do próprio fluxo, no período. São os investimentos, gastos do governo e exportações.

INPC ( Índice Nacional de Preços ao Consumidor) - Índice calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) com o objetivo de balizar os reajustes de salário. O INPC é elaborado sob dois conceitos: o amplo, correspondendo a famílias com renda mensal entre 1 a 30 salários mínimos, e o restrito, correspondendo a famílias com renda entre 1 a 5 salários mínimos. nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além do Distrito Federal e do Município de Goiânia. A composição dos grupos de despesas para o cálculo do índice é o seguinte: Alimentação (33,10%), Artigos de Residência (8,85%), Habitação (12,53%), Transportes e Comunicação (11,44%), Vestuário (13,16%), Saúde e Cuidados Pessoais (7,56%) e Despesas Pessoais (13,36%). O período de coleta vai do primeiro dia do mês ao último dia do mês de referência e a divulgação ocorre próxima ao dia 15 do mês posterior.

Insider - É o investidor que tem acesso às informações de uma determinada empresa, antes de se tornarem conhecidas do mercado.

Inside Information - No mercado financeiro significa a informação privilegiada ? aquela que não está disponível a todos e deveria ser sigilosa ? sobre a situação de empresas e instituições com ações cotadas na bolsa de valores. Quem tem este tipo de informação leva vantagem sobre os demais porque pode conseguir lucros manipulando os dados que possui. A lei prevê punições severas para quem tira vantagem de inside information.

Institucional (investidor) - Instituição que dispõe de vultosos recursos mantidos em certa estabilidade e destinados à reserva de risco ou à renda patrimonial e que investe parte dos mesmos no mercado de capitais.

Instrumentos de política monetária - Emissões, redescontos, reservas compulsórias (obrigatórias), open market e regulamentação do mercado.

Interbancário - É o mercado em que são feitas as operações entre os bancos. O Banco Central atua nesse mercado para regular a quantidade de dinheiro do sistema financeiro. Para isso, ele toma ou empresta recursos a uma determinada taxa de juros. Se o objetivo é reduzir os juros ele empresta dinheiro, aumentando a oferta de reais.

Inversões Financeiras - São os repasses de recursos para outras contas ou fundos do OGU, tais como os repasses constitucionais (fundos dos estados e municípios) ou aqueles feitos para estatais das quais o Governo detém a maioria do capital social.

Investimentos - São as despesas novas que o Governo pretende fazer no país com vistas ao desenvolvimento: estradas, ferrovias, eletrificação rural, saneamento, etc. Emprego da poupança em atividade produtiva, objetivando ganhos a médio ou longo prazo. É utilizado, também, para designar a aplicação de recursos em algum tipo de ativo financeiro No OGU, entram, junto com as inversões financeiras, como o nome de `outras despesas de capital`.

Investimento Estrangeiro - Aquisição de empresas, equipamentos, instalações, estoques ou interesses financeiros de um país por empresas, governos ou indivíduos de outros países.

Investimento Líquido - É o investimento bruto menos a depreciação.

Inundar o Mercado - É oferecer dinheiro aos bancos a juros baixos e, com isso, estimular uma redução das taxas de juros em geral.

IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) - Imposto que incide sobre as remunerações de todas as atividades bancárias e financeiras, com exceção dos juros propriamente ditos.

IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Ampliado) - Índice calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) com o objetivo de corrigir os balanços e demonstrações financeiras trimestrais e semestrais das companhias abertas. Ele é utilizado pelo Banco Central para o acompanhamento dos objetivos estabelecidos no sistema de metas de inflação, adotado a partir de julho de 1999. Produzido pelo IBGE desde 1980. O universo de pesquisa é composta de pessoas que ganham de 1 a 40 salários mínimos nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além do Distrito Federal e do Município de Goiânia. A composição dos grupos de despesas para o cálculo do índice é o seguinte: Alimentação (25,21%), Artigos de Residência (8,09%), Habitação (10,91%), Transportes e Comunicação (18,77%), Vestuário (12,49%), Saúde e Cuidados Pessoais (8,85%) e Despesas Pessoais (15,68%). O período de coleta vai do primeiro dia do mês ao último dia do mês de referência e a divulgação ocorre próxima ao dia 15 do mês posterior.

IPCA-E (Índice de Preços ao Consumidor Ampliado Especial) - Possui a mesma estrutura do IPCA, diferenciando-se somente pelo período de coleta, que se dá entre o dia 15 do mês anterior e 15 do mês de referência. Este índice foi especialmente criado para a correção da UFIR e a partir de Dez/94 passou a ser divulgado trimestralmente. Foi o indexador oficial da economia brasileira de Dez/85 até o Plano Cruzado

IPC/FIPE (Índice de Preços ao Consumidor do Município de São Paulo) - Indica a evolução do custo de vida das famílias paulistanas desde 1939. A partir de 1973, passou a ser elaborado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE). O sistema de cálculo da variação quadrissemanal do IPC-FIPE abrange um período de 08 semanas de coleta. As variações são obtidas comparando-se os preços médios das quatro últimas semanas com os das quatro primeiras. A FIPE calcula a cada semana as variações quadrissemanais do IPC para a faixa de renda familiar entre 1 e 20 salários mínimos.

IPC- RJ - Considera a variação dos preços na cidade do Rio de Janeiro. É calculado mensalmente pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e toma por base os gastos de famílias com renda de um a 33 salários mínimos.

IPO (Inicial Public Offering, ou Oferta Pública Inicial) - É o primeiro passo para que uma empresa possa vender suas ações no mercado dos Estados Unidos. Recentemente, tem sido o caminho que muitas empresas brasileiras de Internet procuraram seguir para aumentar seu valor de mercado.

Isocusto - Curva que representa infinitas combinações dos fatores de produção, todas com igual custo total de produção.

Isoquanta - Curva que representa infinitas combinações de fatores de produção, que propiciam a mesma quantidade produzida.

---------------------------------------------------------------------------------------

[J]

Joint Stock ? Capital social da empresa.

Joint- Venture ? Um empreendimento conjunto. Associação entre empresas ou entre países, sob a forma de capital, trabalho ou recursos naturais. Literalmente uma associação com aventura.

Juros Futuros - São os contratos negociados na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) em que os investidores apostam na tendência das taxas no futuro.

---------------------------------------------------------------------------------------

[K]

Kiting - Prática ilegal de emitir cheques contra uma conta bancária que não possui fundos para cobri-los, na esperança de que, antes do cheque ser apresentado para desconto ou aprovação, os fundos serão depositados nessa conta para permitir o saque.

KNOW HOW ? Experiência técnica; saber fazer. Utiliza-se geralmente nos processos de fabricação não patenteada, mas que exige uma grande habilidade. Também se aplica a um conjunto de operações que demandam uma grande experiência em várias especialidades. Acervo tecnológico ou de recursos humanos de uma empresa, um país ou uma pessoa. .

---------------------------------------------------------------------------------------

[L]


Laissez-Faire, Laissez-Passer - Palavra de ordem do liberalismo econômico, cunhada no século XVIII pelos fisiocratas franceses, proclamando a mais absoluta liberdade de produção e comercialização de mercadorias. Em tradução direta significa "deixar fazer, deixar passar".

Lance - Preço oferecido em pregão para compra ou venda de um lote de títulos, pelos representantes das sociedades corretoras.

Lançador - No mercado de opções, aquele que vende uma opção, assumindo a obrigação de se o titular, exercer, vender ou comprar o lote de ações-objeto a que se refere.

Lançamento de Opções - Operação de venda que dá origem às opções de compra ou venda.

Lance - Preço oferecido pelos representantes das sociedades corretoras em público pregão, para a compra ou venda de um lote de ações.

Lastro - Garantia implícita em um ativo. Dizemos, por exemplo, que uma moeda tem lastro quando o seu valor é garantido e não se questiona sua aceitabilidade. Nas operações do nosso mercado financeiro, lastro são os títulos dados em garantia de uma operação de open market.

LBC - Letra do BACEN. Papel com taxa pós-fixadas que rende a taxa Selic (média do over).

LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) - Lei que estabelece as regras da elaboração do OGU. Define, por exemplo, qual o percentual que será gasto com investimentos, ou como os recursos serão distribuídos pelos vários estados e municípios. A LDO é aprovada pelo Congresso no primeiro semestre do ano para balizar a votação do OGU no segundo semestre.

Leasing - Arrendamento Mercantil . Operação financeira entre uma empresa proprietária de determinados bens e uma pessoa jurídica, que usufrui desses bens contra o pagamento de prestações. Os contratos são sempre com tempo determinado , ao fim do qual a empresa arrendatária tem opção de compra do bem. A grande vantagem do leasing é a não imobilização de capital, sobretudo nos casos em que o valor do bem é muito alto e que terá utilização limitada.

Lei Anti Truste -Conjunto de leis promulgadas nos Estados Unidos para restringir a ação monopolista de certas grandes empresas.

Lei Geral da Oferta - A quantidade ofertada de um bem (ou serviço) varia na relação direta com o preço do próprio bem, coeteris paribus.

Lei Geral da Procura - A quantidade demandada de um bem (ou serviço) varia inversamente ao preço do próprio bem, coeteris paribus.

Lei dos Rendimentos Decrescentes - `Ao aumentar-se o fator variável (mão-de-obra), sendo dada a quantidade de um fator fixo, a produtividade marginal do fator variável cresce até certo ponto e, a partir daí, decresce, até tornar-se negativa`. Vale apenas caso se mantiver um fator fixo (portanto, só vale a curto prazo).

Lei de Responsabilidade Fiscal - Aprovada pelo Congresso em 1999, a Lei de Responsabilidade Fiscal é tida como uma das peças mais importantes para o projeto de saneamento das finanças brasileiras. A lei define limites para o endividamento público e para a aumento das despesas dos governos estaduais e municipais.

Lei de Say - A oferta cria sua própria procura. Ou seja, tudo o que é produzido é automaticamente comprado, o que garante o equilíbrio entre a oferta e a procura agregada. E devida ao francês Jean Baptiste Say, um dos pilares da Teoria Econômica Clássica.

Leilão Especial - Sessão de negociação em pregão, em dia e hora determinados pela bolsa de valores em que se realizará a operação.

Leilão Primário - É a venda de títulos públicos, com publicação de edital, para todo o mercado. é também chamado de leilão formal.

Leilão Secundário - Pode ser chamado de leilão informal. É a venda de títulos apenas para algumas instituições financeiras, que depois podem repassar a outras.

Letra de Câmbio - Tipo de título negociável no mercado. Consiste numa ordem de pagamento em que uma pessoa ordena que uma segunda pessoa pague determinado valor para um terceira. Deve trazer, de forma explícita, o valor do pagamento, a data e o local para efetuá-lo.

Letra Imobiliária - Título emitido por sociedades de crédito imobiliário, destinado à captação de recursos para o financiamento de construtores e adquirentes de imóveis.

Letra do Tesouro - Qualquer título emitido pelo governo federal, com prazo fixo e que paga juros de mercado. As Letras do Tesouro são usadas como instrumento de controle do dinheiro circulante e de financiamento a investimento e obras públicas.

Letter of Credit ? Carta de Crédito. Documento de crédito negociável pelo qual se outorga crédito em moeda a uma pessoa ou empresa.

LFT (Letras Financeiras do Tesouro) - Trata-se de uma modalidade de empréstimo do Governo brasileiro, na qual ele lança LFTs no mercado para captar recursos. As instituições financeiras interessadas compram essas LFTs (portanto cedendo dinheiro ao Governo) e as resgatam no período e valores previamente combinados. Estes papéis são pós-fixados, rendendo a taxa acumulada no mercado SELIC.

LFTE (Letras Financeiras do Tesouro ) - Títulos idênticos às LFTs, só que emitidos por Governos Estaduais

Liberalismo - Liberalismo econômico, doutrina que afirma que o melhor sistema econômico é o que garante o livre jogo das iniciativas individuais dos agentes econômicos.

Libor (London Interbank Offer Rate) - Taxa de juros cobrada pelos bancos de Londres, que serve como referência para a maioria dos empréstimos do sistema financeiro internacional.

Limite de Crédito - Valor máximo a ser utilizado mensalmente em compras pelo cliente.

Liquidez - É a rapidez no qual bens financeiros podem ser convertidos em dinheiro sem grandes alterações no seu preço ou valor. Quando um bem não pode ser convertido em dinheiro com facilidade, diz-se que este bem não tem liquidez. Por exemplo, carros antigos, quadros e coleção de selos. Quando acontece o contrário, dz-se que o bem tem alta liquidez.

Liquidez de Instrumento - Facilidade na negociação de um título.

Liquidez Monetária - É constituída pelo circulante e pela soma de Moedas, Notas, Depósitos de Poupança e Depósitos à Prazo.

Líquido - Valor real imediatamente disponível, como dinheiro à vista, lingotes de ouro ou prata, moedas aceitas como forma de pagamento dólar americano, libra esterlina, etc.

Longo Prazo - É o período de tempo no qual todos os fatores de produção variam, ou seja, não existem mais fatores fixos.

Lock Out ? Dispensa temporária pelos empregadores de seus empregados com o fito de impor-lhes condições de trabalho ou em represália a algum fato prejudicial à operação normal da empresa.

Lote - Quantidade de títulos de características idênticas.

Lote Fracionário - Quantidade de ações inferior ao lote-padrão.

Lote-Padrão - Lote de títulos de características idênticas e em quantidade prefixada pelas bolsas de valores.

Lote Redondo - Lote totalizando um número inteiro de lotes-padrões.

LTN - É equivalente ao BBC-Bônus do BACEN. Tem juros prefixados e prazo máximo de 28 dias. Serve para cobertura de déficit orçamentário do Governo.

Lucratividade - Ganho líquido total propiciado por um título. Em bolsa, o lucro líquido proporcionado por uma ação, resultante de sua valorização em pregão em determinado período e do recebimento de proventos ? dividendos, bonificações e/ou direitos de subscrição ? distribuídos pela empresa emissora, no mesmo intervalo de tempo.

Lucratividade Média - Média das várias lucratividades alcançadas por um título em diversos períodos.

Lucro Líquido por Ação - Ganho por ação obtido durante um determinado período de tempo, calculado por meio da divisão o lucro líquido de uma empresa pelo número existente de ações.

Lucro Bruto - Diferença entre a receita e o custo de produção, incluindo-se os gastos com insumos, energia e outras despesas, mais impostos e remuneração dos empregados.

Lucro Extraordinário - Uma vez que os custos totais já incluem os lucros normais (a remuneração do empresário, ou seu custo de oportunidade), ocorrerão lucros extraordinários quando as receitas totais forem superiores aos custos totais.

Lucro Líquido - Equivale ao lucro bruto menos as deduções de imposto de renda e de outras taxas que a empresa tenha que pagar.

Lucro Normal - É a remuneração do empresário, medida pelo custo de oportunidade de se estar empregando seus recursos em dada atividade, e não numa alternativa. Os lucros normais estão incorporados nas curvas de custos consideradas pelos economistas. Dessa forma, quando as receitas igualam os custos totais, o lucro extraordinário ou extra é zero, mas existem lucros normais (embutidos nos custos).

---------------------------------------------------------------------------------------
[M]


Macroeconomia - Estuda a determinação e o comportamento dos grandes agregados, como PIB, consumo nacional, exportação, nível geral dos preços etc., com o objetivo de delinear uma política econômica.

Made In ? Feito em. Expressão usada juntamente com o nome do país onde a mercadoria é produzida.

Mais-Valia - Consiste no valor do trabalho não-pago ao trabalhador, isto é, na exploração exercida pelos capitalistas sobre seus assalariados.

Management ? Gerência. Administração

Margem Bruta - Diferença entre o preço de venda e os custos envolvidos na fabricação de um produto. Esse indicador é uma medida de eficiência na produção.

Margem Líquida - Diferença entre o preço do produto e todos os custos e despesas envolvidos na fabricação

Margin ? Diz-se da margem de lucro numa operação; lucro bruto.

Marketing - Estudo do mercado que visa a planejar possíveis lançamentos de produtos ou serviços no mercado consumidor em um futuro próximo ou distante ( prospectivos),e que leva em consideração as necessidades existentes ou possíveis, e as perspectivas de pesquisa e de adaptação da empresa, garantindo o êxito comercial da iniciativa

Market Price ? Preço de mercado, preço corrente.

Market Share ? Parcela de mercado detida por uma empresa ou produto. Participação de mercado.

Market Value ? Preço (valor) de mercado.

Mark Down ? Rebaixa de preço.

Mark On ? Margem de lucro, taxa de lucro em relação ao custo, ou à venda.

Mark-up - É a margem da receita de vendas (faturamento) sobre os custos diretos de produção. Essa margem deve ser tal que permita à empresa cobrir os custos diretos (ou variáveis), os custos fixos e a parcela desejada de lucro da empresa. Remarcação ou aumento de preço.

Matemática Financeira - Dentre várias definições, ?é a ciência que estuda o dinheiro no tempo? (Lawrence J.Gitman). O conhecimento de matemática financeira é indispensável para compreender e operar nos mercados financeiro e de capitais, e atuar em administração financeira.

Matriz Insumo - Produto ou de Relações Intersetoriais - Sistema de contabilidade social criado por Leontief, que mostra todas as transações agregadas de bens intermediários e de bens finais da economia, em determinado período.

Maturity ? Vencimento de um título.

Máxidesvalorização - É uma desvalorização drástica de qualquer moeda. A expressão se tornou corrente no Brasil depois das desvalorizações promovidas pelo governo em 1979 e em 1983, ambas superiores a 30%.

M & A (Merger and Acquisition) - Significa fusão e/ou aquisição de uma empresa por outra.

Margem - Montante, fixado pelas bolsas de valores ou caixa de registro e liquidação, a ser depositado em dinheiro, títulos ou valores mobiliários, pelo cliente que efetua uma compra ou uma venda a termo ou a futuro, ou um lançamento a descoberto de opções.

Maximização do Lucro Total - Corresponde à produção em que Receita Marginal (RMg) = Custo Marginal (GMg), com CMg crescente.

Meios de Pagamento - É o estoque de moeda disponível para uso do setor privado não bancário, a qualquer momento (ou seja, de liquidez imediata). É composto pela moeda em poder do público (moeda manual) e pelos depósitos a vista nos bancos comerciais (moeda escritural). Também chamado de Haveres Monetários. Existem quatro séries distintas de meios de pagamento: a M1 que eqüivale ao papel-moeda em poder do público e aos depósitos à vista no setor bancário; a M2 que inclui a M1 mais os depósitos a prazo; a M3 que engloba a M2 mais os depósitos em poupança; e a M4 que adiciona a M3 o saldo dos títulos públicos federais em circulação, isto é, fora da carteira do Banco Central.

Mega Bolsa - Novo sistema de negociação de BOVESPA, que engloba o pregão viva voz e os terminais remotos, e visa ampliar a capacidade de registro de ofertas e realização de negócios em um ambiente tecnologicamente avançado.

Mercado Aberto - Também conhecido por mercado secundário, é onde são negociados títulos públicos já emitidos.

Mercado de Ações - Segmento do mercado de capitais, que compreende a colocação primária em mercado de ações novas emitidas pelas empresas e a negociação secundária (em Bolsas de Valores e no mercado de balcão) das ações já colocadas em circulação.

Mercado de Ações - Mercado Atomizado - É aquele com infinitos vendedores e compradores (como `átomos`), de forma que um agente isolado não tem condições de afetar o preço de mercado. Assim, o preço de mercado é um dado fixado para empresas e consumidores.

Mercado de Balcão - É o mercado onde são negociadas ações de empresas que não têm autorização para operar na Bolsa de Valores. As operações não acontecem em um local determinado, como o pregão das Bolsas de Valores. Normalmente, compras e vendas são fechadas pelo telefone ou por um sistema eletrônico de negociação entre instituições financeiras.

Mercado de Balcão Organizado - Sistema organizado de negociação de títulos e valores mobiliários de renda variável. Administrado por entidade autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários ? CVM.

Mercado de Capitais - Conjunto de operações de transferência de recursos financeiros de prazo médio, longo ou indefinido, efetuadas entre agentes poupadores e investidores, por meio de intermediários financeiros. Toda a rede de Bolsas de Valores e instituições financeiras (bancos, companhias de investimento e de seguro) que operam com compra e venda de papéis (ações, títulos de dívida em geral).

Mercado Comum Europeu - Entidade supranacional que congrega doze países da Europa Ocidental (Alemanha, França, Itália, Holanda, Bélgica e Luxemburgo em 1957; Irlanda, Inglaterra e Dinamarca em 1973; Grécia em 1981 e Portugal e Espanha em 1986). Os países membros estabeleceram um sistema que tende a fundir seus mercados nacionais em um único mercado, instituindo facilidades para circulação entre eles de mercadorias e serviços; capitais e mão de obra.

Mercado Financeiro - É o mercado voltado para a transferência de recursos entre os agentes econômicos. No mercado financeiro, são efetuadas transações com títulos se prazos médios, longo e indeterminado, geralmente dirigidas ao financiamento dos capitais de giro fixo.

Mercado de Futuros - Mercado no qual são comprados e vendidos contratos para o envio de commodities ou instrumentos em data futura. Termo que significa a forma mais perfeita de negociação de produtos dentro dos mercados organizados. Consiste em Bolsas de Bens de Consumo formadas de acordo com as especializações dos produtores. Por intermédio de tais Bolsas, os executivos, profissionais, produtores, trabalhadores, etc., compram e vendem Contratos a Futuro de numerosos bens de consumo. É um mercado no qual há uma promessa de comprar ou vender valores ou produtos em alguma data futura a preços que foram fixados na negociação de compra e venda. Os contratos a futuro são fixos ou padronizados, no que diz respeito a unidades de quantidade, pré-requisitos de qualidade, data de vencimento e outras características.

Mercado de Opções - Mercado onde são negociados direitos de compra ou venda de um lote de valores mobiliários, com preços e prazos de exercícios pré-estabelecidos contratualmente. Por esses direitos, o titular de uma opção de compra paga um prêmio, podendo exercê-los até a data de vencimento da mesma ou revendê-los ao mercado. O titular de uma opção de venda paga um prêmio e pode exercer sua opção apenas na data de vencimento, ou pode revendê-la no mercado durante o período de validade da opção.

Mercado de Operações - Mercado no qual são negociados direitos de compra ou venda de um lote de valores mobiliários, com preços e prazos de exercício preestabelecidos contratualmente. Por esses direitos, o titular de uma opção de compra paga um prêmio, podendo exercê-los até a data de vencimento da mesma ou revendê-los no mercado. O titular de uma opção de venda paga um prêmio e pode exercer sua opção apenas na data do vencimento, ou pode revendê-la no mercado durante o período de validade da opção.

Mercado Primário - É nele que ocorre a colocação de ações ou outros títulos, provenientes de novas emissões. As empresas recorrem ao mercado primário para completar os recursos de que necessitam, visando ao financiamento de seus projetos de expansão ou seu emprego em outras atividades.

Mercado Secundário - Aquele em que muitos ativos financeiros de primeira ordem são negociados após a colocação primária. Geralmente, o mercado secundário garante liquidez aos ativos financeiros.

Mercado a Termo - Mercado no qual se processam as operações para liquidação diferida, em geral após trinta, sessenta ou noventa dias da data de realização do negócio.

Mercado à Vista - Mercado no qual a liquidação física (entrega dos títulos pelo vendedor) se processa no 2.º dia útil após a realização do negócio em pregão e a liquidação financeira (pagamento dos títulos pelo comprador) se dá no 3.º dia útil posterior à negociação, somente mediante a efetiva liquidação física. Este termo é utilizado para diferenciá-lo do mercado de futuros.

Merchandising - Conjunto de técnicas de marketing que consiste num reforço adicional à campanha publicitária normal de um produto, com o objetivo de cristalizar a sua imagem de forma subliminar.

Merval - É o índice que reflete a variação das ações na Bolsa de Valores de Buenos Aires.

Meta - Segmento de negociação eletrônica da BOVESPA, apoiado no estabelecimento de preço base de negociação ema vez ao dia (fixing) e na atuação do Promotor de Negócios, que é uma pessoa jurídica, indicada pela empresa, que assume o compromisso de registrar diariamente ofertas firmes de compra e de venda para o papel no qual se registrou, de acordo com normas regulamentares determinadas pela BOVESPA.

Metas Indicativas - Ao contrário das metas quantitativas, não precisam ser alcançadas para liberação de empréstimos nos acordos assinados com o FMI. Portanto, são metas mais flexíveis.

Metas de Inflação - São os percentuais que o Governo irá estipular para a variação da taxa de inflação. A intenção do Governo brasileiro é que as metas sejam semestrais, segundo um índice de custo de vida do IBGE previamente selecionado. Este modelo de controle de inflação por metas denominado ?inflation target? existe em vários países, entre eles a Nova Zelândia e a Inglaterra.

Metas Quantitativas - São as metas acertadas com os diretores do FMI e expressas em reais e não em percentuais. é o caso do superávit primário do setor público, por exemplo, que é fixado em milhões de reais.

Metas de política macroeconômica - Alto nível de emprego, estabilidade de preços, distribuição de renda socialmente justa, e crescimento econômico.

Mico - É aquele papel que é extremamente difícil de vender por falta de liquidez ou por alguma outra razão

Microeconomia - É um processo teórico elaborado com vistas a determinar as condições gerais de equilíbrio da economia a partir do comportamento dos agentes econômicos individuais - produtores e consumidores. Em tal sentido, pode também ser considerada como um ramo tradicionalmente ligado à ideologia do individualismo e do liberalismo.

Minibanda - É um intervalo dentro da banda cambial mais larga em que o BACEN atua junto ao mercado financeiro comprando e vendendo moeda.

Modelo Clássico de oligopólio (ou modelo neoclássico) - O objetivo da empresa é maximizar o lucro total (ou seja, igualar a receita marginal ao custo marginal).

Modelo de Mark-Up ? Trata-se de um modelo de oligopólio, em que o objetivo da firma é maximizar o mark-up, e não lucros. Esse modelo parte do pressuposto de que as firmas conhecem melhor seus custos de produção do que a demanda do produto, razão pela qual o preço do produto é fixado baseado em uma margem sobre os custos diretos de produção (mark-up).

Moeda - A mais antiga representação do dinheiro, muitas vezes empregada como seu sinônimo. Os primeiros registros do uso de moedas datam do século VII a.C., quando já eram cunhadas na Líbia, reino da Ásia Menor, e também no Peloponeso, no Sul da Grécia. Na verdade, sua história coincide com a descoberta do uso dos metais e o domínio das técnicas de mineração e fundição. Assim, as moedas de cobre, metal mole e pouco adequado ao manuseio, cederam lugar às duráveis moedas de bronze, feitas a partir de uma liga de cobre com estanho ou zinco. E a elevada valorização do ouro e da prata, por sua raridade e resistência ao desgaste ou à abrasão, atribuiu a esses metais nobres o caráter de base da organização monetária. A primeira função atribuída à moeda é a de troca, intimamente ligada a segunda função, a de medida de valor. Ao substituir o escambo, isto é, a troca em espécie, a moeda adquiriu o valor que lhe era arbitrariamente atribuído pelos mercadores em determinadas permutas de mercadorias. Estabeleceu-se dessa maneira uma avaliação que posteriormente passou a ser fixada pelo governante ou pelo Estado. Isto é, surgiu um padrão legal, uma medida teoricamente legal invariável para expressar o valor dos bens e mercadorias. Outra função atribuída à moeda é a de acumular valor, de permitir sua reserva ou entesouramento. E uma última função, esta mais recente, com a generalização do uso de crédito, é a que atribui à moeda a propriedade de pagar dívidas futuras. O papel-moeda data do século IX, quando passou a circular na China. Foi introduzido na Europa a partir do século XVII. Pelas facilidades de transporte e manuseio que oferece, difundiu-se rapidamente e substituiu com vantagens as moedas metálicas, possibilitando o aumento arbitrário do meio circulante. Em outras palavras, o papel-moeda fiduciário, corresponde a determinada quantidade de ouro que poderia ser sacada do banco emissor a qualquer momento, foi emitido em quantidades desproporcionais ao lastro-ouro declarado em depósito nos bancos nacionais. Era o início da prática da desvalorização da moeda e do surgimento da inflação, o que provocou a quebra do uso do padrão-ouro. A credibilidade do papel-moeda passou então a depender da estabilidade das economias nacionais e da confiança que seus emissores disfrutassem nos organismos internacionais - e, acompanhando essa situação, os metais nobres praticamente deixaram de ser utilizados na cunhagem de moedas; fabricadas atualmente com ligas vulgares de níquel e alumínio. Mais ainda, o padrão-ouro foi sendo gradativamente substituído pelo dólar norte-americano, a libra esterlina, o marco alemão e outras moedas fortes, emitidas pelas grandes metrópoles industriais e financeiras, o que tornava mais fácil as operações de comércio exterior e as transferências internacionais. Ainda assim, o padrão-ouro conserva uma relativa importância, pois as crises cíclicas que assolam a economia internacional obrigam os países ocidentais mais desenvolvidos a manter certa paridade em relação ao ouro, para fazer frente às constantes oscilações, do dólar, a moeda forte de maior circulação em todo o mundo.

Moeda Escritural - É o total de depósitos a vista nos bancos comerciais. Também chamada de moeda bancária.

Moeda Fiduciária - Papel-moeda parcialmente lastreado por outro. Sua origem remonta aos depósitos em ouro efetuados junto aos ourives, os precursores dos bancos. De início, os recibos dos depósitos correspondiam exatamente à quantidade de ouro mantida nos cofres. Mas, ao observarem que esses recibos circulavam, passando por muitas mãos, e demoravam certo tempo para ser esgotados, os ourives e posteriormente os banqueiros, passaram a emitir por sua conta recibos em maior quantidade que os depósitos de ouro recebidos em seus cofres; o valor desses recibos, ou as moedas de papel, dependia da confiança (fiducia, em latim) que merecia o banco emissor. A circulação da moeda fiduciária nos países que conservaram o lastro-ouro até os anos 60 deste século era, em média, 30% a 40% superior às reservas do metal depositado, embora as autoridades monetárias desses países em determinados momentos ultrapassem tais limites.

Moeda Manual - É o total de moeda em poder do público (empresas privadas e pessoas físicas).

Moeda podre - Títulos de dívida que são negociados no mercado com deságio devido à dúvida sobre a capacidade do emissor em efetuar o pagamento no vencimento.

Moeda de Privatização - Títulos usualmente negociados com deságio, que são aceitos pelo governo brasileiro nas privatizações.

Monetarismo - Corrente que considera que a atividade econômica é mais sensível à política monetária que à política fiscal. Os monetaristas pregam a não-intervenção no mercado, e são também chamados de ortodoxos, liberais, neoclássicos, neoliberais.

Monetização - Ocorre quando há elevação dos meios de pagamento (que não rendem juros) sobre o total de ativos financeiros que rendem juros. Pode também ser medida pelo saldo dos meios de pagamentos em relação ao PIB. Depende da taxa de inflação: quanto mais elevadas as taxas de inflação, menor a monetização da economia.

Money ? Dinheiro, moeda.

Monopólio - Forma de organização do mercado em que uma empresa domina a oferta de um determinado produto ou serviço que não pode ser substituído. A legislação da maioria dos países proíbe o monopólio, com exceção dos exercidos pelo Estado, geralmente em produtos e serviços estratégicos.

Monopólio Bilateral - É a forma de mercado em que um monopsonista, na compra de um insumo, defronta-se com um monopolista, na venda desse insumo. Por exemplo, uma única fábrica, numa cidade do interior (monopsonista), que se defronta com um único sindicato de trabalhadores (monopolista na venda).

Monopólio Puro ou Natural - Mercado em que as empresas apresentam elevadas economias de escala, o que lhes permite produzir a custos unitários de produção muito baixos, e vender seu produto a preços que representam uma barreira à entrada de novas firmas no mercado.

Monopsônio/Oligopsônio - É o monopólio/oligopólio na compra de fatores de produção. Por exemplo, a indústria automobilística, na compra de pneus.

Moratória - Palavra importada do Direito Comercial, que descreve uma prorrogação do prazo concedido para pagamento de uma dívida, obtida em acordo entre o devedor e o credor. Na economia internacional, o significado é um pouco diferente. Para os economistas, moratória é uma declaração unilateral feita por um país, afirmando que não pagará uma dívida no prazo estipulado. É uma medida extrema, que pode causar graves prejuízos futuros ao país. Isso porque, depois de uma moratória, as instituições financeiras deixam de emprestar dinheiro ao governo que decretou moratória, ou o fazem apenas mediante a cobrança de juros mais altos.

Mortage ? Hipoteca.

Movimento de Capitais - É a parte do balanço de pagamentos relativa às transações com capitais internacionais, físicos ou monetários. Compõe-se dos seguintes itens: investimentos diretos, reinvestimentos, empréstimos e financiamentos autônomos, e amortizações.

MSCI ( Morgan Stanley Capital International) - Índice criado pela Morgan Stanley para acompanhar o desempenho das bolsas de valores. Para medir o comportamento das bolsas brasileiras, existe o MSCI -Brasil.

Multinacional Corporation ? Multinacional Enterprise ? Empresa multinacional. Empresa internacional com sede em um país e subsidiários em vários outros países.

Multiplicador da Base Monetária - É a variação dos meios de pagamento, dada uma mudança no saldo da base monetária. A variação dos meios de pagamento é um múltiplo da variação da base monetária. É também chamado simplesmente de multiplicador monetário.

Multiplicador Keynesiano de Gastos - É a variação da renda nacional, dada uma variação autônoma em algum dos componentes da demanda agregada (consumo, investimento, gastos do governo, tributação, exportações ou importações). A renda nacional varia num múltiplo da variação de algum elemento autônomo da demanda agregada.

Mutualismo - Reunião de um grupo de pessoas, com interesses seguráveis comuns, que concorrem para a formação de uma massa econômica com a finalidade de suprir, em determinado momento, necessidades eventuais de algumas daquelas pessoas.

---------------------------------------------------------------------------------------

[N]


NAFTA (North American Free Trade Agreement) - O NAFTA é a ampliação do acordo de livre comércio existente entre os Estados Unidos e o Canadá desde 1989, com a inclusão do México em 1994. Preve a eliminação de taxas alfandegárias entre os três países ate 2009.

NASDAQ ( National Association of Securities Dealers Automated Quotation) - Lançada em 1971 a NASDAQ é a principal instituição norte-americana operando no mercado de balcão. É também a primeira bolsa eletrônica conectando diretamente compradores e vendedores. A Nasdaq é conhecida por negociar ações das maiores empresas de tecnologia, como por exemplo a Microsoft, Intel, Dell Computer, Yahoo, Amazon.com, etc. Recentemente, a NASDAQ uniu-se à American Stock Exchange (AMEX), formando o Nasdaq-Amex Market Group.

National Currency ? Moeda nacional.

NBC-E - Nota do Bacem - Série Especial. É um papel corrigido pela variação do dólar comercial. Tem juros de 6% ao ano além da correção cambial. Prazo mínimo de três meses. Esse título é vendido com deságio sobre o valor nominal, o que aumenta sua rentabilidade.

NBC-F - Nota do Bacem - Corrigida pela variação do Dólar Flutuante. Destina-se à proteção do investidor de uma desvalorização brusca da moeda nacional.

Negociação Comum - Aquela realizada em pregão, entre dois representantes de diferentes sociedade corretora, a um preço ajustado entre ambos.

Negociação Direta - Realizada sob normas especiais por um mesmo representante de sociedade corretora para comitentes diversos. Os interessados nessa operação devem preencher o cartão de negociação ou digitar um comando específico ? no caso de negociação ? indicando que estão atuando como comprador e vendedor ao mesmo tempo.

Negociação por Terminais - Pregão eletrônico. Sistema eletrônico de negociação por terminais, que permite a realização de negócios, por operadores e corretoras credenciados, nos mercados a vista, a termo e de opções, com papéis e horários definidos pela BOVESPA.

Nepotismo - Prática administrativa que consiste no favorecimento de parentes e amigos com empregos, títulos ou honrarias. Constitui ato de abuso de poder.

Net ? Líquido; preço, peso ou lucro; livre de despesas ou acréscimos.

Net Earning ? Receita líquida; lucro líquido.

Net Loss ? Prejuízo (perda) líquido.

Net Price ? Preço Líquido.

Net Worth ? Valor Líquido.

NF ? Abreviatura de NOT FUNDS, não fundos.

Nikkey - Índice da Bolsa de Valores de Tóquio, equivalente ao Ibovespa na Bolsa de São Paulo ou ao Dow Jones, da Bolsa de Nova York. O Nikkey reflete o preço das 225 ações mais negociadas no mercado japonês.

Nota de Corretagem - Documento que a sociedade corretora apresenta ao seu cliente, registrando a operação realizada, com indicação da espécie, quantidade de títulos, preço, data do pregão, valor da negociação, da corretagem cobrada e dos emolumentos devidos.

Nota Promissória - Documento emitido pelo devedor, que se obriga a pagar o seu credor, ou a sua ordem, uma determinada importância, numa data de vencimento definida.

Nota Técnica Atuarial - É o documento que contém a descrição e o equacionamento técnico do plano de previdência previsto no Regulamento

NTN - Nota do Tesouro Nacional. É um papel que têm várias destinações. Pode ser para cobrir rombos do Orçamento da União ou até para troca de dívida externa (em dólares) por dívida interna. São títulos pós-fixados com valor nominal de emissão em múltiplos de R$ 1,00.
Tem várias séries, cada uma com um tipo de correção: cambial, inflação, TR, TJLP, etc.

NTNd - Notas do Tesouro Nacional com prazo mínimo de 3 meses e juros de 6% a.a.(ao ano) calculados sobre o valor nominal atualizado.

NTNh - Notas do Tesouro Nacional com prazo mínimo de 90 dias, podendo ser nominativas ou negociáveis. A remuneração é pela TR, desde a emissão até o resgate.

---------------------------------------------------------------------------------------

[O]


Oferta - É a quantidade de determinado bem ou serviço que os produtores desejam vender, em determinado período de tempo.

Oferta de Direitos - Oferta feita por uma empresa a sus acionistas, dando-lhes a oportunidade de comprar novas ações por um preço determinado, em geral abaixo do preço corrente do mercado, e dentro de um prazo relativamente curto.

Oferta Monetária - Quantidade de moeda em circulação, mais os depósitos à vista nos bancos comerciais e os depósitos a prazo.

Oferta Pública - Mecanismo mediante o qual títulos de valores são oferecidos publicamente; em geral, a oferta pública está regida pela Lei de Mercado de Capitais. Aquela que os comerciantes fazem ao público de forma não determinada, mediante propagandas.

Oferta Pública de Compra - Proposta de aquisição, por um determinado preço, de um lote específico de ações, em operação sujeita à interferência.

Oferta Pública de Venda - Proposta de colocação, para o público, de um determinado número de ações de uma empresa.

Offer - Oferta, proposta de venda.

Offshore - Denominação dada às compras feitas pelo governo americano no exterior, no âmbito de sua política de ajuda internacional (em inglês, literalmente: ao largo, ultramar) A expressão também designar as plataformas petrolíferas em alto-mar, termo se aplica às sociedades quando são implantadas fora do(s), país(es) de origem de seus dirigentes.

Oligopsônio - Situação de um mercado em que a concorrência é imperfeita do lado da demanda, devido à presença de um número muito limitado de compradores.

Oligopólio - Grupo formado por poucas empresas de grande porte que são os únicos fornecedores de um produto, serviço ou matéria-prima. Até há pouco tempo, o oligopólio era considerado nocivo à economia, porque poderia levar à formação de cartéis e à manipulação de preços. Mais recentemente, os oligopólios ganharam contornos positivos, porque seu tamanho permite que os custos sejam divididos por um contingente muito grande de compradores. Assim, o preço final do produto ou serviço pode ficar mais baixo. A concorrência entre os grandes conglomerados não permite que o custo para o consumidor final suba e, no final das contas, inibe a formação de cartéis. O contrário de oligopólio é o oligopsônio: um pequeno grupo de compradores que têm condições de negociar em condições privilegiadas e definir o preço praticado pelos seus fornecedores.

OMC (Organização Mundial de Comércio) - Órgão máximo do comércio mundial, lhe compete regular e fiscalizar a prática comercial entre os países.

On Account ? Por conta, pagamento parcial. A prazo.

On Credit ? A crédito, fiado.

On Sale ? À venda.

OPEC (ORGANIZATION OF PETROLEUM EXPORTING COUNTRIES) ? Organização dos Países Exportadores de Petróleo.

OPEP - Organização dos Países Exportadores de Petróleo

Open Account ? Pagar em conta corrente. O comprador não está obrigado a pagar em uma data fixa, mas sim à sua conveniência. Isto ocasiona incidentes quando o vendedor mobilizar seu crédito por meio de uma letra de câmbio.

Open Market - No sentido amplo, é qualquer mercado sem local físico determinado e com livre acesso à negociação. Procedimento mediante o qual o Banco Central efetua operações de compra ou venda de títulos de valores no mercado aberto com o objetivo de possibilitar determinada política monetária.

Operador de Pregão - Representante de uma sociedade corretora, que executa ordens de compra e de venda de ações no pregão de uma bolsa de valores.

Operador do Sistema Eletrônico - Representante de uma sociedade corretora, que executa ordens de compra e de venda de ações e/ou opções, pelo sistema de pregão eletrônico da BOVESPA.

Operação Caixa - Operação pela qual um investidor vende a vista um lote possuído de ações e o recompra, no mesmo pregão, em um dos mercados a prazo; o custo do financiamento é dado pela diferença entre os preços de compra e venda.

Operação de Câmbio - Uma operação de câmbio envolve a negociação de moeda estrangeira através da troca da moeda de um país pela de outro. Uma pessoa que pretende viajar para o exterior precisa fazer uma operação de câmbio, trocando seus Reais pela moeda do país a ser visitado.

Operação de Financiamento - Consiste na compra a vista de um lote de ações e sua venda imediata em um dos mercados a prazo; a diferença entre os dois preços é a remuneração da aplicação pelo prazo do financiamento.

Opção - Contrato negociado no mercado financeiro, que dá direito, mediante o pagamento imediato de um prêmio, de comprar ou vender ativos financeiros à prazo.

Opção de Compra - É um contrato vendido a um preço, que outorga a quem o possui o direito de comprar do emissor da opção uma quantidade específica de determinado instrumento, por um preço previamente estipulado, durante período estabelecido. Se o valor do instrumento for superior ao preço indicado durante o período do contrato, o possuidor executará a opção.

Opção de Venda - É um contrato vendido a um preço, que outorga a quem o possui o direito de vender ao emissor da opção uma quantidade específica de determinado instrumento, durante período estabelecido. Se o valor do instrumento for inferior ao preço indicado durante o período do contrato, o possuidor executará a opção. Cabe destacar que o valor de qualquer opção é previamente conhecido.

Opção Coberta - Quando há o depósito, em uma bolsa de valores ou uma caixa de registro liquidação, das ações-objetos de uma opção.

Opção de Swap - Quem compra uma opção de swap adquire o direito de fazer um swap em uma data especificada. Quem vende assume a garantia de fornecer o swap, caso o comprador solicite.

Opções de Compra não-padronizadas (Warrants) - Warrant é um título que confere ao seu detentor a opção de comprar o ativo que lastreia esses títulos, a um preço predeterminado (preço de exercício) e até uma data preestabelecida (data de vencimento). Trata-se de uma opção não-padronizada, em geral de longo prazo, emitida por instituições detentoras de posições expressivas de valores mobiliários como debêntures, commercial paper. Etc.

Opções Sobre o Indice Bovespa - Proporcionam a seus possuidores o direito de comprar ou vender um índice Bovespa até (ou em ) determinada data. Tanto o prêmio como o preço de exercício dessas opções são expressos em pontos do índice, cujo valor econômico é determinado pela BOVESPA (atualmente R$ 1,00).

Ordem - Instrução dada por um cliente a uma sociedade corretora, para a execução de compra ou de venda de valores mobiliários.

Ordem Administrativa - O investidor especifica somente a quantidade e as características dos valores mobiliários ou direitos que deseja comprar ou vender. A execução da ordem ficará a crédito da corretora.

Ordem Casada - Composta por uma ordem de compra e uma outra de venda de um determinado valor mobiliário. Sua efetivação só se dará quando ambas puderem ser executadas.

Ordem Discricionária - Pessoa física ou jurídica que administra carteira de títulos e valores mobiliários ou um representante de mais de um cliente estabelecem as condições de execução da ordem. Após executada, o ordenante indicará:
? O nome do investidor (ou investidores);
? A quantidade de títulos e/ou valores mobiliários a ser atribuída a cada um deles;
? Preço.

Ordem de Financiamento - Constituída por uma ordem de compra (ou venda) de um valor mobiliário em um tipo de mercado e uma outra concomitante de venda (ou compra) de igual valor mobiliário no mesmo ou em outro mercado, com prazos de vencimento distintos.

Ordem Limitada - Aquela que deve ser executada por um preço igual ou melhor do que o especificado pelo comitente.

Ordem a Mercado - Ordem onde só há a especificação da quantidade e das características de um valor mobiliário. Deve ser efetuada desde o momento de seu recebimento no pregão.

Ordem On-stop - O investidor determina o preço mínimo pelo qual a ordem deve ser executada.
? A ordem on-stop de compra ? Será executada quando, em uma alta de preços, ocorrer um negócio a preço igual ou maior que o preço determinado.
? Ordem on-stop de venda ? Será executada quando, um uma baixa de preços, ocorrer um negócio a preço igual ou menor que o preço determinado.

Ordem de Pagamento - Qualquer documento escritural em que uma pessoa autoriza outra a receber pagamento de uma terceira. Nesse contexto, as ordens de pagamento mais comuns são o próprio papel moeda e o cheque.

Orçamento - Previsão limitadora das quantias monetárias que devem ser utilizadas como despesas e receitas, ao longo de um período determinado, por um indivíduo ou por uma sociedade.

Orçamento da União - Planejamento anual feito pelo poder executivo em que estão previstos gastos de dinheiro público ? para financiar obras e pagar funcionários, por exemplo ? e entrada de dinheiro em caixa, como o recolhimento de impostos. A conta, chamada de proposta orçamentária, é encaminhada ao Congresso Nacional que pode aprová-la na íntegra ou fazer emendas (mudando o destino de verbas ou cortando gastos. Por fim, ela é sancionada como lei pelo presidente da República. Em tese, o orçamento sempre tem validade para o ano seguinte de sua aprovação. Na prática, nos últimos anos o Congresso tem atrasado a votação do Orçamento até o final do primeiro trimestre do ano seguinte. Isso obriga o governo a adiar também parte dos seus gastos. É uma lei autorizativa. Ou seja, o Governo pode gastar até o limite determinado, mas não preciso gastar tudo o que está previsto.

Organicismo - Doutrina elaborada por Schaeffle e Rodbertus, que compara o sistema econômico a um ser vivo. Ato pelo qual uma terceira pessoa, distinta do sacado, do sacador e dos endossantes, garante o pagamento de um título na data de seu vencimento.

Oscilação - Variação (positiva ou negativa) verificada no preço de um mesmo ativo em um determinado período de tempo.

Otimização do Portfólio - Processo de escolha de ativos em um portfólio (carteira) buscando eliminar riscos, tendo como meta uma determinada rentabilidade. Para cada rentabilidade esperada há uma composição ótima de ativos em um portfólio que minimiza os riscos corridos.

Out Market ? Fora do mercado, fora de preço de mercado, muito caro

Outras Receitas Correntes do Governo - Receitas não tributárias, como aluguéis de prédios públicos, taxas, multas etc...

Overnight - Indica as aplicações financeiras feitas no open-market em um dia para ser resgatado no dia seguinte

---------------------------------------------------------------------------------------

[P]


Padrão Monetário - Valor, ou matéria, convencionalmente adotado com base do sistema monetário de um ou de vários países, e em relação ao qual serão definidos os outros tipos de moeda, e particularmente as unidades monetárias.

Pallet ? Estrado para acondicionamento da carga. Bandeja de carga.

Par - Valor de uma ação idêntico ao oficial ou nominal.

Paradoxo da Parcimônia (ou da poupança) - Como a poupança agregada é um vazamento de renda, se ela não for reinjetada no fluxo de renda, provocará queda da renda nacional. Mostra que o que é bom para o indivíduo não é necessariamente bom para o conjunto da coletividade.

Paraísos Fiscais - Pequenos países onde os impostos são muito baixos ou inexistentes, e onde o sigilo das operações bancárias é total. Empresas multinacionais e pessoas físicas aproveitam-se dos impostos baixos para estabelecer escritórios ou depositar dinheiro, e assim escapar à tributação de seu país de origem. O sigilo bancário também atrai pessoas interessadas em esconder o dinheiro que foi ganho em atividades ilegais. Exemplos de paraísos fiscais: Bahamas, Libéria, Ilhas Cayman.

Participação nos Lucros - Fração dos lucros de uma sociedade, a serem distribuídos, além da parte proveniente do primeiro dividendo e, eventualmente, dos juros, destinada ao conselho de administração ou ao conselho fiscal a título de remuneração complementar.

Partner ? Sócio.

Par Value ? Valor ao par, facial, nominal.

Passivo - Contrapartida do ativo, no balanço de um sujeito econômico. Compreende basicamente as obrigações a pagar, isto é, as quantidades que a empresa deve a terceiros: títulos à pagar, contas à pagar, fornecedores, salários à pagar, impostos à pagar, hipotecas à pagar, etc.

Passivo/Ativo Externo Líquido (ou poupança externa) - É o saldo do balanço de transações correntes, com sinal trocado. Se o saldo do BTC é negativo, indica que o país aumentou seu endividamento externo, em termos financeiros (tem um passivo externo líquido), mas tem poupança externa positiva, pois absorveu bens e serviços em termos reais do exterior. Se o saldo do BTC é positivo, indica um ativo externo líquido, ou uma poupança externa negativa.

Patente - Documento emitido pelo governo e concedido a um inventor ou a seus representantes, a fim de proteger seus direitos de propriedade e de exploração de uma invenção de caráter industrial.

Patrimônio Líquido - No balanço patrimonial, a diferença entre o valor dos ativos e dos passivos e resultado de exercícios futuros, representa o patrimônio líquido, que é o valor contábil pertencente aos acionistas ou sócios.

Pay in Open Account ? Pagar em conta corrente.

PEA ( População Economicamente Ativa) - O contingente de trabalhadores brasileiros com carteira assinada, em torno de 45 milhões de pessoas. É a base de cálculo da taxa de desemprego medida pelo IBGE

Performance Bond - Garantia de boa execução. Esta garantia é dada geralmente por um banco ou Companhia de Seguro. Nos Estados Unidos, por companhias de seguros especializadas, chamadas
Bonding Companies.

Período de Benefício - É o período durante o qual o participante e, quando for o caso, o beneficiário faz juz ao recebimento do benefício contratado.

Período de Diferimento - É o período existente entre a data de inscrição e a data de concessão do benefício do plano de previdência.

Período Indenitário - Período determinado durante o qual o segurador reembolsará determinadas despesas. Geralmente previsto nos seguros de perda de aluguel, pagamento de aluguel a terceiros ou interrupção de atividade profissional.

Permissionária - Sociedade corretora especialmente admitida no pregão de uma bolsa de valores, da qual não possui título patrimonial.

PIB ( Produto Interno Bruto) - É a medida do produto gerado na economia durante um determinado período de tempo. O cálculo é feito em unidades monetárias (Reais, Dolares, etc) porque essa é a única forma de somar coisas tão distintas como bens (carros, toneladas de trigo, etc) e serviços (o produto gerado em escolas, bancos, barbeiros, hospitais, etc). A sua variação anual reflete o quanto a economia produziu a mais, ou a menos, que no ano anterior.

PIB Per Cápita - Relaciona o crescimento da produção com o da população do país, pois é esta relação que determinará se, na média, a população está "enriquecendo" ou não.. É importante lembrar que o PIB per capita é apenas uma média indicativa: a distribuição deste ganho ou perda se dá de forma desigual entre as diferentes pessoas, e este efeito não é captado por este indicador.

PL ( Participação no Lucro ) - Quantidade do lucro de uma empresa que é distribuído aos funcionários.

P/L - Índice Preço/Lucro - Quociente da divisão de preço de uma ação no mercado. Assim, o P/L é o número de anos que se levaria para reaver o capital aplicado na compra de uma ação, pelo recebimento do lucro gerado por uma empresa. Para tanto, torna-se necessário que se condicione essa interpretação à hipótese de que o lucro por ação se manterá constante e será distribuído todos os anos.

Planejamento Estratégico Participativo (PEP) - É uma metodologia que permite a uma organização desenvolver e implementar, disciplinada e participativamente, um conjunto de estratégias, decisões e ações fundamentais, não só para sua sobrevivência, mas cruciais para seu progresso e efetividade.

Planos De Capitalização - São os planos em que são determinadas as formas em que se acumulará o capital, tempo de duração, resgate, sorteios (antecipando o resgate ou provisionando um capital adicional imediato), participação nos lucros da sociedade emissora, etc. ...

Política Cambial - Instrumento da política de relações comerciais e financeiras entre um país e o conjunto dos demais países. Os termos em que se expressa a política cambial refletem as relações políticas vigentes entre os países, com base no desenvolvimento econômico alcançado por eles. É diferente da política monetária por atuar mais diretamente sobre todas os fatores relacionados às transações econômicas do país com o exterior.

Política Comercial - Diz respeito aos instrumentos de estímulo às exportações e/ou estímulo/desestímulo às importações.

Política Econômica - É também conhecida como Economia Normativa. São as ações práticas do governo, com a finalidade de condicionar, balizar e conduzir o sistema econômico, no sentido de que sejam alcançados um ou mais objetivos econômicos, politicamente estabelecidos. Aplica, para melhor condução da ação econômica, os desenvolvimentos elaborados pela Teoria Econômica.

Política Fiscal - É a política de receitas e despesas do Governo. Envolve a definição e a aplicação da carga tributária sobre empresas e pessoas físicas, e a definição dos gastos do Governo com base nos tributos arrecadados. Exerce um forte impacto na política monetária.

Política de Rendas (ou controle de preços e salários) - Os agentes econômicos ficam impedidos de levar a cabo o que fariam em resposta a influências normais de mercado, por exemplo, congelamentos de preços, fixação da política salarial. Esses controles afetam diretamente a formação de preços e as rendas de salários, juros, aluguéis e lucros.

Política Macroeconômica - Envolve a atuação do governo sobre a capacidade produtiva (produção agregada) e despesas planejadas (demanda agregada), com o objetivo de permitir à economia operar a pleno emprego, baixas taxas de inflação e distribuição justa de renda.

Política Monetária - Refere-se à atuação do governo sobre a quantidade de moeda, crédito e taxa de juros

Portfólio - É um conjunto de títulos e valores mantido por um fundo mútuo ou por um investidor.

Posição em Aberto - Saldo de posições mantidas pelo investidor em mercados futuros e de opções.

Pós-Fixado - Característica de um tipo de investimento onde a rentabilidade não é conhecida a priori, sendo determinada a posteriori, geralmente vinculado a algum tipo de indexador.

Poupança - É a parcela da renda nacional não consumida no período, isto é, da renda gerada, parte não é gasta em bens de consumo.

Poupança Agregada - Poupança bruta, variação antes de ser descontadas as amortizações sofridas pelo valor do patrimônio ao longo do período considerado. Poupança líquida- poupança bruta deduzida da amortização do ativo fixo.

Poupança Externa - O mesmo que passivo/ativo externo líquido.

Prazo de Subscrição - Prazo fixado por uma sociedade anônima para que o acionista exerça seu direito de preferência na subscrição de ações de sua emissão.

Precatório - Precatar significa determinar à autoridade pública que se ponha de sobreaviso para a execução de ordem judicial. É um pedido do poder judiciário dirigido ao poder executivo para que este mande pagar importância resultante de ação judicial perdida pelo próprio Estado. Os títulos da dívida pública emitidos para tal fim não seriam computados nos limites do endividamento de cada uma das instâncias governamentais.

Pré-Fixado - Uma aplicação pré-fixada tem a sua rentabilidade conhecida a priori, ao contrário da pós-fixada. O investidor já sabe ao fazer a aplicação o valor em percentual da rentabilidade a ser recebida

Preço - É a expressão monetária do valor de troca de um bem ou serviço. Independente de seu valor de uso objetivo e de seu valor subjetivo de satisfação, o preço de um bem ou de um serviço só existe na medida em que se situa dentro de uma relação de troca (em espécie, preço relativo, ou em moeda, preço monetário), isto é , na medida em que produtor e usuário final possam ser diferentes.

Preço de Exercício da Opção - Preço por ação pelo qual um titular terá direito de comprar ou vender a totalidade das ações-objeto da opção.

Preços Relativos - É a relação entre os preços dos vários bens. Na análise microeconômica, os preços relativos são mais relevantes do que os preços absolutos (específicos) das mercadorias.

Pregão - É a sessão em que se efetuam negócios em uma bolsa de valores. diretamente na sala de negociações e/ou pelo sistema de negociação eletrônica da BOVESPA. Funciona da seguinte maneira: os operadores das diversas corretoras anunciam em voz alta quais são as ações que eles querem comprar ou vender, e a que preço. Os negócios são fechados assim, aos gritos na sala do pregão, e formalizados no final do dia.

Pregão Eletrônico - Sistema eletrônico de negociação por terminais, que permite a realização de negócios, por operadores e corretoras credenciados, nos mercados a vista, a termo e de opções, com papéis e horários definidos pela BOVESPA.

Prêmio - Indenização previamente combinada que o comprador a prazo de um valor em bolsa paga ao vendedor no dia da liquidação, em caso de desistência de uma operação já contratada.

Prime Rate - Termo que indica a taxa de juros mais baixa do mercado americano, cobrada apenas de clientes preferenciais, como grandes corporações, com chances remotas de dar um calote.

Princípio do Acelerador - Mostra que o nível de investimentos é influenciado pela taxa de crescimento do produto e não pelo nível do produto. Por exemplo, a encomenda de novos vagões está mais relacionada às flutuações do tráfego ferroviário do que ao nível do tráfego.

Princípio do Beneficio - É um princípio de tributação no qual os indivíduos devem pagar impostos proporcionalmente aos benefícios que auferem dos gastos públicos.

Principio da Capacidade de Pagamento - É um principio tributário pelo qual cada indivíduo deve pagar proporcionalmente à sua condição econômica.

Princípio da Demanda Efetiva - Como a oferta agregada é constante a curto prazo, as alterações do nível de emprego e de renda dependem apenas da demanda agregada, ou seja, o principal papel para a estabilização da economia cabe à demanda e não à oferta agregada.

Princípio da Exclusão - Diz que, quando o consumo do indivíduo A de determinado bem implica que ele tenha pago o preço do bem, o indivíduo B, que não pagou por esse bem, será excluído do consumo do mesmo. O consumo desse bem é rival.

Privatização - Aquisição ou incorporação de uma companhia ou empresa pública por uma empresa privada.

Processo de Produção (ou método de produção) - Caracteriza-se como diferentes combinações dos fatores de produção a dado nível de tecnologia.

Procon - São instituições de proteção e defesa do Consumidor, encarregadas de defender as pessoas contra o abuso econômico. Normalmente os Procons são mantidos pelos governos estaduais e municipais

Procura (ou demanda) - É a quantidade de determinado bem ou serviço que o consumidor deseja adquirir, em dado período de tempo.

Profit ? Lucro. Ganho em operação comercial.

Produção - É o processo pelo qual uma firma transforma os fatores de produção adquiridos em produtos ou serviços, para a venda no mercado.

Produção Industrial - A pesquisa mensal industrial do IBGE fornece, mensalmente, uma estimativa do movimento do produto da indústria em termos físicos. Trata-se de um índice de quantum (análise das quantidades produzidas), cuja base de comparação instituída pelo IBGE é atualmente o ano de 1991. O índice sazonalmente ajustado é aquele que procura, através de modelos estatísticos, eliminar os movimentos previsíveis de alta ou queda de produção para cada setor. Como exemplo de um movimento sazonal, temos o tradicional crescimento da produção de bens de consumo nos últimos meses do ano, em função da expectativa de um maior volume de vendas, devido ao Natal. Uma série ajustada sazonalmente já elimina este movimento previsível, ficando como resultado apenas a variação "pura" daquele período. Assim, hipoteticamente, se tivermos uma variação de +3%, já sazonalmente ajustada, na comparação entre a produção de um determinado bem no mês de novembro de 1996, em relação à realizada em fevereiro de 1996, isto representaria que, já descontado o movimento médio esperado para o período, houve um crescimento de 3% na produção - o ajuste sazonal torna possível a comparação "pura" entre dados.

Produtividade Marginal - É a variação do produto, dada uma variação no fator de produção. Por exemplo, a produtividade marginal da mão-de-obra é a variação da quantidade produzida, dada uma alteração na quantidade de mão-de-obra utilizada.

Produtividade Média - É a relação entre o nível do produto e a quantidade do fator de produção. Por exemplo, a produtividade média da mão-de-obra (ou produto por trabalhador) é a relação entre a quantidade produzida e o número de trabalhadores empregados.

Produto (renda) Nominal - É o produto medido a preços correntes do período. O mesmo que produto (renda) monetário.

Produto (renda) Real - É o produto medido a preços constantes de determinado ano (chamado ano-base), ou seja, é o produto deflacionado, após retirado o efeito da inflação.

Produto Nacional (PN) - É o valor de todos os bens e serviços finais produzidos em determinado período de tempo

Produto Nacional Bruto (PNB) - Renda que pertence efetivamente aos nacionais. É o PIB mais a renda liquida dos fatores externos (dada pela diferença entre a renda recebida e a renda enviada, na forma de juros, lucros, royalties e assistência técnica).

Produto Total (PT) - É a quantidade total produzida, em dado período de tempo.

Produto Nacional Líquido - É o produto nacional bruto menos a depreciação.

Propensão Marginal a Consumir - É a variação do consumo agregado, dada uma variação da renda nacional.

Propensão Marginal a Poupar - É a variação da poupança agregada, dada uma variação da renda nacional.

Propensão Média a Consumir - É a relação entre o nível de consumo agregado e a renda nacional.

Propensão Média a Poupar - É a relação entre o nível de poupança agregada e a renda nacional.

Protecionismo - Doutrina, teoria ou política econômica que preconiza ou põe em prática, um conjunto de medidas que favorecem as atividades domésticas e penalizam a concorrência estrangeira.

Proventos - Dividendos, bonificações e/ou direitos de subscrição distribuídos, por uma empresa, a seus acionistas.

Put - Opção de venda de ações. Direito outorgado ao titular de uma opção se, se o desejar, vender ao lançador um lote-padrão de determinada ação, por um preço previamente estipulado na data de vencimento da opção.

---------------------------------------------------------------------------------------

[Q]


Quadro de Cotações - Local no recinto de negociações das bolsas de valores onde os diversos preços e quantidades de ações negociadas são apresentados.

Quality ? Qualidade. Quality Certificate ? Certificado de Qualificação.

Quase-Moeda - São ativos financeiros de alta liquidez e que rendem juros, como títulos públicos, cadernetas de poupança, depósitos a prazo. Também chamados de Haveres não Monetários.

Quinta Feira Negra - O dia 24 de outubro de 1929, quando teve início a queda na Bolsa de Valores de Nova York, desencadeando a Grande Depressão que se estenderia até meados da década de 30

Quota (de fundo ou clube de investimento) - Parte ideal de um fundo ou clube de investimento, cujo valor é igual à divisão de seu patrimônio líquido pelo número existente de quotas.

Quotational Period ? Período de validade de uma cotação de preço.

---------------------------------------------------------------------------------------

[R]


Raider - Pessoa física ou jurídica que se torna adquirente de sociedades sem a concordância de seu conselho de administração, utilizando a técnica da oferta pública de compra.

Rate - Tarifa. Taxa.

Rating - Avaliação de risco

Razão Social - É o nome devidamente registrado sob o qual uma pessoa jurídica se individualiza e exerce suas atividades. A razão social diferencia-se do nome dado a um estabelecimento ou do nome comercial com que a empresa pode ser reconhecida junto ao público

RDB - (Recibo de Depósito Bancário) - Tipo de aplicação em renda fixa, cujo rendimento é uma taxa de juros previamente combinada e negociável diretamente com o banco. O RDB não permite retirada antecipada dos recursos aplicados, nem negociação em mercado secundário.

R2 - Trata-se de um recurso estatístico usado para medir a correlação entre o desempenho de um fundo de investimentos e seu benchmark. O R2 varia entre 0 e 1. Quando é igual a 1 dizemos que tem correlação linear perfeita, ou seja, o fundo acompanha exatamente o seu benchmark. Quando é igual a 0 dizemos que o fundo não tem correlação com o seu benchmark.

Realização de Lucro - Ocorre quando o investidor vende seus papéis para embolsar lucros já acumulados.

Receita Bruta - Total de reais recebido pela venda dos produtos ou serviços da empresa, sem qualquer dedução.

Receita Líquida - É a receita bruta menos as devoluções de produtos e os impostos pagos pela empresa.

Receita Marginal - É a variação da receita total, dada uma variação na quantidade vendida.

Receita Média - É a receita por quantidade vendida, isto é, a receita total dividida pela quantidade vendida. Também chamada receita unitária.

Receita Total - É o preço unitário vezes a quantidade vendida do bem.

Recessão - Ocorre quando o volume de riqueza que um país produz (PIB) diminui em relação ao que produziu no ano anterior. Geralmente precedida pela deflação, é um período de crise e transição entre uma época de prosperidade e outra de depressão econômica.

Recibo de Carteira Selecionada de Ações ? RCSA - É um recibo representativo de um conjunto de ações, cujas quantidades são previamente fixadas e conhecidas antes de sua constituição. Uma vez constituídos, os recibos são negociados na BOVESPA como se fossem um único título. Podem ser constituídas carteiras com as mais variadas composições, cada qual direcionada para um determinado perfil de investidor. O RCSA permite que o investidor compre ou venda um portfólio de ações por meio de uma única operação.

Recibo de Subscrição - Documento que comprova o exercício do direito de subscrição, passível de ser negociado em bolsas de valores.

Recompra - É o compromisso assumido por uma instituição financeira de tornar a comprar o título negociado, em uma data futura, antes do vencimento do título

Recursos Administrados - Valores sobre os quais as decisões de investimento são centralizadas na figura de um administrador ou instituição financeira. Os valores podem ser próprios ou de terceiros.

Redesconto - São duas as operações de redesconto no Brasil: redescontos de liquidez ou especiais. Os especiais são refinanciamentos de operações específicas, previstas por lei como financiamentos de produtos agrícolas, à exportação de manufaturados, etc. Quanto ao empréstimo de liquidez, trata-se de uma operação eventual, para cobrir o caixa de bancos com problemas momentâneos de liquidez. Ë utilizado quando os bancos comerciais, apesar de todas as suas previsões de caixa, necessitam de reforço caixa ou ficam a descoberto na compensação de cheque. Nestes casos o banco emite uma nota promissória a favor do Banco Central e recebe um crédito em sua conta de depósito no Banco do Brasil pagando uma taxa de juros superior à taxa média cobrada no mercado financeiro.

Redesconto Especial - É o montante de recursos que o Banco Central coloca à disposição dos bancos comerciais, com o objetivo de incentivar setores específicos da economia

Redesconto de Liquidez - É o empréstimo do Banco Central aos bancos comerciais, normalmente para cobrir problemas de liquidez.

Regime Cambial - É a política de câmbio que prevê uma banda para a flutuação do Real frente ao Dólar.

Regime Econômico - Características institucionais que determinam, no âmbito de um sistema econômico, as condições de organização prática do funcionamento da economia.

Registro em Bolsa - Condição para que uma empresa tenha suas ações admitidas à cotação em uma bolsa de valores, desde que satisfaça as normas estabelecidas pela mesma.

Remuneração - O que é percebido por um indivíduo, ou por uma coletividade, como fruto do capital ou da remuneração do trabalho.

Remuneração dos Fatores - Constitui-se da renda dos fatores de produção: salários, juros, aluguéis e lucros.

Renda Fixa - São títulos cujo rendimento está previamente definido. Esse rendimento pode ser pré-fixado (quando compra o título, o investidor já sabe de antemão quanto vai receber ao final de determinado prazo) ou pós-fixado (a valorização do papel é proporcional a um índice de inflação). Entre os investimentos de renda fixa estão os Certificados de Depósito Bancário (CDBs), cadernetas de poupança e a maioria dos títulos públicos.

Renda Disponível do Setor Privado - É a renda efetivamente disponível para o setor privado gastar ou poupar. É igual à renda disponível total mais as transferências e subsídios do governo ao setor privado (pensões), menos os impostos diretos e indiretos e outras receitas correntes do governo.

Renda Disponível do Setor Público - É a renda disponível para o governo utilizar para seus gastos ou poupar. É dada pela diferença entre o total de receitas correntes do governo e as transferências e subsídios ao setor privado.

Renda Enviada ao Exterior (RE) - Parte do que foi produzido internamente não pertence aos nacionais, principalmente capital (físico e financeiro) e a tecnologia. A remuneração desses fatores vai para fora, na forma de remessa de lucros, royalties, juros, assistência técnica.

Renda Fixa - Tipo de aplicação na qual a rentabilidade pode ser determinada previamente ou que segue taxas conhecidas do mercado financeiro. São exemplos de renda fixa CDB ,Certificado de Depósito Bancário, e debêntures.

Renda Líquida de Fatores Externos - É a remuneração dos ativos, de acordo com o país de origem. É a diferença entre a renda recebida do exterior e a renda enviada ao exterior, na forma de lucros, juros, royalties e assistência técnica. Também chamada de serviços de fatores.

Renda Nacional - É a soma dos rendimentos pagos aos fatores de produção (salários, juros, aluguéis e lucros), em dado período.

Renda Per Capita - Resultado da divisão do montante total da renda tributável pelo número de pessoas, em economia, indicador usado para medir o grau de desenvolvimento de um país

Renda do Plano de Previdência - É o benefício do plano representado por uma série de pagamentos mensais ao participante ou ao(s) beneficiário(s), calculado de acordo com a Nota Técnica Atuarial e com o tipo de renda mensal contratado.

Renda Pós-fixada - É o rendimento que paga correção monetária no período da aplicação mais juros(% ano), sobre o valor corrigido da aplicação. Nesta aplicação o investidor só fica sabendo qual será o seu rendimento no vencimento do título.

Renda Recebida do Exterior (RR) - Renda recebida em virtude da produção de nossas empresas no exterior.

Renda Variável - Tipo de investimento no qual a rentabilidade não pode ser determinada na data da realização do investimento. Uma aplicação é considerada renda variável quando o retorno ou rendimento desta aplicação é pouco previsível pois está sujeita a grandes variações de acordo com o mercado. Ações de empresas são exemplos de renda variável.

Rendimentos Constantes de Escala - Se todos os fatores de produção crescem em dada proporção, a produção cresce na mesma proporção. As produtividades médias dos fatores de produção permanecem constantes.

Rendimentos Crescentes de Escala (ou economias de) - Se todos os fatores de produção crescerem numa mesma proporção, a produção cresce numa proporção maior. Isso ocorre porque empresas com maiores plantas permitem maior especialização de tarefas (melhor divisão do trabalho) e porque certas unidades de produção só podem ser operadas com base em um nível mínimo de produção (as chamadas indivisibílidades na produção).

Rentabilidade - Medida de ganho financeiro nominal sobre o total do investimento, expressa em termos percentuais. Ex.: Um investimento inicial de R$ 100,00, que hoje vale R$ 105,00, gerou um ganho financeiro nominal de R$ 5,00 e uma rentabilidade de 5%.

Resale ? Revenda.

Reservas Cambiais - As reservas cambiais refletem o montante de moeda estrangeira (e ouro) acumulado pelo país. O resultado do Balanço de Pagamentos, que reflete o resultado monetário das transações de bens e serviços realizadas pelos brasileiros com o exterior (saldo em transações correntes), assim como o fluxo de capitais entre o país e o exterior (sejam empréstimos, financiamentos, aplicações em mercado financeiro, investimento direto em plantas industriais, etc), vai exprimir se houve acúmulo ou perda de moeda estrangeira no período, refletindo, portanto a variação das reservas cambiais. Vale lembrar que o Balanço de Pagamentos registra somente um fluxo monetário dentro de um determinado período (em geral os resultados são apresentados em trimestres ou anuais), enquanto que as Reservas Cambiais revelam o estoque de moedas estrangeiras em um determinado momento.

Reservas Compulsórias (ou obrigatórias) - É a parcela dos depósitos a vista que os bancos comerciais são obrigados legalmente a reter no Banco Central. Também chamadas depósitos ou encaixes compulsórios.

Reservas Internacionais - Constituídas pelos dólares que entram no país via investimentos diretos, empréstimos, financiamentos e captações. Para serem usados, esses dólares são trocados por reais junto aos bancos. Os reais vão para a economia e os dólares ficam com o BACEN. As reservas em dólares precisam ser suficientes para quitar todas as dívidas do país com o mercado internacional.

Reserva Matemática de Benefícios a Conceder - É o saldo individualizado, apurado durante o período de diferimento, decorrente da movimentação de recursos de cada participante e/ou das contribuições da Instituidora, sendo seu valor atualizado diariamente em função da valorização das cotas do FIFE.

Reserva Matemática de Benefícios Concedidos - É o montante de recursos destinado a garantir o pagamento de benefício de plano de previdência, constituído pela movimentação e remuneração de recursos transferidos individualizadamente da reserva matemática de benefícios a conceder, na data de concessão do benefício.

Reservas Totais dos Bancos Comerciais - É a soma do caixa (encaixes), reservas obrigatórias e reservas voluntárias dos bancos comerciais junto ao Banco Central.

Reservas Voluntárias (ou livres) - É a conta dos bancos comerciais com o Banco Central, para atender a seu movimento de caixa e compensação de cheques. Também chamadas depósitos ou encaixes voluntários.

Resistência - Jargão utilizado freqüentemente pelos profissionais do mercado financeiro que sugere um limite de alta de alguma ação, título ou índice.

Resgate - O ato de retirada, pelo investidor, do total ou parte dos recursos investidos em determinada aplicação..

Resgate Automático - É um tipo de resgate previamente programado pela instituição financeira, não necessitando da ordem ou comando por parte do investidor, no momento do resgate.

Resgate Mínimo - É o valor mínimo que pode ser retirado (sacado) pelo investidor de uma determinada aplicação. Resgates inferiores a esta quantia não são permitidos pelo fundo de investimento. O valor do resgate mínimo varia de fundo para fundo.

Resolução - Norma legal reguladora do mercado financeiro emitida por agências federais como por exemplo o Banco Central e CVM.

Resseguro - É a operação de que se vale um ou mais seguradores para transferir à resseguradora o excesso de responsabilidade que ultrapassa o limite de sua capacidade de retenção de riscos. Diminui sua responsabilidade na aceitação de um risco considerado alto demais.

Retrocessão - Operação de que se socorre o ressegurador para repassar ao mercado segurador nacional os excessos e responsabilidades que vão alem dos limites de sua capacidade de indenizar.

Revolving Credit ? Crédito rotativo. Crédito do qual a totalidade ou parte do montante torna-se disponível após a utilização, geralmente dentro das mesmas condições, que sejam necessária emissão de novo crédito. O crédito pode ser estipulado Revolving (rotativo) por períodos sucessivos de duração determinada. Salvo estipulação em sentido contrário, a parte não utilizada durante esse período não é transportável para o período seguinte.

Risco - Elemento de incerteza que pode afetar a atividade de um agente ou o desenrolar de uma operação econômica

Risco de Crédito - Termo que associa determinado título a probabilidade do mesmo não poder ser honrado, pelo emissor, no caso de um evento imprevisto. Ex.: no caso de falência de uma empresa as debêntures, de emissão da mesma, dificilmente serão honradas.

Rolagem da Dívida Pública - É o refinanciamento de papéis emitidos para cobrir rombos no Orçamento do Governo. Nas contas do Tesouro Nacional, o aumento dos juros tem impacto negativo (aumento); e a diminuição dos juros tem impacto positivo (diminuição) na dívida pública.

Royalties - Remunerações de qualquer natureza pagas pelo uso ou pela concessão do uso de um direito de autor sobre uma obra literária, artística ou científica (inclusive os filmes cinematográficos, filmes ou fitas de gravação de programas de televisão ou radiodifusão), de uma patente, marca de indústria ou de comércio, desenho ou modelo, plano, fórmula ou processos secretos, bem como pelo uso ou pela concessão do uso de um equipamento industrial, comercial ou científico ou por informações correspondentes à experiência adquirida no setor industrial, comercial ou científico.

---------------------------------------------------------------------------------------

[S]


Sala de Negociações - Local adequado ao encontro dos representantes de corretoras de valores e à realização, entres eles, de transações de compra e venda de ações/opções, em mercado livre e aberto.

Salário Mínimo - Menor salário fixado por lei, a fim de garantir aos assalariados das categorias menos favorecidas um rendimento correspondente ao mínimo vital, definido em relação a um determinado meio social.

Salário Nominal - Soma em dinheiro que o trabalhador recebe em troca de sua força de trabalho.

Salário real - Nível do salário em relação a seu próprio poder de compra em determinado momento. Se os salários nominais aumentam na mesma proporção do custo de vida, o salário real mantém seu poder de compra em 100%. Mas, quando o índice geral de preços é mais elevado que os aumentos salariais, ocorre uma queda do salário real na mesma proporção

Saldo em Transações Correntes - É o resultado de todas as operações do país com o exterior. Nessa conta, estão incluídas as receitas e despesas da balança comercial (exportações e importações), da conta de serviços (juros, viagens internacionais, transportes, seguros, lucros e dividendos, serviços diversos) e das transferências unilaterais. O Brasil tem um déficit nas contas externas (as despesas superam as receitas).

Sale ? Venda

Saving Bank ? Banco de Poupança. Caixa Econômica.

Sazonalidade - É a denominação do período do ano com maior atividade de determinado setor da economia. A indústria tem maior nível de atividade nos meses de setembro e outubro, quando a produção aumenta para atender às encomendas do comércio para as vendas de Natal.

Securitização - Operação financeira que faz a conversão de um empréstimo (dívida) e outros ativos, em títulos negociáveis (securities). Chamamos de securitização o ato de, por exemplo, pegar um empréstimo, dividir em partes, transformar em títulos negociáveis e vender estes títulos a investidores.

Securitização de Recebíveis - É a transformação de um recebível (um título cujo valor será recebido num momento futuro) em títulos negociáveis para vendê-los a investidores. Um dos objetivos da securitização de recebíveis é a redução do risco da carteira de investimentos, ao mesmo tempo que aumenta a possibilidade de rentabilidade para o investidor.

Segunda Linha - Ações pouco procuradas por investidores, consideradas um investimento pouco seguro pelos especialistas. Quase sempre são ações baratas, cuja valorização pode resultar em grandes lucros (ou em prejuízos monumentais) para investidores dispostos a correr risco. Há fundos e analistas de investimento especializados em ações de segunda linha.

Seller?s Market ? Mercado de vendedor. Situação de mercado em que a procura é maior do que a oferta.

SELIC (Sistema Especial de Liquidação e Custódia) - É um sistema computadorizado do Banco Central, ao qual apenas as instituições financeiras credenciadas têm acesso. Funciona mais ou menos como a compensação de um banco, só que no mercado de títulos públicos: transfere dos papéis para o comprador, ao mesmo tempo em que credita o valor da venda para o vendedor. Tudo isso é feito em tempo real. O Selic calcula uma média dos juros que o governo paga aos bancos que lhe emprestaram dinheiro. Essa média, chamada de Taxa Over-Selic, serve de referência para todas as outras taxas de juros do país. Por isso, a Taxa Over-Selic é chamada também de juro básico. Através do Selic os negócios têm liquidação imediata. O Selic também monitora as reservas financeiras dos bancos.

Série de Opções - Opções do mesmo tipo, sobre a mesma ação-objeto, com o mesmo mês de vencimento e o mesmo preço de exercício.

Serviços - Denominação dada ao conjunto das atividades que se desenvolvem especialmente nos centros urbanos e que são diferentes das atividades industriais e agropecuárias. Tais atividades industriais normalmente enquadram-se no assim chamado setor terciário da economia como o comércio, os transportes, a publicidade, as telecomunicações, a educação, a saúde, a recreação, o setor financeiro, de seguros e a administração pública. Prestações de assistência ou realização de tarefas que contribuem para a satisfação das necessidades individuais ou coletivas, de outro modo que não seja pela transferência da propriedade de um bem material.

Serviços de Fatores - Correspondem aos itens do balanço de serviços que representam remuneração a fatores de produção externos, ou seja, é a própria renda liquida de fatores externos, que corresponde à soma de lucros, juros, royalties e assistência pagos e recebidos do exterior

Serviços de Não Fatores - Correspondem aos itens do balanço de serviços que se referem a pagamentos a empresas estrangeiras, na forma de fretes, seguros, transporte, viagens etc.

Setor Público Não Financeiro - É representado pelas empresas públicas federais, estaduais e municipais, exceto bancos, distribuidoras de títulos, corretoras e demais companhias com permissão para atuar no mercado financeiro. Ou seja, reúne as principais empresas públicas, excluindo as instituições financeiras.

Shareholder ? Acionista.

SISBACEN ( Sistema de Operações, Registro e Controle do Banco Central) - É o instrumento de comunicação computadorizado do Banco Central com as instituições financeiras, que por sua vez têm seus computadores conectados a esse sistema. Recebem informações do Bacen e enviam dados sobre suas operações financeiras e cambiais. É nele que são registradas saídas e entradas de dólares do país e por onde são feitos vários avisos, entre eles a liquidação de instituições financeiras, etc.

Sistema de Contas Nacionais - Sistema de contabilidade social criado por Richard Stone, que considera apenas as transações com bens e serviços finais. Utiliza o método contábil das partidas dobradas e consiste em quatro contas básicas (PIB, Renda Nacional Disponível, Capital e Transações com o Resto do Mundo) e uma conta complementar (Conta Corrente das Administrações Públicas).

Sistema de Concorrência Pura - O mercado, sem a interferência do governo, resolve encontrar seu ponto de equilíbrio, por meio do mecanismo de preços. Prevalece o laissez-faire: milhares de produtores e de consumidores têm condições de resolver os problemas econômicos fundamentais (o que e quanto, como e para quem produzir.

Sistema de Economia Mista - Trata-se de um sistema predominantemente de economia de mercado, mas com a participação direta do governo, com o objetivo de eliminar distorções alocativas e distributivas, que o mercado sozinho não tem condições de resolver.

Sistema Econômico - Conjunto de instituições jurídicas e sociais afins, em que são empregados certos meios técnicos, organizados em função de determinadas causas dominantes, para assegurar a realização do equilíbrio econômico.

Smart Card - É um cartão de crédito que contém um chip que o permite agregar novas utilidades, como uma agenda eletrônica onde você pode armazenar dados pessoais.

SND (Sistema Nacional de Debêntures ) - Parte do sistema CETIP é manter registros e cadastros de todas as debêntures emitidas e negociadas no mercado.

Sobras de Subscrição - Direitos referentes ao não exercício de preferência em uma subscrição.

Sobrevalorização - Termo utilizado para expressar que determinado ativo está valendo mais do que seu valor real.

Socialismo - Doutrina que preconiza a organização de uma sociedade igualitária, livre das relações de exploração entre as classes sociais, e que assegura a primazia do interesse coletivo sobre os individuais.

Sociedade - Entidade jurídica, instituída por um contrato, que reúne várias pessoas que se obrigam a empregar em comum valores, bens, ou trabalho, com finalidade lucrativa.

Sociedade Anônima - Sociedade comercial formada por, no mínimo, sete sócios, sendo o capital de cada um representado pelo número proporcional de ações e sua responsabilidade limitada ao capital investido.

Sociedade Corretora - Instituição auxiliar do sistema financeiro, que opera no mercado de capitais com títulos e valores mobiliários, em especial no mercado de ações. É a intermediária entre os investidores nas transações em bolsas de valores. Administra carteiras de ações, fundos mútuos e clubes de investimentos, entre outras atribuições.

Sociedade de Capital Autorizado - Sociedade comercial cujo capital é inferior ao estabelecido pelo estatuto social. Por isso, suas ações só podem só podem ser nominativas ou endossáveis.

Sociedade Distribuidora - Instituição auxiliar do Sistema Financeiro, que participa do sistema de intermediação de ações e outros títulos no mercado primário, colocando-se à venda para o público.

Sociedade de Investimento - Empresa que atua no mercado a longo prazo, por meio do recebimento e aplicação de recursos. Elas trabalham com recursos do exterior.

Sociedade de Investimento DL 1401 - É aquela que permite a investidores estrangeiros investir nos mercados financeiros e acionários brasileiros.

Sociedade Limitada - Sociedade comercial por cotas de responsabilidade limitada : cada sócio responde apenas na medida da sua cota. Deve adotar uma razão social que explique, o quanto possível, o objetivo da sociedade e seja sempre seguida da palavra "limitada" ou "Ltda".

Split - É o desdobramento de ações, se diz que uma ação dará um split, quando a empresa irá distribuir uma certa quantidade de papéis para cada um existente

Spread - Taxa cobrada pelas instituições financeiras em empréstimos ou financiamentos. O spread corresponde à remuneração que o banco recebe para fazer determinada operação - é dele que a instituição tira seu lucro. O percentual a ser cobrado é proporcional ao risco. Ou seja, quanto maiores forem as chances de o cliente deixar de honrar seus pagamentos, maior será o spread cobrado pelo banco.

Spread Bancário - Diferença de juros recebidos pelo intermediário financeiro entre o custo de captação e empréstimo. É o lucro do intermediário financeiro.

S&P 500 - Índice elaborado pela consultoria americana Standard&PoorŽs, que reflete o desempenho na Bolsa de Valores de Nova York de 500 companhias líderes nos setores mais importantes da economia dos Estados Unidos. Junto com o Dow Jones, está entre os indicadores mais usados para acompanhar o mercado de capitais dos Estados Unidos.

Stand By - Acordo entre o FMI e um país membro, autorizando este a efetuar, durante um certo período e por um valor determinado, retiradas do Fundo, em divisas.

Stand by Credit ? Crédito posto por um banco ou grupo de bancos à disposição de uma grande empresa ou de um governo em caso de necessidade.

Straddle - Compra ou venda, por um mesmo investidor, de igual número de opções de compra e de venda sobre a mesma ação-objeto, com idênticos preços de exercício e datas de vencimento.

Success Fee - Sinônimo de taxa de performance. Taxa percentual cobrada pelos bancos sobre uma parcela da rentabilidade do fundo de investimento, que exceder a variação de um determinado índice previamente estabelecido. Ex: Se a taxa de performance é de 25% sobre o IGPM, significa que este percentual será cobrado sobre os rendimentos que ultrapassarem a variação do IGP-M no período.

Subscrição de Ações - É um direito estendido aos acionistas para aquisição de ações da empresa, quando esta decide emitir novas ações para aumentar seu capital. O preço e prazo oferecido aos acionistas são pré-estabelecidos.

Substituição de Importações - É a estratégia de crescimento econômico baseada no estabelecimento de barreiras às importações de produtos que a indústria nacional tem condições de produzir.

Súmula da Andima - É a publicação da Andima que contém toda a legislação referente a produtos, ativos e operações específicas do mercado financeiro. São atualizadas à medida que a legislação é modificada. Nesta súmula estão inclusos, entre outros, os seguintes títulos: swap, derivativos, debêntures, notas promissórias.

Superávit Primário do Setor Público - Se caracteriza quando o Governo consegue que sua arrecadação total supere suas despesas, descontados os gastos com juros e correção monetária de dívidas. Alguns bons exemplos destas despesas são o pagamento de funcionários públicos e aposentados ou os gastos com fornecedores.

Superávit Secundário de Caixa - Se caracteriza quando o investidor (institucional ou pessoa física) consegue que sua receita líquida supere suas despesas. A poupança, medida em percentual nas empresas como margem de contribuição, é direcionada para investimentos com taxas de retorno compatíveis com as necessidades futuras de caixa

Swap - Troca feita entre moedas diferentes e efetuada entre bancos por meio de um jogo cruzado de escrituras, com concordância prévia e cláusula de resgate ( venda com promessa de recompra). Saca-se sobre um crédito, e o direito ao saque é reconstituído em seguida, em curto espaço de tempo O swap costuma ser utilizado para antecipar recebimentos em divisas estrangeiras. Permuta.

Switch ? Categoria especial de operações de corretagem internacional cuja realização associa a compra-venda de mercadorias à arbitragem de divisas. O campo de aplicação das operações switch limita-se aos intercâmbios efetuados dentro do âmbito de acordos bilaterais com países de divisas não conversíveis ou de conversibilidade limitada . Estas operações são realizadas geralmente por firmas comerciais dotadas de meios financeiros importantes e que dispõem de relações internacionais potentes e bem articuladas.

---------------------------------------------------------------------------------------

[T]


Table of Interests ? Tabela de juros.

Tax Heaven ? Paraíso fiscal. Cidade ou país que não cobra impostos ou tem taxas muito baixas.

TBC / TBAN (Taxa Básica do Banco Central e Taxa de Assistência do Banco Central ) - São utilizadas nos empréstimos de liquidez dos bancos junto ao Banco Central e por este definidas no final do mês anterior ao de suas vigências, em reunião específica do Comitê de Política Monetária (COPOM). A freqüência de utilização e o tipo de garantia dado pela instituição financeira é que determinarão o custo do empréstimo de liquidez (redesconto). Nas melhores condições será utilizada a TBC (piso da taxa do Bacen) e nas piores a TBAN (teto da taxa do Bacen).

TBF ( Taxa Básica Financeira ) - Criada em 29/07/1995 pelo CMN (Conselho Monetário Nacional). Para o cálculo é utilizada uma amostra das 30 maiores Instituições Financeiras do país, a partir da remuneração mensal média dos CDBs e RDBs no prazo de 30 a 35 dias. É uma espécie de TR mas sem o redutor. Tem por finalidade remunerar um novo tipo de caderneta de poupança com prazo mínimo de 90 dias criada pelo Governo dentro de um processo de desindexação. É um índice diário, divulgado pelo Banco Central com a cotação em % no período

TDA (Títulos da Dívida Agrária ) - É uma das chamadas "moedas podres".

TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo) - Corrige os empréstimos tomados junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) por empresas com projetos industriais e de geração de emprego em andamento.

TR ( Taxa Referencial de Juros ) - É uma taxa criada em 1991 para servir de referência nas transações financeiras realizadas o país. É calculada pelo Banco Central com base em uma amostra dos juros pagos pelos Certificados de Depósitos Bancários (CDBs) das trinta maiores instituições financeiras.

TRUSTE - Tipo de estrutura empresarial na qual várias empresas, já detendo a maior parte de um mercado, combinam-se ou fundem-se para assegurar esse controle, estabelecendo preços elevados que lhes garantam elevadas margens de lucro.

Take-off (arranco ou decolagem) - Segundo Rostow, é a etapa do desenvolvimento econômico na qual o país consolida o processo de industrialização, com o surgimento de novos segmentos, principalmente no setor de bens de consumo duráveis.

Taxa Básica - Taxa de juros anual fixada por um banco, que serve de referência para o cálculo das diferentes condições oferecidas por esse banco.

Taxa de Câmbio - É o preço da moeda (ou divisa) estrangeira (reais por dólar, reais por marco etc.)

Taxa de Câmbio Fixa - Ocorre quando o Banco Central mantém a taxa fixada por certo período, independente da oferta e da demanda de divisas

Taxa de Câmbio Flutuante (ou flexível) - Taxa de câmbio que varia, conforme varia a oferta e a demanda de divisas. É a taxa de equilíbrio do mercado de divisas

Taxa de Câmbio Real - Mede a competitividade dos produtos nacionais no comércio exterior, e é dada pela relação entre preços externos e preços domésticos, ambos medidos na moeda nacional (reais).

Taxa de Crescimento - Variação de um determinado indicador durante um período de tempo. Um dos indicadores mais usados é o PIB: taxa de crescimento do PIB, significando a taxa de crescimento da economia de um país.

Taxa de Custódia - Taxa cobrada pela corretora de valores mobiliários pela manutenção das ações de seus clientes sob sua guarda (responsabilidade).

Taxa de Desemprego - Nas pesquisas de emprego/desemprego são consideradas várias subdivisões da população: o total da população residente no local da pesquisa; o total de pessoas que estão trabalhando - seja como empregados, autônomos ou como empregadores - que é chamada de população "ocupada"; e, ainda, a parcela da população que está desocupada - ou seja, que está a procura de algum tipo de ocupação, seja ela formal ou não. Todas as pesquisas nesta área estabelecem critérios para limitar a população que julgam qualificadas a assumir algum tipo de ocupação - em geral uma idade mínima. Assim, sob este critério, a junção da população ocupada e desocupada compõe a chamada "População Economicamente Ativa" (PEA). A taxa de desemprego aberto é aquela que relaciona o número de pessoas desocupadas, procurando trabalho na época da pesquisa, e a PEA. Na pesquisa mensal de emprego do IBGE, a população focada é a de idade igual ou superior a quinze anos, e a amostra da pesquisa se circunscreve a seis regiões metropolitanas: Recife,

Taxa Efetiva - É a taxa que determina a rentabilidade final de um investimento, indicando o ganho/perda do investidor.

Taxa Efetiva de Crescimento - É a taxa de crescimento do produto, em que a oferta agregada iguala a demanda agregada, não necessariamente com pleno emprego do estoque de capital.

Taxa Garantida de Crescimento - É a taxa de crescimento do investimento, em que a oferta agregada iguala a demanda agregada, supondo o estoque de capital plenamente utilizado.

Taxa Interna de Retorno - É um taxa que visa determinar a rentabilidade de um investimento ou projeto.

Taxa de Juros - É o custo do dinheiro no mercado. O BACEN é o órgão regulador da política de juros. Quando a taxa de juros está alta é sinônimo de falta de dinheiro no mercado. Ao contrário, quando está baixa, é porque está sobrando dinheiro no mercado. A taxa de juros é um dos mais importantes indicadores de política monetária.

Taxa de Juros Real - Taxa obtida subtraindo-se o índice de inflação de determinado período da taxa de juros nominal. Ela reflete a correção monetária necessária para compensar a desvalorização da moeda.

Taxa Over - É uma metodologia de cálculo para a taxa de juros, utilizada apenas no Brasil, remanescente do período de taxas inflacionárias altas. Atualmente é utilizada como padrão para empréstimos entre bancos.

Taxa de Performance - Taxa percentual cobrada pelos bancos sobre uma parcela da rentabilidade do fundo de investimento, que exceder a variação de um determinado índice previamente estabelecido. Ex.: se a taxa de performance é de 25% sobre o IGP-M, significa que este percentual será cobrado sobre os rendimentos que ultrapassarem a variação do IGP-M no período.

TR ( Taxa Referencial ) - A partir de 29/07/1994, a TR voltou a ser calculada com base no índice de Remuneração Média dos CDBs , deduzida a taxa real de juros equivalente ao 1.3%. É a taxa que define o rendimento das Cadernetas de Poupança e do SFH (Sistema Financeiro de Habitação).

Taxa de Reservas Bancárias - É a relação entre as reservas totais dos bancos comerciais e os depósitos a vista

Taxa de Retenção do Público - É a relação entre o total da moeda em poder do público e os depósitos a vista. Também pode ser medida pela razão entre a moeda com o público e o total dos meios de pagamento

Taxa SELIC - É a taxa que reflete o custo do dinheiro para empréstimos bancários, com base na remuneração dos títulos públicos. Também é conhecida como taxa média do over que regula diariamente as operações interbancárias.

Tecnologia - É um inventário dos métodos de produção conhecidos. É o `estado-das-artes`.

Tendência - Movimento de longa duração que afeta a evolução de um fenômeno.

Teorema do Orçamento Equilibrado - Se o governo efetuar gastos no mesmo montante dos impostos recolhidos (isto é, se o orçamento estiver equilibrado), o nível de renda nacional aumentará no mesmo montante do aumento nos gastos e nos impostos. Também chamado de teorema do multiplicador unitário, ou ainda teorema de Haavelmo.
Teoria segundo a qual o nível dos preços é determinado pela quantidade de moeda em circulação, e pela sua velocidade de circulação.

Teoria dos Custos - É a parte da teoria microeconômica que analisa as relações entre os preços dos insumos e a produção física

Teoria da Produção - Refere-se às relações tecnológicas e físicas entre a quantidade produzida e as quantidades de insumos utilizados na produção.

Teoria Quantitativa da Moeda - Teoria segundo a qual o nível dos preços é determinado pela quantidade de moeda em circulação, e pela sua velocidade de circulação. Dada pela expressão MV = Py, em que M é a quantidade de moeda, V a velocidade-renda da moeda, P o nível geral de preços e y a renda nacional real (sendo Py a renda nominal). Ela mostra que, multiplicando o estoque de moeda pela velocidade com que a moeda cria renda, tem-se o total da renda nacional nominal.

Teoria do Valor Trabalho - Considera que o valor de um bem ou serviço se forma a partir dos custos da mão-de-obra incorporados ao bem; ou seja, o valor do bem se forma pelo lado da oferta.

Teoria do Valor Utilidade - Supõe que o valor de um bem ou serviço se forma pela satisfação que o produto representa para o consumidor; ou seja, o valor é determinado pela demanda.

Termo em Dólar - Operação do mercado a termo tradicional, com a diferença de que o preço contratado é corrigido diariamente pela variação entre a taxa de câmbio média de reais por dólar norte-americano, para o período compreendido entre o dia da operação, inclusive, e o dia de encerramento, exclusive.

Timing - Jargão utilizado no mercado financeiro para indicar o momento mais adequado para realizar determinada ação financeira - investir, resgatar, comprar, vender.

Titular de Opção - Aquele que tem o direito de exercer ou negociar uma opção.

Título de Capitalização - Modalidade de investimento com características de um jogo no qual se pode recuperar parte do valor gasto na aposta. Sem ajuda da sorte, o rendimento será provavelmente inferior ao da tradicional caderneta de poupança. Do valor aplicado pelo investidor, a instituição financeira separa um percentual para poupança, outro para os sorteios e um terceiro para cobrir suas despesas. Esses títulos são interessantes para quem gosta de jogar, com a vantagem de que caso não ganhe, uma parte do investimento será recuperada.

Títulos Estaduais / Municipais - Um Estado/Município querendo captar recursos, visando conseguir dinheiro para seus investimentos, vende títulos estaduais aos investidores que no ato dessa compra estão emprestando seu dinheiro ao Estado/Município, em troca de uma taxa de juros sobre o valor emprestado.

Títulos da Dívida Externa - O Governo Federal visando obter dinheiro no exterior para financiar sua operação, pode vender títulos da dívida externa a investidores estrangeiros que emprestam seu dinheiro em troca de uma taxa de juros definida. O IDU (interest due unpaid) é um exemplo de um título da dívida externa.

Título Patrimonial da Bolsa - Desde que autorizada pelo Banco Central do Brasil, no qual deverá adquirir um título patrimonial da bolsa de valores em que deseja ingressar como membro.

Total Loss ? Prejuízo ou perda total.

Tracking Error - Serve para medir a diferença entre retorno do fundo e seu benchmark.

Trading Company ? Empresa de Comercialização.

Trading Post - Sistema de negociações contínuas realizadas por meio de postos de negociações, tendo como objetivo dar homogeneidade aos trabalhos, em função da quantidade uniformemente o fluxo de operações pelo recinto (sala de negociações).

Trajetória de Expansão (ou caminho de expansão) - São pontos de equilíbrio do produtor, quando aumenta a escala da empresa. Corresponde aos pontos onde as curvas de isoquanta tangenciam as curvas de isocustos.

Transação - Todo ato por meio do qual uma unidade econômica manifesta sua participação na vida econômica.

Transações Correntes - São as operações do Brasil com o exterior, incluindo receitas obtidas com exportações de mercadorias; gastos com importação; pagamentos de juros da dívida externa; seguros e fretes; e transferências unilaterais.

Transferência Liquida de Recursos Externos - É a diferença entre as exportações de bens e serviços não fatores e as importações de bens e serviços não fatores. Significa quanto o país transferiu ao exterior em termos reais, não financeiros.

Transferências Unilaterais - Conta composta por todas as doações e remessas de dinheiro para o país não relacionadas com operações comerciais, como o dinheiro mandado por brasileiros que moram no exterior.

Transparência do Mercado - Acontece quando consumidores e vendedores conhecem tudo sobre o mercado, como em estruturas de mercado de concorrência perfeita.

Tribunal de Contas - Tribunal, no âmbito da administração das finanças públicas, encarregado do controle das contas das coletividades locais.

Título - Documento que certifica a propriedade de um bem ou de um valor. O termo se aplica genericamente a todos os valores mobiliários.

Títulos do BACEN - Emitidos com o objetivo de fazer política monetária, ou seja, controlar o volume de dinheiro em circulação no sistema financeiro.

Título de Crédito - Documento em que uma pessoa, empresa comercial ou instituição se compromete a pagar a outra certo valor. Exemplos: letras de câmbio, notas promissórias, conhecimentos de transporte, cheques, duplicatas, apólices, títulos da dívida pública, ações e debêntures.

Títulos Pós-Fixados - São títulos cuja remuneração só será conhecida na data do vencimento.

Títulos Privados - São títulos emitidos por instituições financeiras ou não para captar de recursos no mercado financeiro. A taxa de remuneração destes títulos pode ser pré ou pós fixada.

Títulos Pré-Fixados - São títulos cuja remuneração é conhecida na data de compra do título.

Títulos Públicos - São títulos emitidos pelo Banco Central e pelo Tesouro Nacional com o objetivo de captar recursos financeiros para financiar a dívida pública federal, estadual e municipal em troca de uma taxa de remuneração. Esta taxa de remuneração dos títulos pode ser pré ou pós fixada.

Títulos do Tesouro Nacional - São papéis emitidos principalmente para cobrir rombos no OGU.

Turnover ? Movimentação; giro comercial. O número de vezes os valores e recursos de uma empresa ? como estoques, matérias-primas, pessoal, etc ? são substituídos num dado período. Rotação.

---------------------------------------------------------------------------------------

[U]


Underwriters - Instituições financeiras especializadas em operações de lançamento de ações no mercado primário. No Brasil, tais instituições são, em geral, bancos múltiplos ou bancos de investimento, sociedades distribuidoras e corretoras que mantêm equipes formadas por analistas e técnicos capazes de orientar os empresários, indicando-lhes as condições e a melhor oportunidade para que uma empresa abra seu capital ao público investidor, por meio de operações de lançamento

Underwriting - A tradução literal é subscrição. Os bancos de investimento montam operações financeiras nas quais intermediam a colocação (lançamento) ou distribuição de ações, debêntures ou outros títulos mobiliários, para investimento ou revenda no mercado de capitais, recebendo uma comissão (fee) pelos serviços prestados, proporcional ao volume do lançamento.

Unidade Bancária Emissora - Situação em que a emissão de moedas é realizada apenas por uma unidade emissora, geralmente um banco controlado pelo governo.

Useful Life ? Vida útil, duração de um produto em termos de utilidade para o comprador.

Usura - Prática que consiste em cobrar taxas de juros superiores às habituais ou às permitidas por lei, por ocasião de um empréstimo.

Utilidade - Qualidade daquilo cujo uso é apreciado pelo agente econômico. A noção de utilidade é uma das noções elementares da economia, como a de valor ; porém, seu conteúdo tem sido analisado de modo diverso por sucessivas teorias, sendo seu vínculo com o valor diferentemente apreciado.

Utilidade Marginal - É o grau de satisfação adicional (na margem) que os consumidores podem obter pelo consumo de mais uma unidade de um bem ou serviço.

Utilidade Total - É o grau de satisfação que os consumidores atribuem aos bens e serviços que podem adquirir no mercado.

---------------------------------------------------------------------------------------

[V]


Valor Adicionado - Consiste em calcular o que cada ramo de atividade adicionou ao valor do produto final, em cada etapa do processo produtivo. É dado pela diferença entre as receitas de vendas e as compras de insumos intermediários (como matérias-primas e componentes).

Valores Disponíveis - Conjunto da liquidez ou dos títulos de crédito da empresa que podem ser rapidamente convertidos em moeda.

Valor de Exercício da Opção - Preço de exercício por ação, multiplicado pelo número de ações que compõem o lote-padrão de uma opção.

Valor Intrínseco da Opção - Diferença, quando positiva, entre o preço a vista de uma ação-objeto e o preço de exercício da opção, no caso de uma opção de compra, e entre o preço de exercício e o preço a vista, no caso de uma opção de venda.

Valor de Mercado - Termo utilizado no mercado financeiro para indicar o valor que um proprietário receberia por um ativo, caso este ativo fosse vendido no mercado hoje.

Valores Mobiliários - Títulos ou ações, papéis.

Valor Nominal da Ação - Valor mencionado no estatuto social de uma empresa e atribuído a uma ação representativa de seu capital.

Valor Patrimonial da Ação - Resultado da divisão entre o patrimônio líquido e o número de ações da empresa.

Valor Presente Líquido - Também conhecido pela sigla VPL. Expressão utilizada na área de finanças para analisar investimentos em projetos. O VPL é usado para se determinar quanto o projeto valeria hoje. No cálculo, desconta-se o fluxo de caixa gerado pelo projeto usando uma taxa representativa do risco.

Valor de Troca de um Bem ou Serviço - Forma-se pelo encontro entre a oferta e a demanda no mercado; ou seja, é o próprio preço de mercado.

Valor Unitário da Ação - Quociente entre o valor do capital social realizado de uma empresa e o número de ações emitidas.

Valor de Uso - É a utilidade ou satisfação que o bem representa para o consumidor.

Valor Venal - É o valor de mercado de um produto. Não é o valor real do produto, nem necessariamente incorpora seu custo de produção. É o valor com que pode ser comercializado - mais alto ou mais baixo, dependendo das circunstâncias do mercado

Varejo - Atividade comercial situada no elo final da cadeia que liga o produtor e o consumidor.

Variação - Diferença entre os preços de um determinado título em dois instantes considerados.

Variação Cambial - Percentual divulgado que indica a variação da taxa de câmbio num determinado período de tempo.

Variação da Demanda - Deslocamento da curva da demanda, em virtude de alterações no preço de outros bens (substitutos ou complementares), na renda ou nas preferências do consumidor.

Variação na Oferta - Deslocamento da curva de oferta, em virtude de alterações no preço de outros bens (substitutos na produção), no custo dos fatores de produção ou nos objetivos empresariais.

Variável - Grandeza suscetível de variar de maneira própria ou em função de outras variáveis. Em estatística descritiva, característica quantitativa, discreta ou contínua.

Vazamentos do Fluxo Circular de Renda - Referem-se a toda renda que não permanece no fluxo (`vazam`). Constitui-se de poupança, tributação e importações.

Velocidade-renda da Moeda - É o número de giros que a moeda realiza, em certo período, criando renda nacional. E dada pela relação entre a renda nominal (PIB nominal) e o saldo dos meios de pagamento.

Venda em Margem - Venda, a vista, de ações obtidas por empréstimo, pelo investidor, em uma sociedade corretora que opere em bolsa. É uma modalidade de operação da conta margem.

Viagem Internacional - É um dos itens que compõem a conta de serviços. Do lado da despesa, são registrados os gastos de turistas brasileiros no exterior com passagens, cartões de crédito, hospedagem e ainda dólares levados para viagens. Do lado da receita, são contabilizadas as mesmas despesas que os turistas estrangeiros realizam no Brasil.

Viés ou Erro Sistemático - Distorção sistemática entre a medida de uma variável estatística e o valor real da grandeza a estimar. A introdução de um viés no cálculo estatístico pode estar ligada quer a imperfeição ou deformação da amostra que serve de base para a estimativa, quer ao próprio método de avaliação.

Volatilidade - É a variação da rentabilidade de um fundo durante um certo período. Diz-se que um fundo tem alta volatilidade quando sua rentabilidade oscila bruscamente no período analisado. Por outro lado, um fundo com uma rentabilidade mais estável tem pouca volatilidade. A volatilidade do fundo é um importante fator na decisão de investimento.

Voto - Direito que tem o proprietário de ações ordinárias - ou preferenciais não destituídas dessa faculdade - de participar das deliberações nas assembléias gerais.

---------------------------------------------------------------------------------------

[W]


Wall Street ? Termo que significa a Bolsa de Valores de Nova Yorque, e também, a área de N.Y. onde se concentram as atividades bancárias e financeiras da cidade.

World Market ? Mercado mundial, de mercadorias, de serviços e valores.

World Trade ? Comércio Internacional.

---------------------------------------------------------------------------------------

[Y]


Yield ? Rendimento; lucro.

---------------------------------------------------------------------------------------

[Z]


Zoom Upward ? Subida com extrema rapidez, de preços, custos, etc.

---------------------------------------------
---------------------------------------------
Barreto
Seu amigo contabilista
Data de postagem:



Barreto
Seu amigo contabilista


Voltar ao topo
Mapa do Site
Visitas desde 12/2002
728835